SCP-476
avaliação: 0+x

Item nº: SCP-476

Classe do Objeto: Seguro

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-476 deve ser mantido em um armário de itens preciosos padrão. Durante experimentos, um funcionário de autorização de nível-2 deve estar presente o tempo todo para evitar que o item seja usado para escapar. Uma lista de locais que devem ser monitorados regularmente é encontrada no documento 476-██.

Descrição: SCP-476 é um Atlas Rodoviário Canadense Rand McNally de 60 páginas publicado em 2006 (ISBN 0-88640-███-█) pela Corporação Cartográfica Canadense. Após uma análise mais detalhada, revela-se que ele contém um grande número de anomalias, como locais que não existem, locais ausentes, locais colocados no lugar errado e locais com nomes incorretos. Índices e o gráfico de distâncias são consistentes com os mapas anômalos. Uma lista provisória de anomalias pode ser encontrado no documento SCP-476a.

Usando o mapa, é possível chegar a cada um dos locais. Se for feita uma tentativa de continuar em direção a um local sem consultar regularmente o mapa, os usuários não encontrará o local inexistente e retornarão à geografia "normal". Pessoas que habitam os locais (se houver) parecem totalmente alheias à ausência deles em mapas normais, incluindo aqueles à venda nos próprios locais, desconsiderando-os como "desatualizados". Elas sempre parecem dispostas a convencer recém-chegados a se estabelecerem lá.

Dispositivos de rastreamento e GPS sistematicamente falham durante o uso de SCP-476, assim como a maioria dos métodos de comunicação, exceto telefones fixos e correio normal. Telefones fixos, no entanto, não podem ser rastreados e, embora se saiba que correspondências enviadas de locais inexistentes chegam ao destino pretendido, selos nos itens geralmente mostram que elas nunca passam pelos sistemas de Correios do Canadá em nenhum momento. Pessoas ativamente seguindo um usuário de SCP-476 serão afetadas normalmente, mas outros terceiros irão simplesmente relatar que perderam o usuário de vista em algum ponto, o que acontecerá sistematicamente se contato visual direto com os usuários for perdido. Os efeitos anômalos do SCP parecem estar fisicamente conectados à representação física que o atlas constitui: cópias e duplicação eletrônica dos dados falham em exibir quaisquer propriedades anormais.

É possível usar SCP-476 com qualquer meio de transporte, e fotos aéreas de locais anômalos já foram produzidas.

Relatório de incidente 476-08d: Em ██/██/19██, durante um sobrevoo do inexistente "Aeroporto Internacional de Gander-Glenwood" (YGG/CYGG; SCP-476 não mostra o Aeroporto Internacional de Gander), um avião na pista foi notado. Análise dos números de série do avião revelou que se tratava de um avião da Air Malta (cauda número OB-1███) que desapareceu em rota sobre o Oceano Atlântico em █████████ ██, 1990. Nenhum dos passageiros ou seus pertences puderam ser localizados, e o aeroporto estava, como todas as vezes que havia sido explorado anteriormente, aparentemente abandonado.

Adendo 03: Dr. ██████████ descobriu SCP-354 marcado no atlas em texto vermelho pequeno. A legenda é feita de caracteres cirílicos e se traduz em coisas sem sentido. Várias ruas convergem na localização de SCP-354, todas elas inexistentes na geografia "normal".

Adendo 04: Solicitação para usar SCP-476 para estabelecer instalações secretas adicionais negada. Muito arriscado que os locais possam se tornar inacessíveis. Além disso, não é possível se comunicar com essas instalações. O5-█

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License