SCP-384
avaliação: +1+x

Item nº: SCP-384

Classe do Objeto: Seguro

Procedimentos Especiais de Contenção: A Unidade de Contenção-077, localizada diretamente fora do Sítio-19, abriga a manifestação atual de SCP-384. Ela deve ser equipada com dispositivos de gravação padrão da Fundação e deve estar localizada de modo que não possa ser considerada parte do Sítio-19. SCP-384 deve ser a única maneira de entrar ou sair da Unidade de Contenção-077, a menos que um experimento exija a destruição de SCP-384, caso em que o pesquisador de nível 4 dirigindo o experimento deve aprovar a instalação de uma entrada adicional na Unidade de Contenção-077.

Quando em uso para experimentação, SCP-384 deve ser observado o tempo todo através de um circuito fechado de televisão. Se observação remota falhar por qualquer motivo, todos os funcionários designados a SCP-384 devem ser notificados, e apenas funcionários com permissão do pesquisador supervisor de Nível 4 podem entrar na Unidade de Contenção-077. Funcionários que entrarem durante o evento de uma falha de observação devem observar SCP-384 o tempo todo. A falha de qualquer funcionário em fazê-lo resultará em um confinamento completo da Unidade de Contenção-077 e das passagens do Sítio-19 que conduzam a ela, com operação normal apenas retomando sob o comando do pesquisador supervisor de Nível 4. Funcionários infratores devem ser severamente repreendidos.

Durante a experimentação, apenas funcionários aprovados podem conversar com SCP-384-1. Conversas devem ser divididas em intervalos de um minuto. Entrevistadores devem pausar a conversa na marca de um minuto, esperar pelo menos trinta segundos e então retomar a conversa.

Como de 22/03/20██, todos os pesquisadores experimentando com SCP-384 devem ser acompanhados por pelo menos dois guardas armados. Funcionários que entrarem na Unidade de Contenção-077 estarão sujeitos a uma Busca de Materiais Perigosos padrão antes de serem permitidos entrada.

Descrição: SCP-384 é atualmente a porta de acesso à Unidade de Contenção-077. SCP-384 tem uma forma variável; qualquer porta instalada no mesmo edifício que SCP-384 pode assumir espontaneamente suas propriedades. Esta transferência também ocorrerá se SCP-384 for destruído. Quando recuperado de uma invasão a um leilão da Marshall, Carter e Dark Ltd, SCP-384 tinha sido contido de maneira semelhante, com ele isolado em um prédio separado com apenas uma porta disponível para ele habitar.

Duas condições devem ser atendidas para que os efeitos de SCP-384 comecem: ele deve ser aberto por um ser humano e deve ser fechado por um ser humano enquanto não é observado por qualquer meio de observação possível, câmeras e outros dispositivos eletrônicos inclusos. Se essas condições forem atendidas, piche líquido começará a fluir de baixo de SCP-384 e preencherá a sala que atualmente ocupa a uma taxa de cerca de 6,5 L/segundo. O piche é incapaz de se acumular em uma profundidade de mais de três centímetros, em vez disso subindo e se aderindo às paredes e ao teto da sala. Somente haverá uma interrupção do fluxo de piche quando o chão, as paredes e o teto da sala forem revestidos. Tanto a fonte quanto os meios de produção do piche são desconhecidos. Além de suas propriedades adesivas incomuns, o piche não tem efeitos paranormais e se comportará normalmente quando retirado de uma sala (daí sua ausência de uma designação SCP).

Durante o processo de revestimento, indivíduos dentro da sala afetada podem sair facilmente. No entanto, uma vez que o processo for concluído, todas as portas abertas na sala afetada serão automaticamente fechadas e trancadas. Portas não podem ser destrancadas, mesmo se gazuas forem utilizadas, mas podem ser destruídas.

A segunda etapa dos efeitos ocorre imediatamente após a conclusão da primeira etapa. Sujeitos que ainda não escaparam da sala afetada relatam a voz de uma criança humana do sexo feminino, designada SCP-384-1. Ela só é audível dentro da sala de SCP-384; dispositivos de gravação colocados diretamente fora da sala não conseguem ouvir a voz.

SCP-384-1 foi descrita como educada e cooperativa. Ela alega que seu nome é ███████ ████, dada como desaparecida por sua família em 196█. Quando questionada sobre seu paradeiro atual, SCP-384-1 dirá que não consegue ver ou ouvir nada além da voz do interrogador. SCP-384-1 aparentemente não sabe nada sobre SCP-384 ou suas propriedades. Um trecho de um registro de entrevista é fornecido abaixo:

Registro de Entrevista-384-22, 00:14:12

Dr. F████: Por favor, descreva seus arredores.

SCP-384-1: Tá escuro, doutor. Não consigo nem ver nada na frente do meu rosto. O que você está vendo agora?

Dr. F████: Meu ambiente atual está bom, muito obrigado. Mais alguma coisa que você gostaria de dizer sobre onde está?

SCP-384-1: Desculpe, doutor. Eu realmente não sei como cheguei aqui. Tudo que sei é que está escuro e estou com fome e gostaria de estar em casa. Lamento não poder contar mais nada.

Neste ponto, vários experimentos foram conduzidos usando tanto o piche dentro da sala quanto SCP-384 em si. Esses experimentos incluíam superaquecer o piche, reduzir toda a sala a vácuo e destruir partes selecionadas de SCP-384.

Dr. F████: Você observou alguma mudança em seu ambiente desde o início da minha entrevista?

SCP-384-1: Não, nada. A única coisa que mudou foi quando ouvi você começar a falar. Por favor, volte logo, está muito escuro aqui.

Dr. F████: Obrigado, isso é tudo.

Apesar do fato de que qualquer indivíduo jovem expressaria aflição considerável se colocado na situação de SCP-384-1, SCP-384-1 foi descrita como "notavelmente bem ajustada" por psicólogos entrevistadores. Dr. F████ comentou sobre o nível incomum de vocabulário e maturidade que SCP-384-1 possui, e sugeriu que ela possivelmente esteja enganando entrevistadores da Fundação, embora suas hipóteses sejam apenas conjecturas e devam ser consideradas como tal.

Se qualquer indivíduo mantiver uma conversa com SCP-384-1 por mais de um minuto e quarenta e quatro segundos (1:44), SCP-384-1 solicitará que ele caminhe em direção a SCP-384 e o abra. As instruções nunca se referirão a SCP-384 como uma "porta" ou "a saída," mas em vez disso como "a luz." Além disso, SCP-384-1 medirá a localização da pessoa em relação a SCP-384 pelo som de seus passos ou respiração: funcionários que se afastam de SCP-384 aparentemente soam mais suaves para SCP-384-1.

Uma vez que um indivíduo esteja posicionado diretamente em frente a SCP-384, ele ou ela será instruído a “estender a mão para frente.” Nesse ponto da conversa, a maioria dos indivíduos relata que SCP-384-1 assume um tom de voz suplicante. É impossível abrir convencionalmente SCP-384 sem danificá-lo ou destruí-lo, mas indivíduos que neste ponto tentam abrir SCP-384 são envolvidos por uma explosão abrupta de [DADOS EXPURGADOS]. Nenhuma dimensão alternativa registrada corresponde à localização observada através de SCP-384, embora funcionários que estiveram nos campos de piche de La Brea de Los Angeles tenham relatado semelhanças. Tentativas de resgate foram consideradas pelo Dr. F████ como muito arriscadas, visto que os únicos funcionários perdidos até o momento foram Classes-D. SCP-384-1 expressará confusão neste evento e perguntará repetidamente por que a luz desapareceu. Entrevistadores observam um aumento de sinais de desespero após a ocorrência deste evento.

Doze minutos após o início do segundo estágio, SCP-384-1 parará de falar e todo o piche será drenado da sala.

Adendo-384A: Quando solicitada por informações sobre a Marshall, Carter e Dark Ltd., SCP-384-1 se recusou a responder. Esta é a única instância registrada de comportamento não cooperativo por parte de SCP-384-1. Quando o psiquiatra de plantão perguntou mais, SCP-384-1 revelou que clientes da Marshall, Carter e Dark Ltd. que expressavam "interesses especiais" tinham permissão para conversar com ela. SCP-384-1 se recusou a entrar em detalhes. P████ C████, capturado durante o mesmo ataque em que SCP-384 foi capturado, era um desses clientes. Entrevistadores psicológicos relatam altos níveis de comportamento sociopata e sádico. Dadas as atividades anteriores da Marshall, Carter e Dark Ltd., Dr. F████ presumiu que todos os outros clientes que expressaram "interesses especiais" estejam em um estado mental semelhante ao do Sr. C████. Dr. F████ desencorajou pesquisadores sob seu comando de seguirem esta linha de investigação.

Registro de Incidente-384-1: Em 22/03/20██, o Assistente C██████ estava entrevistando SCP-384-1. Ele era o único indivíduo na sala. Dois minutos após o início da entrevista, o Assistente C██████ sacou sua arma e destruiu os dispositivos de gravação da sala. Nada dito por SCP-384-1 ou Assistente C██████ em qualquer momento durante a entrevista sugeriu que o último estava prestes a cometer um motim. Usando um alto-falante instalado dentro da Unidade de Contenção-077, a segurança do sítio ordenou ao Assistente C██████ que ele desistisse; em resposta, o alto-falante foi destruído também. Um relatório de incidente recebido trinta minutos depois revelou que o Assistente C██████ havia quebrado a contenção de SCP-███ e o roubado. Com base nas propriedades de SCP-███, presume-se que o Assistente C██████ usou SCP-███ para destrancar e abrir SCP-384. Quinze segundos após o Assistente C██████ destruir todos os dispositivos de vigilância na sala, grandes quantidades de piche começaram a fluir através de SCP-384 da Unidade de Contenção-077. A pressão do piche contra SCP-384 eventualmente acabou arrancando-o de suas dobradiças, ponto no qual o fluxo de piche cessou. Entrevistadores não relataram nenhuma mudança no comportamento de SCP-384-1. SCP-███ foi recuperado e contido com sucesso, e a contenção de SCP-384 foi restabelecida. O cadáver do Assistente C██████ não foi encontrado. SCP-384-1 foi exaustivamente testada para quaisquer possíveis efeitos telepáticos ou meméticos, mas todos os resultados foram negativos. Não há nada que sugira que o Assistente C██████, um dos entrevistadores mais frequentes de SCP-384, agiu por qualquer coisa, exceto livre arbítrio. A proposta do Dr. F████ de reclassificar SCP-384 como Euclídeo foi negada.

Esse era o melhor Pesquisador Assistente que eu vi em anos e isto é [EXPLETIVO REDIGIDO]. -Dr. F████

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License