SCP-442
avaliação: 0+x

Item nº: SCP-442

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-442 deve ser mantido longe de seu proprietário atual em um contêiner seguro até ser usado para teste. O atual proprietário deve ter um testamento deixando SCP-442 para um funcionário classe-D. Ao proprietário é garantida a suspensão de seu extermínio. Caso o classe-D listado no testamento do atual proprietário seja exterminado ou invalidado para a propriedade de SCP-442, um novo testamento deve ser escrito na próxima oportunidade disponível.

Descrição: SCP-442 é um relógio de bolso folheado a ouro com três (3) centímetros de diâmetro com ponteiros que mostram as horas e os minutos. Ao longo da borda do relógio, uma inscrição diz: "Para meu bom amigo, uma mão amiga." Embora não tenham sido encontradas soldagens aparentes que permitam que SCP-442 seja aberto sem danificá-lo, varreduras do interior de SCP-442 não revelaram nada de incomum em seu funcionamento.

Enquanto SCP-442 estiver com corda, ele se ajustará para a hora correta. Cruzar fusos horários ou dar corda em SCP-442 enquanto ele exibe um horário incorreto resulta em SCP-442 fazendo movimentos rápidos para se ajustar. O proprietário de SCP-442 recebe conhecimento intrínseco do tempo e pode recitar o tempo exato com uma precisão arbitrária, contanto que SCP-442 permaneça em sua pessoa. Além disso, o proprietário de SCP-442 nunca se atrasará, desde que o relógio permaneça com corda e em sua pessoa. Quando SCP-442 é deixado sem corda ou é removido da pessoa do proprietário, o proprietário não será capaz de ser pontual. A gravidade dos incidentes que causam isso aumentam conforme SCP-442 é deixado sem supervisão, invariavelmente se tornando fatal em uma semana. A propriedade de SCP-442 passa por meios normais e pode ser vendida ou oferecida a terceiros. SCP-442 nunca foi deixado sem dono; a morte do proprietário anterior resulta na transferência instantânea de SCP-442 para um novo proprietário. Um testamento deixando SCP-442 a alguém próximo ao proprietário anterior após sua morte nunca deixou de vir à tona; tentativas de impedir a existência de um testamento tiveram as mesmas falhas que as tentativas de atrasar o proprietário de SCP-442. O novo proprietário fica imediatamente ciente da existência de SCP-442 e é atraído por ele, embora os efeitos de possuir o relógio apenas se manifestem após o contato inicial com SCP-442.

SCP-442 foi trazido ao controle da Fundação por J████ S████, um técnico júnior que trabalhava no Sítio 19 quando ele o herdou como uma herança de família. Os superiores de S████ notaram uma mudança imediata em seus hábitos de trabalho após ter recebido SCP-442; S████ tinha uma reputação anterior por sua falta de habilidades de gerenciamento de tempo e era regularmente repreendido por chegar atrasado em sua estação. Quando questionado por Dr. J██████, S████ mostrou SCP-442 ao Dr. J██████ e disse que ele era um "amuleto da sorte." Ele então contou ao Dr. J██████ pedaços da tradição familiar associada a SCP-442 que experimentos posteriores revelariam serem em grande parte verdadeiras. Testes foram realizados para confirmar o status de SCP, após os quais seu histórico de inofensividade foi citado e S████ foi autorizado a manter posse de SCP-442 na condição de deixá-lo em um testamento à Fundação em sua morte. S████ foi sujeito a observação e avaliação psicológica regular durante sua posse de SCP-442, durante a qual outros efeitos de SCP-442 foram descobertos.

Propriedade estendida de SCP-442 lentamente reescreve a personalidade do sujeito. Dentro de dois anos, independentemente da atitude anterior, o proprietário exibe um autocontrole incomumente alto e reage a situações rapidamente. O controle motor de S████ aumentou dramaticamente durante este período, atingindo 99 percentil em todos os testes na marca de dois anos. Durante esse mesmo período, o proprietário ficará cada vez mais irritado com o atraso; S████ rempeu relações com vários amigos devido a infrações cada vez menores. Após uma década de posse de SCP-442, J████ S████ havia mudado completamente. Embora S████ demonstrasse um nível de profissionalismo louvável de qualquer membro da equipe SCP, sua vida privada sofreu tremendamente. Incapaz de tolerar atrasos, S████ afastou todos os seus amigos e foi diagnosticado com depressão clínica. Depois que S████ cometeu suicídio, O5-█ assumiu propriedade e a teve transferida para ele. Um funcionário classe-D então foi escolhido para experimentos e recebeu SCP-442.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License