SCP-435
avaliação: 0+x

Item nº: SCP-435

Classe do Objeto: Keter

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-435-1 deve ser mantido em uma instalação de depósito seguro que forneça constantemente a SCP-435-1 um mínimo de 1000 lux de iluminação. A iluminação deve ser fornecida por lâmpadas redundantes operando com pelo menos três fontes de energia paralelas e independentes fornecendo geradores e baterias de reserva. Testes de integridade do sistema de iluminação devem ser realizados diariamente. Além disso, duas unidades móveis capazes de transportar SCP-435-1 devem permanecer em espera no caso da Contingência 435-XK-Alfa ser ativada. Nenhum outro procedimento de proteção especial é necessário para examinar ou testar SCP-435-1, mas pesquisa só pode ser conduzida em SCP-435-1 com aprovação por escrito do O5.

No nível do solo, um perímetro seguro deve ser mantido por 50 km ao redor de SCP-435-2. Uma zona de exclusão aérea de 125 km deve ser mantida no espaço aéreo ao redor de SCP-435-2. Pelo menos duas aeronaves da Fundação e uma estação terrestre móvel devem monitorar o tamanho e a posição de SCP-435-2 o tempo todo. Se o monitoramento detectar qualquer crescimento de SCP-435-2, ou qualquer movimento de SCP-435-2 relativo a SCP-435-1 por um período superior a 90 segundos, as equipes de observação devem iniciar a Contingência 435-XK-Alfa. Nenhum funcionário deve se aproximar a menos de 100 metros de SCP-435-2, e equipes de segurança da Fundação estão autorizadas a tomar qualquer medida para evitar tal contato. Nenhuma pesquisa ou teste é autorizado em SCP-435-2 sem orientação O5 explícita.

Descrição: SCP-435-1 é um meteorito de ferro tipo III pesando aproximadamente ██,███ kg, apresentando desgaste significativo. Análises espectroscópicas e químicas mostram uma composição de acima de 99% de ferro, que em densidades normais só representaria ██% do peso medido. A idade não foi determinada, mas análises de intemperismo sugerem que ele está exposto à atmosfera há pelo menos ██,███ anos.

SCP-435-2 é um objeto de formato irregular que atualmente tem dimensões aproximadas de 15 m x 12 m x 48 m. SCP-435-2 aparece um pouco borrado no espectro visível, mas imagens aprimoradas por computador em múltiplos espectros mostraram uma estrutura complexa mostrando uma simetria tripla ao longo do eixo longitudinal. Estendendo-se a partir do eixo estão estruturas semelhantes a tubos longos que compartilham características tanto com organismos biológicos (em particular, com os cefalópodes da ordem Teuthida) quanto com modelos matemáticos de fractais de ordem superior. Essas estruturas mostram movimentos ondulantes mesmo quando SCP-435-2 está estacionário. SCP-435-2 não parece ter massa ou inércia, e parece apenas ser visível devido à refração da luz que passa por ele e por causa de [DADOS EXPURGADOS] resultando em radiação Cherenjov de intensidade variável. Qualquer objeto físico com massa que entre em contato com SCP-435-2 sofrerá uma mudança instantânea na velocidade e direção para longe de SCP-435-2 sem qualquer perda de energia. Isso aparentemente é causado por ser refletido por uma dimensão de ordem espacial superior. Se a massa afetada estiver no estado sólido, essa reflexão causará uma mudança na topologia que pode resultar em uma inversão (virar do avesso), uma reflexão (espelhamento de toda ou parte da estrutura física), ou um [DADOS EXPURGADOS] e altos níveis de radiação gama.

Devido a essas características, atualmente é impossível afetar SCP-435-2 diretamente com quaisquer meios atualmente à disposição da Fundação. No entanto, ele pode ser movido indiretamente movendo SCP-435-1. SCP-435-2 mantém uma posição fixa em relação a SCP-435-1, desde que SCP-435-1 esteja suficientemente iluminado. (A posição atual de SCP-435-2 é ███ km a noroeste de SCP-435-1 em um vetor de ██° acima do horizonte; cerca de ████ acima do nível do mar.) Movimentos de SCP-435-1 fazem com que SCP-435-2 se mova uma quantidade proporcional, mantendo uma distância e direção fixas.

Se SCP-435-1 deixar de ser suficientemente iluminado por um período de tempo superior a 8.3 µs, o comportamento de SCP-435-2 mudará. SCP-435-2 entrará em um estado ativo e começará movimentos erráticos aleatórios orbitando a localização de SCP-435-1. A distância média de SCP-435-1 aumentará e o volume aparente de SCP-435-2 também aumentará. A taxa de aumento na distância e no tamanho parece sofrer uma progressão geométrica ao longo do tempo, e nenhuma diminuição já foi observada. Esse comportamento cessará quando SCP-435-1 for novamente suficientemente iluminado, ponto em que SCP-435-2 cessará o movimento no local em que estiver no momento e permanecerá ali fixo em relação a SCP-435-1. O limite para este efeito atualmente parece estar entre 500 e 650 lux, e parece que este limite pode aumentar em aproximadamente ██% sempre que SCP-435-2 entra em um estado ativo.

Devido à interação de SCP-435-2 com matéria normal, um estado ativo é considerado extremamente perigoso. Passar por grandes volumes de ar em velocidades superiores a 500 m/s aumenta drasticamente os níveis de radiação e, se SCP-435-2 cruzar água ou qualquer massa de terra [DADOS EXPURGADOS]. Qualquer estado ativo com duração superior a 90 segundos constitui um potencial cenário de fim-do-mundo classe-XK e requer o início da Contingência 435-XK-Alfa.

Adendo 1: Notas de Recuperação de SCP-435

Adendo 2: Entrevista com um dos Anciões da Aldeia evacuados de █████ pelo Corpo de Engenheiros do Exército dos EUA em fevereiro de 195█.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License