SCP-400-ARC

avaliação: 0+x

Esta página foi marcada para ser excluída; no entanto, por certas páginas no site dependerem de informação contida neste artigo — normalmente contos ou suplementos — ela foi mantida. O seguinte artigo faz referência a esta página:

Para mais informações sobre SCPs Arquivados, favor checar o FAQ ou a página de SCPs Arquivados.

Item nº: SCP-400-ARC

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-400-ARC está contido em uma sala padrão de 10m x 10m feita de concreto com painéis brancos. A área de contenção é iluminada por 4 lâmpadas halógenas de 110 watts, que devem ser substituídas no momento em que falharem. Um guarda com rotação de 12 horas é colocado do lado de fora da porta, que possui uma fechadura com teclado eletrônico. A porta é feita de aço padrão com uma janela de acrílico na altura dos olhos. A sala é monitorada por quatro câmeras de CFTV, uma em cada canto do teto.

Descrição: SCP-400-ARC parece ser uma caixa telefônica vermelha modelo K6. Descoberto em 19██ em ██████, ███████, foi levado ao conhecimento da Fundação por um agente em férias. Foi imediatamente extraído e levado para a Área de Contenção 25 para estudo. Quando testado, mostrou exibir níveis insignificantes de raios-x, gama e uma forma desconhecida de radiação do aparelho, mas apenas durante o uso. Após vários meses de estudo, foi considerado seguro.

SCP-400-ARC funciona como qualquer outra caixa telefônica vermelha modelo K6, com a exceção de que, se a operadora for discada, o usuário só precisa falar o nome da pessoa que está tentando falar e a qual se conectará sem falta. Este efeito parece funcionar mesmo quando o indivíduo não tem um telefone por perto. Qualquer anormalidade deve ser relatada ao Dr. T. █████.

Adendo 1: Sob nenhuma circunstância, nenhum funcionário deve usar SCP-400-ARC como um brinquedo. Fazer trotes com este SCP é inaceitável. As tentativas de chamar qualquer tipo de figura mitológica, divindade ou outra forma resultarão na eutanásia imediata, se a própria chamada não matá-lo primeiro. - Dr. T. █████

Adendo 2: Devido a vários acidentes, o uso de SCP-400-ARC para contatar os mortos agora requer a supervisão de pelo menos dois indivíduos com autorização de nível 3. Qualquer funcionário que apresentar comportamento errático nesses momentos deve ser submetido a avaliação psiquiátrica, independentemente da autorização.

Adendo 3: Sob nenhuma circunstância os funcionários podem atender o telefone se ele tocar. Se o telefone tocar a qualquer momento, informe o Dr. █████ imediatamente. Se o Dr. █████ não estiver disponível, notifique o Alto Comando no Sítio e bloqueie a área de contenção. Qualquer funcionário, independentemente da autorização, que tentar responder ao SCP-400-ARC sem a permissão do Dr. █████ deve ser imediatamente executado. Aqueles com autorização de nível 3, consulte o Documento #400-1 para obter detalhes.

Addendum 4: Na sequência do incidente da Área de Contenção 23, SCP-400-ARC agora está armazenado em [DADOS EXPURGADOS].

Documento #400-1: [SCP-400-ARC Toca]
[04:06:13] Telefone toca.
[04:07:52] Guarda adentra área de contenção
[04:07:55] Guarda entra na cabine de telefone.
[04:07:57] Guarda atende o telefone.
[04:07:59] O guarda dá seu nome, posto e credenciamento de segurança e pede a identificação do chamador.
[04:08:01] A luz na área de contenção falha.
[04:08:02] Um grito é ouvido, seguido logo por um barulho molhado de estouro.
[04:08:12] Ocorre falha de contenção.
[04:08:13] Falha de contenção ocorre em SCP-███, SCP-███, SCP-████ e [DADOS EXPURGADOS]
[04:08:28] SCP-████ entra em contato com [DADOS EXPURGADOS].
[04:08:29] [DADOS EXPURGADOS]
[04:08:37] Instalação bloqueada. Todos no local mortos.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License