SCP-511
avaliação: +2+x
Gatos

SCP-511 e dois SCP-511-1

Item n°: SCP-511

Classe de Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: Sempre que alguma instância de SCP-511 for identificada, a residência afetada deve ficar sob quarentena e deverá receber consecutivamente a definição de sítio.

Com exceção de uma entrada principal, sítios contendo SCP-511 deverão ter todos seus pontos de entrada ou de saída permanentemente selados com matérias de construção. A entrada principal permanecerá trancada à todo momento. A entrada é autorizada a funcionários da Fundação com autorização de nível 3 ou superior. Todos os sítios de SCP-511 deverão estar equipados com equipamentos de monitoramento remoto, possibilitando vigilância 24 horas e rastreamento contínuo dos números de SCP-511-1 habitando o sítio.

Em todo momento, um (1) funcionário Classe-D deverá residir no sítio. Esse funcionário é isento da terminação mensal, enquanto estiver designado a essa função.
Candidatos para esta função deverão ser administrados por exclusivamente um grupo de mulheres pós menopausa com uma classificação global de demência clínica de 2 ou superior (Nota: Devido a natureza exclusiva desse grupo, O5-█ tem aprovado recrutamento através de hospícios e/ou lar de idosos, caso seja necessário. Ler: Incidente I-511-11).

A quantidade de indivíduos na população de SCP-511-1 deve permanecer na faixa de 50 à ███ indivíduos. Abaixo desta faixa, felis domesticus adultos devem ser introduzidos no sítio para aumentar os níveis mínimos para a população se manter. Caso a população exceda a faixa de ███ indivíduos, indivíduos deverão ser abatidos imediatamente. Qualquer SCP-511-1 encontrado fora da contenção do sítio devem passar por eutanásia e posteriormente incinerados.

Qualquer material biológico que for retirado da contenção do sítio para testes deverá ser manuseado de acordo com os protocolos padrões de risco biológico de nível 4. Todos os espécimes devem ser incinerados após os testes terem sido completos. Antes de entrarem em contato com qualquer material da contenção, funcionários devem ser vacinados para gripe, hepatite A, hepatite B, ████████ █, tétano, encefalite transmitida por carrapatos e ███████ ██████. Exames médicos completos devem ser realizados por todos os funcionários que trabalham com SCP-511.

Descrição: Casos de instâncias de SCP-511 tipicamente ocorrem em estruturas residênciais com uma fundação em bloco ou pedra que inclue um porão ou algum outro local subterrâneo. Todas as tentativas de remover uma instância de SCP-511 do local tem sido ineficazes (Ler: Interrogatório 511-A)

SCP-511 é sempre associado com uma colônia de felis domesticus selvagens (gato doméstico comum). Membros desta colônia são designados como SCP-511-1.

SCP-511 é uma massa de material biológico que possui a forma de um grande felino, possuindo diversos membros extras, como: olhos, bocas e outros órgãos. O objeto tipicamente é visto coberto por sujeira, sangue e matéria fecal, deixando sua pelagem aparentar ser preta, apesar de não ser sua coloração real (testes demonstraram que a pelagem de SCP-511, é na verdade, retalhos aleatórios em diversos padrões, cores e comprimentos, todos sendo de pele de felinos). A massa de SCP-511 varia de 10 kg à 50 kg, aproximadamente em proporção ao número de SCP-511-1 em associação à colônia. O tecido que compõe essa massa, consiste primariamente de SCP-511-1 mortos. A porção da massa de SCP-511 que não consiste de SCP-511-1, consiste de outras biomassas, tais como: pequenos roedores, diversos tipos de matéria vegetal, insetos e larvas de insetos, mofo preto, um [DADOS EXPURGADOS] humano. Incorporação de tecido morto em SCP-511 parece não retardar o processo natural de decaimento. Diferentes áreas de SCP-511 sofrem de diferentes estágios de biodegradação à todo momento; algumas áreas apresentam um pouco mais do que lucidez, enquanto outras áreas apresentam liquefação de tecidos (Nota: Pesquisas tem demonstrado que SCP-511 produz um som de "ronronar". Testes tem demonstrado que esse som não é originário de SCP-511, mas sim de insetos, muitas vezes sendo moscas presas dentro da massa — Dr. A. ████).

SCP-511 prefere habitar espaços escuros relativamente úmidos, tais como porões e outros locais semelhantes.
O objeto continuamente vasculha áreas que habita em busca de novas biomassas para incorporar em si mesmo, movendo e expelindo biomassa que perde utilidade conforme decaem.

Exemplares de SCP-511-1 relembram um felis domesticus ordinário que sofreu de negligência. Tais demonstram um corpo com condições corporais de 2 ou 1, independentemente da quantidade de comida disponível. É comum que haja úlceras na pele de instâncias de SCP-511-1, assim como infestações de parasitas, tumores e várias infecções virais e bacterianas (SCP-511-1 são conhecidos por transmitirem uma cepa particularmente virulenta de ███████ ██████). Um SCP-511-1 típico não apresenta nenhum interesse em se arrumar e possui pelagem desigual e emaranhada. É pouco claro sobre até que ponto as condições físicas de SCP-511-1 é um resultado da influência de SCP-511 e até que ponto suas condições são resultado do seu estilo de vida subótima.

Tem sido feitas diversas observações de um SCP-511-1 recuperando biomassa de um lugar desconhecido e levando para SCP-511 para que incorpore a biomassa.

Adendo 1: Incidente reportado da contenção do Sítio-511-█

Adendo 2: Entrevista com Agente ████████, sobrevivente da quebra de contenção no Sítio-511-47

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License