SCP-3900
avaliação: +2+x

Item nº: SCP-3900

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: Hardware recuperado e infectado com SCP-3900 deve ser destruído antes da próxima ocorrência de uma lua cheia. No caso de SCP-3900 ser ativado em uma configuração não controlada, deve-se ter cuidado para garantir que nenhum dos lobos escape.

Um roteador sem fio infectado com SCP-3900 deve ser armazenado em um armário de contenção.

Todos os testes devem ser realizados dentro de um recinto da gaiola de Faraday para prevenir infecções involuntárias. A presença de um manipulador de animais é necessária para o teste.

Descrição: SCP-3900 é uma propriedade anômala, contagiosa, de pontos de acesso sem fio. SCP-3900 é distribuído entre dispositivos próximos quando ambos estão ligados; Este efeito está correlacionado com a sobreposição de sinais WiFi entre os dois e pode ser evitado através de blindagem suficiente. A infecção requer uma média de três dias de contato ininterrupto entre os dois dispositivos. Como tal, a disseminação do SCP-3900 é limitada em configurações descontroladas, embora espaços particularmente conectados representem um risco de epidemia.

SCP-3900 fica ativo quando o dispositivo infectado está habilitado e a lua cheia está presente acima do horizonte. Neste ponto, uma série de lobos selvagens aparecerá na área atualmente coberta pelo ponto de acesso sem fio, o que deixa de transmitir um sinal.

A densidade do lobo é geralmente muito alta, aproximadamente a um lobo por metro quadrado. Os lobos geralmente apresentam sinais de angústia ou confusão, mas são dóceis. Os lobos criados através de SCP-3900 não apresentam conectividade sem fio e, de outra forma, não são anômalos.

Quando a lua cheia não está mais acima do horizonte, ou SCP-3900 está desligado, todos os lobos na área (exceto os lobos não relacionados ao SCP-3900) desaparecerão. Atualmente, não está claro se os lobos em ativações de SCP-3900 subsequentes são iguais ou se um novo grupo de lobos é gerado a cada vez.

Adendo: Durante um teste realizado em 22/04/2016, Pesquisador Júnior Beckett foi mordido superficialmente por um lobo produzido por SCP-3900. Na lua cheia de 21/05/2016, interferência sem fio foi detectada em torno de Beckett, e foi descoberta que ele estava uniformemente emitindo ondas de rádio em uma freqüência semelhante à dos pontos de acesso sem fio. Este efeito cessou quando a lua se pôs.

Beckett foi contido e subsequentemente instruído a morder D-7649 superficialmente. Na lua cheia de 20/06/2016, D-7649 começou a produzir lobos em sua vizinhança. Assim como com SCP-3900, esses lobos desapareceram no final da lua cheia.

D-7649 foi instruído a morder superficialmente um lobo não anômalo retido. Na lua cheia de 19/07/2016, o recinto do lobo começou a preencher com centenas de roteadores sem fio de marcas e modelos variados. Todos os roteadores desapareceram quando a lua se pôs. Mais testes foram interrompidos.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License