SCP-540
avaliação: 0+x

Item nº: SCP-540

Classe de objeto: Seguro

Procedimentos Especiais de Contenção: Todas as instâncias de SCP-540 devem ser tratadas e armazenadas de acordo com os protocolos padrão para munições reais não anômalas semelhantes, com a exceção de que todos os locais que abrigam SCP-540 devem ser equipados com um sistema de sprinklers suspenso secundário capaz de encharcar qualquer sala com o composto herbicida H-540-IB9-4LM a uma profundidade de 10 cm em menos de 90 segundos.

Todos os arsenais que contêm SCP-540 devem estar localizados a um mínimo de 15 metros abaixo do solo, com áreas de monitoramento e de testes localizadas acima do solo como parte do Sítio 74-A. Um sítio secundário, designado como Sítio 74-B, está localizado a 117 km de distância e deve manter uma esquadra de aeronaves de combate a incêndios, incluindo não menos que 10 aviões de combate. No caso de uma brecha de contenção parcial ou total de SCP-540 afetando mais de 0,5 km² de terra acima do solo, esta esquadra deve ser carregada com uma variedade de desfolhantes e herbicidas, incluindo o Agente Laranja e soluções de clorato de sódio, e prosseguir com a inundação de todas as áreas afetadas por SCP-540.

Descrição: SCP-540 é uma coleção de munições explosivas da era soviética de vários fabricantes. Todas as instâncias podem ser detonadas da mesma maneira que os exemplos não anômalos e explodir com força e poder semelhantes. No entanto, aproximadamente 35-37 segundos após a detonação, uma massa vegetal crescerá rapidamente para cobrir a maior parte da área danificada1. A taxa de crescimento inicial da vida da planta está positivamente correlacionada ao poder do explosivo de origem, mas retorna ao normal para espécies de plantas após aproximadamente 90 segundos. Atualmente, há █████ instâncias de SCP-540 em posse da Fundação e um número desconhecido fora do controle da Fundação.

SCP-540 foi descoberto em um depósito de munições abandonado perto de █████, Ucrânia em ██/██/1999 após investigação de relatos de uma quantidade incomum de plantas não nativas aparecendo nas áreas ao redor dentro de um curto período de tempo. Na época da descoberta, o depósito havia sofrido roubos significativos, com apenas uma parte do arsenal intacto. Os testes iniciais das munições recuperadas do depósito indicam que apenas aproximadamente 30% das munições eram realmente instâncias de SCP-540. No entanto, as instâncias de SCP-540 são indistinguíveis de munições não anômalas e foram dispersas aleatoriamente entre as munições não anômalas encontradas no depósito de origem. Assim sendo, todas as munições recuperadas foram designadas SCP-540 como forma de precaução. As instâncias em contenção variam de granadas de mão a um único dispositivo nuclear semelhante a uma versão modificada da Czar Bomba, com energia mínima estimado de 75 megatons. Com base na análise atual, prevê-se que caso este dispositivo nuclear possua propriedades anômalas, sua detonação resultaria em um cenário de estufa hostil de classe-GK em um mínimo de um terço das terras habitáveis em todo o mundo.

As tentativas de desarmar instâncias de baixo rendimento de SCP-540 para análise resultaram em detonação prematura e crescimento da planta resultante em aproximadamente 50% de todas essas tentativas. As instâncias que foram desmontadas com êxito, depois remontadas e detonadas, não exibiram nenhuma propriedade anômala.

Trechos de Registro de Teste:
Teste de Artilharia Plantas Resultantes
Granada de Mão RGO 3,1 m² de dentes-de-leão (Taraxacum officinale) totalmente florescidos
Mina terrestre PFM-1 (enterrada) 12,8 m² de junco-dos-marismas (Cladium mariscus) medindo, em média, 2,2m em altura
9K115-2 Míssil antitanque Metis-M Um único espécime de carvalho negro (Quercus kelloggii), altura 17 m, diâmetro 0,96 m
Míssil balístico tático OTR-23 Oka 9M714K (detonado sem lançamento) Floresta de abeto de Douglas (Pseudotsuga menziesii), cobrindo 19,3 ha (193000 m²)
Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License