SCP-3791
avaliação: +2+x

Item nº: SCP-3791

Classe do Objeto: Seguro

Procedimentos Especiais de Contenção: O código de acesso a SCP-3791 deve ser dividido em três seções iguais e armazenado nos cofres 13, 77 e 95 no Sítio-01. O conhecimento de todo o código deve ser limitado a funcionários diretamente autorizados por um membro do Conselho O5. Nenhum membro atual ou antigo da FTM Alpha-1 ("Mão Direita Vermelha") deve ter permissão para entrar em SCP-3791. A frequência dos tratamentos amnésticos deve ser considerada um fator de risco crítico ao avaliar indivíduos para acesso a SCP-3791. Nenhum funcionário deve ter acesso permitido em qualquer terceiro dia do mês de novembro.

Qualquer informação adquirida em SCP-3791 deve ser processada no CSUM-4.1 Nenhum registro textual ou visual deve ser criado em SCP-3461 sem a permissão direta de um membro do Conselho O5. Todos os registros devem ser destruídos de acordo com os procedimentos de processamento padrão. Todo funcionário deve ser tratado com amnésticos Classe-A após exposição a SCP-3791.

O esboço de nota em SCP-3791 deve permanecer sob uma placa de aço com 10 cm de espessura. Esta placa deve ser presa à mesa por correntes pesadas e cadeados. As chaves deste aparelho devem ser armazenadas no cofre 46 no Sítio-01.

Descrição: SCP-3791 é a sala 1699 da Instalação Desativada-US61, uma estrutura componente de uma antiga iteração do Sítio-01. Ela mede 4,5 m x 5,5 m, está ligada ao corredor externo por uma porta de aço e possui uma única janela para o exterior da instalação. A porta está trancada com um teclado eletrônico significativamente mais avançado do que o exigido pelos protocolos de segurança no momento da construção da instalação. O escritório não aparece em nenhuma planta arquivada e a identidade de todos os ex-ocupantes permanece desconhecida. Objetos originados em SCP-3791 provaram não responder a nenhum dos métodos testados de interação.

SCP-3791 exibe uma anomalia temporal ancorada especificamente em 3 de novembro de 1972 às 4:32 da tarde (doravante referido como o ponto de ancoragem.) Dispositivos eletrônicos trazidos para SCP-3791 exibem o ponto de ancoragem como a hora e data atuais, assim como a hora e a data da criação de todos os arquivos contidos e das edições mais recentes. Relógios mecânicos são afetados de forma semelhante. Calendários físicos incluídos em SCP-3791 são alterados de forma semelhante. Calendários físicos trazidos para dentro de SCP-3791 são alterados de forma que todas as datas e horas contidas correspondam ao ponto de ancoragem. Enquanto dentro do escritório, indivíduos tendem a acreditar que a hora e a data atuais correspondem ao ponto de ancoragem, mas não resistem a lembretes do contrário.

Indivíduos em SCP-3791 experimentam lembrança perfeita de memórias formadas entre aproximadamente 4:00 da tarde e 5:00 da tarde em qualquer dia 3 de novembro. Esse efeito ignora a maioria dos tratamentos amnésticos hipnóticos e farmacêuticos de baixo grau. Memórias recuperadas desta forma persistem indefinidamente após sair de SCP-3791. Acesso a SCP-3791 foi restrito devido aos riscos significativos de segurança, contenção e saúde mental representados por este efeito.

Um possível estado de mundo no ponto de ancoragem existe dentro de SCP-3791 e se estende a todos os pontos observáveis fora do escritório quando vistos de dentro. Através da porta, a sombra de um indivíduo pode ser vista projetada contra a parede oposta. A intensidade da sombra sugere que as luzes de emergência da instalação foram ativadas. Uma tempestade de uma única célula pode ser observada em andamento através da janela, caracterizada por chuva leve e cobertura de nuvens incompleta. Quatro caminhões cobertos e 35 soldados armados são visíveis no pátio abaixo, todos com as marcas da Segurança Interna da Fundação (mais tarde reorganizados como FTM Alpha-1). Não existe nenhum registro de uma mobilização da SIF correspondente a esta hora e local.

Adendo 3791-A (Conteúdo de SCP-3791):

  • Uma carteira, três cadeiras, dois armários, uma luminária. Todos os móveis são de prazo limitado da coleção Estilo Executivo, Sensação Executiva de Christian Danbrook.
  • Duas canetas-tinteiro e tinteiro condizente. Marca e modelo desconhecidos.
  • Três pastas vermelhas. A primeira está rotulada "Revisões de Procedimento Anuais: 400-500." A segunda está rotulada "Proposta do Projeto PEARBLOSSOM-11." A terceira está rotulada "Protocolo Emergencial LATERAL NADIR."
  • Um esboço de nota. Classificado como um risco cognitivo nível-5.
  • Um globo de neve quebrado. A placa o descreve como 'O Pilar Uivante2 (LDI-913.)
  • Uma caneca de café da Fundação.
  • Uma garrafa de Glenmore Kentuchy Bourbon da Fundação (vazia.)

Adendo 3791-B (Propostas de Pesquisa):

Proposta: Testar as propriedades mnésticas de SCP-3791 em indivíduos tratados com amnésticos Classe-A para avaliar com mais precisão a potência do efeito e a extensão dos riscos de segurança.
Status: Aprovado pelo Líder de Projeto A. Carias. Negado por ordem do Conselho O5.

Proposta: Empregar a TRSSI-suite de dentro de SCP-3791 para entender mais precisamente o contexto do ponto de ancoragem. Empregar um software de reconhecimento facial para identificar os indivíduos visíveis de SCP-3791 com a finalidade de estabelecer a veracidade do evento.
Status: Aprovado pelo Líder de Projeto A. Carias. Negado por ordem do Conselho O5.

Proposta: Analisar amostras de vestígios de pele e cabelo dentro de SCP-3791 para facilitar a identificação dos ocupantes antigos.
Status: Aprovado pelo Líder de Projeto A. Carias. Negado por ordem do Conselho O5.

Todas as propostas de pesquisa futuras devem passar por uma análise de custo-benefício em conformidade com o OEPD e receber aprovação direta do Diretor de Instalações Desativadas antes da consideração oficial. Propostas devem ser posteriormente apoiadas por pelo menos quatro Pesquisadores Seniores de departamentos relacionados.

Propostas Pendentes: 0

Adendo 3791-C (Texto do Rascunho de Nota):

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License