SCP-406

avaliação: 0+x
1066529_0ca423c3.jpg

Entrada oeste de SCP-406.

Item nº: SCP-406

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: A Força-Tarefa Tau-6 está designada a monitorar SCP-406 e processar instâncias de SCP-406-1. Eles devem ter como base uma pequena unidade industrial convertida em um parque industrial próximo, por trás de uma empresa de fachada da Fundação ("Simon's Carpet Paradise").

O ponto de emergência e a entrada oeste de SCP-406 devem ser monitorados por câmeras de circuito fechado de televisão. Luzes e sensores de infravermelho ocultos devem ser instalados para detectar e iluminar instâncias emergentes de SCP-406-1, e roupas de emergência, alimentos não perecíveis e suprimentos básicos de primeiros socorros devem ser escondidos atrás de uma parede de tijolos falsa na parede oposta. Comunicação de áudio bidirecional deve ser habilitada, por meio de microfones e alto-falantes ocultos, entre a Tau-6 e o ponto de emergência, para orientar e instruir as instâncias de SCP-406-1 e para acordá-las, se necessário. O portão da entrada oeste aberta deve ser mantido trancado. Invasores devem ser monitorados e detidos e administrados amnésticos se testemunharem uma instância SCP-406-1.

Instâncias SCP-406-1 devem ser recuperadas por membros da Tau-6 e levadas ao Setor-25, interrogadas, administradas amnésticos e, então, escoltadas até seu ponto de origem. Historias de cobertura fabricadas e/ou amnésticos devem ser usados para explicar a ausência de instâncias SCP-406-1. Todas as instâncias SCP-406-1 devem ser registradas e monitoradas remotamente por um período de 5 anos (anteriormente 20), e detidas se qualquer propriedade anômala se tornar aparente.

Uma proposta de monitorar secretamente os moradores da área de origem para prevenir ou reduzir a frequência de eventos de desaparecimento está atualmente em análise.

Descrição: SCP-406 é um túnel ferroviário desativado de 228 metros de comprimento em Crigglestone, Inglaterra. A entrada leste foi preenchida e está inacessível. A entrada oeste está bloqueada por uma cerca de metal com um portão trancado.

SCP-406-1 são pessoas que emergem por meios desconhecidos através da parede norte interna de SCP-406, em um ponto a 15,3 metros da extremidade fechada do túnel. Instâncias SCP-406-1 invariavelmente estão inicialmente adormecidas e andando eretas, mas a maioria das instâncias acorda naturalmente logo após seu aparecimento, geralmente devido ao choque repentino do ar frio dentro do túnel.

Inspeção inicial e testes do ponto de emergência não foram capazes de identificar quaisquer efeitos anômalos. Testes adicionais do ponto de emergência estão proibidos até novo aviso. Consulte o documento SCP-406-A.

O primeiro evento anômalo conhecido de SCP-406 registrado foi em dezembro de 1981, quando o corpo nu do Sr. █████ ████████, 24, foi encontrado dentro do túnel, tendo morrido de ferimentos na cabeça e exposição após aparentemente ter tropeçado e caído dentro do túnel. Uma tatuagem foi identificada e posteriormente comparada com um relatório de pessoas desaparecidas em Illinois, EUA. Uma instância subsequente de SCP-406-1 foi recuperada com vida em fevereiro de 1982, Srta. ███████ █████, 8, e a natureza anômala do túnel tornou-se aparente. A Fundação tomou conhecimento de SCP-406 neste ponto e estabeleceu procedimentos iniciais de contenção.

Todas as instâncias de SCP-406-1 até o momento se originaram na área geográfica aproximada do Condado de Douglas, Illinois, e uma pequena parte do sul do Condado de Champaign, Illinois, e apareceram em SCP-406 logo após adormecerem. Instâncias de SCP-406-1 não relatam histórias anormais de sonambulismo. Até o momento, nenhuma tentativa de testemunhar ou registrar o desaparecimento de uma instâncias SCP-406-1 de seu ponto de origem foi bem-sucedida. A conjectura atual sugere que o desaparecimento não ocorrerá a menos que não observado. Nenhum SCP-406-1 relatou quaisquer memórias de seu tempo entre adormecer e acordar em SCP-406, e nenhuma tentativa de recuperar memórias foi bem-sucedida.

Até o momento, ███ instâncias SCP-406-1 foram recuperadas. Instâncias SCP-406-1 não são consideradas anômalas. Nenhuma instância SCP-406-1 individual apareceu mais de uma vez.

Documento SCP-406-A:

Em 14 de agosto de 1989, às 17:32 GMT, um evento de emergência ocorreu durante a perfuração exploratória dos materiais da parede no ponto de emergência. Apesar da intervenção médica imediata, a Sra. ████ ████████, 76, morreu no local. Sra. ████████ não possuía nenhum parente vivo conhecido, e os funcionários da casa de repouso onde ela residia receberam amnésticos e uma história de cobertura (insuficiência cardíaca). O técnico █████, encarregado da furadeira na época, também solicitou amnésticos. Isso foi negado. Uma licença foi concedida.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License