SCP-507
avaliação: +2+x

Item nº: SCP-507

Classe do Objeto: Seguro

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-507 é permitido acesso livre da instalação, obviamente barrando qualquer coisa que possa brechar a segurança ou protocolos. Em qualquer momento que SCP-507 deixar seus quartéis privados, ele precisará ser acompanhado por um agente, a este ponto em maior parte para se assegurar de que ele não "desloque" sem o conhecimento da instalação. SCP-507 não deve ser tocado fisicamente se tiverem passado mais de duas semanas desde seu último "deslocamento"; o risco inerente em desobedecer este protocolo faz da ação sua própria punição, caso o problema de medidas disciplinares seja levantado.

Quando SCP-507 sofre um deslocamento, instalações serão informadas a se manterem atentas a sua eventual reaparição. O objeto também possui um dispositivo de rastreio implantado nele e uma checagem de sinal diária deverá verificar se SCP-507 retornou ou não de sua viagem. Se ele reaparecer dentro ou próximo da instalação, SCP-507 retornará a seus quarteis por si mesmo; caso contrário, um time de recuperação de três agentes de traje simples devem ser mandados para providenciar transporte de volta. Após returno bemsucedido, SCP-507 pode ser sujeito a vários testes físicos até duas semanas após cada shift.

É de se notar que SCP-507 é permitido um computador com conexão a Internet (por via de proxy, que limita estritamente qual informação pode ser enviada e para onde) em seu quarto, e pode solicitar usar/encontrar com/agir como um sujeito de testes para SCPs Seguros e Euclídeos que não afetam funções mentais negativamente ou carregam uma característica infecciosa. Isso é resultado do registro persistentemente limpo de SCP-507 e a implicação de que caso SCP-507 fosse, em qualquer momento, causar um vazagemto de informação, ele teria usado seus poderes de falsa-teleportação para já ter feito o mesmo. Também é de se considerar que SCP-507, na verdade, tenha traços físicos abaixo do padrão, e que mesmo em cenários de piores casos, qualquer agente SCP poderia ser mais que capaz de executar uma ordem de terminação.

Descrição: SCP-507 aparentemente é um homem caucasiano, com cabelo loiro e olhos verdes, não apresentando características mais notáveis além de ser levemente acima do peso e falar com um acento vago de origem discutível. Apesar de SCP-507 ter um nome preestabelecido devido a sua criação indestacável, ele aparenta encontrar entretenimento em forçar aqueles que encontra a darem um apelido no lugar de divulgar tal informação. Logo, SCP-507 agora responde aos nomes Tommy, Steve, Bruto, Guy, Houdini e Grabnok o Destruidor.

SCP-507 foi originalmente recuperado do asilo ████ ██, onde patrulhamento padrão seguinte de repetidas tentativas de escape bemsucedidas levaram suas habilidades à luz. Todos os registros deste incidente foram confiscados e SCP-507 foi levado em custória sob a pretensão de movê-lo para uma instalação mais segura.

A teoria original era de que SCP-507 possuía alguma forma de habilidade de teleportação, já que ele repentinamente desaparecia e eventualmente reaparecia em uma localização diferente. Entrevistas subsequentes com o sujeito verificaram que sua habilidade poderia ser usada de tal modo, mas isto era meramente um efeito colateral de sua aflição principal. SCP-507 acredita que durante seu período de "desaparecimento" ele, na verdade, é realocado para uma realidade alternativa aleatória; a paisagem geralmente continua a mesma mas os habitantes e clima do mundo paralelo frequentemente não se mantém. SCP-507 também insiste que não tem controle sob o tempo e duração destes deslocamentos; isto foi mais ou menos confirmado pelo sujeito ser conhecido por "realocar" em momentos incovenientes como no meio de sua fala, enquanto dorme ou mesmo enquanto usa instalações públicas no local. Se SCP-507 se mover no mundo alternativo, o deslocamento eventual irá, então, botá-lo no lugar que corresponde à área em nossa realidade. Uma lista-amostra de realidades alternativas descritas por SCP-507 pode ser encontrada no Documento 507-00.

Mentalmente, SCP-507 não apresenta desvios do perfil psicológico de uma pessoa normal. Ele confessou ter um grande interesse no paranormal e mitológico, o que levou diretamente a sua eventual permissão a interagir com SCPs relativamente sem perigo. SCP-507 gosta especialmente de se encontrar com outros SCPs sencientes, a ponto de solicitar, uma vez, um pequeno período de "férias" para visitar SCP-082. O pedido foi eventualmente permitido após imploração persistente de SCP-507 e o encontro foi felizmente bemsucedido.

Documento #507-00: Uma lista-amostra de supostas viagens extradimensionais de SCP-507, junto a qualquer demanda feita pelo mesmo após retornar.

Sujeito chegou em escuridão completa, levando-o a assumir que a atual localização era interna ou subterrânea. Após vaguear afim de encontrar uma possível saída, sujeito ouviu um som similar a uma respiração abafada próxima. Sujeito então decidiu se encolher no canto mais próximo e "esperar até acabar" em vez de arriscar um confontro às cegas com uma criatura desconhecida.

  • Pedido: Uma lanterna padrão, que agora carrega sempre em sua posse.

Sujeito apareceu em uma réplica da instalação, apesar desta aparentemente cair em desuso. Exploração mais adiante levou a descoberta de vários cadáveres espalhados pela área, todos bastante decaídos e cobertos por um tipo estranho de mofo. Após notar que os "corpos" aparentavam se expandir e contrair de modo rítmico como se continuassem a respirar, sujeito tentou deixar a instalação. Esta ideia foi rapidamente descartada quando abriu uma saída e viu que o mundo externo aparentemente estava coberto com o mesmo crescimento estranho.

  • Pedido: Doses fortes de voriconazol e um especialista fungal, para ajudar a verificar a natureza do mofo. Nenhuma combinação exata do mofo descrito foi encontrada, mas notou-se que diversos atributos se encaixavam com certos tipos de Cordyceps Fungi. [Ver Adendo 507-02]

Após reaparecer, sujeito foi relatado murmurando "Tantas aranhas." Sujeito recusou elaborar.

  • Pedido: Uma arma de mão de qualquer tipo. Pedido concedido sob a estipução de que tal arma seria construída especificamente para usar apenas balas de borracha.

Sujeito novamente apareceu em uma localização completamente escura com respiração próxima. Após ligar sua lanterna, sujeito se surpreendeu por um homem usando um terno preto e óculos, com um sorriso impossivelmente grande. Tal "Homem Sorridente" aparentemente estava se aproximando de SCP-507 quando a luz foi acesa, o resultado final sendo que seus rostos estavam quase tocando. Homem Sorridente então, notou, "Voltando tão cedo?", antes que o sujeito desligasse a luz novamente, descarregasse todas as balas de sua arma na direção próxima do homem e novamente se encolhesse no canto mais próximo até realocar de volta a nossa realidade.

  • Pedido: Nenhum.

Aqueles com Credencial de Segurança Nível 2 podem ler uma lista completa acessando o documento #507-3B

Aqueles com Credencial de Segurança Nível 2/507 também devem ver Entrevista 507-G para evidência de uma realocação particularmente notável.

Adendo 507-00: Agente ████ desapareceu em [EXPURGADO] ao mesmo tempo que SCP-507. Uma procura em grande escala foi executada para encontrar qualquer um deles, apenas para SCP-507 aparecer uma semana depois. Quando questionado, disse que ████ estava segurando seu ombro quando se realocou, levando ambos a aparecer em uma realidade alternativa onde [EXPURGADO]. Durante o caos seguinte, SCP-507 perdeu contato com ████ e não pode localizá-lo antes de realocar de volta a realidade "padrão". Um novo protocolo foi aplicado em luz disso – ninguém deverá entrar em contato físico com SCP-507 após duas semanas seguintes de uma realocação. Reavaliação de incidentes prévios mostrou que sempre houveram duas semanas entre cada, logo este período de tempo será o único período "seguro" para tocar SCP-507 até aviso futuro.

Adendo 507-01: Não ligo o quanto ele resmungue sobre isso; SCP-507 não deve ser permitido a desafiar SCP-706-2 para cinquenta turnos de amarelinha. Apenas… não. -Dr.███

Adendo 507-02: Fungo encontrado por SCP-507 aparenta ser similar ao resultante da experimentação com SCP-407.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License