SCP-4310
avaliação: +1+x
clearing.jpg

Fig 1.1: Local da descoberta inicial de SCP-4310.

Item N°: SCP-4310

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: Uma única instância de SCP-4310 deve ser mantida dentro de um cercado de crocodilos com uma cultura de solo que imite as florestas temperadas da Grã-Bretanha. Uma vez por semana, cinco leitões vivos devem ser alocados ao recinto.

A Força Tarefa Móvel Lambda-12 ("Controle de Pragas") é responsável pelos avistamentos de SCP-4310; eles devem matar espécimes encontrados na natureza. O Departamento de Análise deve rastrear a literatura infantil britânica atual para livros que referênciam a portais para cenários de fantasia e alertar Lambda-12 de acordo.

Descrição: SCP-4310 É uma espécie anômala de centopéia. Totalmente crescida, seu comprimento total (da cabeça ao ânus) é de aproximadamente 6,5 metros. Ele possui um par de abas de queratina macias e extensíveis capazes de envolver seu corpo (exceto uma parte de sua parte posterior). Quando as ambas estão totalmente estendidas, o segmento posterior exposto de SCP-4310 se assemelha aproximadamente ao rosto de um homem idoso (com o movimento de suas pernas traseiras simulando o movimento da 'boca' e da 'mandíbula').

SCP-4310 é nativo da Grã-Bretanha e de Irlanda. Como a maioria das centopéias, é carnívora e passa a maior parte do tempo cavando no subsolo. Ao caçar, ele se envolve em suas abas de queratina, estendendo a cabeça e a parte posterior do solo (deixando a maior parte do corpo enterrado). Em seguida, ele organiza seus maxilípedes e patas dianteiras em um semicírculo semelhante a uma arcada vertical. Por meio de um mecanismo desconhecido, produzindo uma anomalia espacial que a leva diretamente ao estômago. Assim que a presa entram, a anomalia se fecha; enzimas paralíticas combinadas com ácidos poderosos são usadas para subjugá-los e digeri-los por um período de vários dias. Depois de consumir uma quantidade suficiente de carne, as ocorrências de SCP-4310 frequentemente enterram e hibernam por períodos de até dez anos.

SCP-4310 usa mecanismos para atrair a presa para seu estômago. A primeira é a emissão de um feromônio que induz euforia leve, suprime o medo e estimula a curiosidade em mamíferos de sangue quente. O segundo é um som que também funciona como seu chamado de acasalamento: seu segmento de cauda produz uma série repetitiva de frases reconhecíveis em inglês que se assemelham a um discurso heróico (tipicamente descrevendo uma busca ou profecia que deve ser cumprida entrando na 'arcada'). Essas chamadas duram até três minutos antes de serem repetidas. Embora o canto de cada centopéia seja único, nenhuma variação no canto de uma única centopéia foi registrada durante sua vida. Não está claro como SCP-4310 aprende a produzir esses sons, já que nenhum espécime mostrou mais inteligência do que centopéias comuns.

SCP-4310 foi chamado a atenção da Fundanção em 1950, após uma investigação da Fundação em vários desaparecimentos relatados na cidade de Belfast, Irlanda do Norte. Os agentes notaram a presença de dentes de várias partes desaparecidas em restos de animais descobertos em uma gruta arborizada próxima; a escavação que se seguiu descobriu três ocorrências de SCP-4310 em hibernação, juntamente com pilhas de queda contendo os ossos de mais de setenta crianças.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License