SCP-5514
/* ---------------------------------
War on All Fronts (Black Highlighter)
2020 Wikidot Theme
Created by stormbreath
Header image created by EstrellaYoshte
--------------------------------- */
 
/* -------------- ROOT -------------- */
@import url('https://fonts.googleapis.com/css?family=Saira+Stencil+One&display=swap');
 
:root:lang(pt-br) {
    /* S-CSS-P Integration */
    --theme-base: "black-highlighter";
    --theme-id: "woaf-bhl";
    --theme-name: "War on All Fronts Theme (BHL)";
 
    /* Header */
    --logo-image: url("https://scp-wiki.wdfiles.com/local--files/theme%3Awar-on-all-fronts-bhl/mksjr3.png");
    --header-title: "Guerra em Todas as Frontes";
    --header-subtitle: "Vamos Precisar de um Barco Maior";
 
    /* Typefaces */
    --header-font: 'Saira Stencil One', cursive;
    --title-font: 'Saira Stencil One', cursive;
 
    /* Standard Colors */
    --white-monochrome: 245, 245, 245;
    --pale-gray-monochrome: 235, 235, 235;
    --pale-accent: 60, 40, 230;
    --bright-accent: 5, 0, 133;
    --medium-accent: 44, 46, 100;
    --dark-accent: 15, 3, 100;
    --alt-accent: 17, 102, 221;
    --deepsea: linear-gradient(to bottom,rgb(0,0,101),rgb(23,0,82),rgb(0,0,0));
 
    /* Header Gradients */
    --gradient-header: var(--deepsea);
    --diagonal-stripes: none;
 
    /* Other Variables */
    --rating-module-bg-color: var(--pale-gray-monochrome);
}
 
#side-bar {
    --sidebar-links-text: 173,171,181;
    --sideblock-heading-text-color: var(--white-monochrome);
}
 
/* -------------- HEADER -------------- */
#header h1 a:before,
#header h2 span:before {
    color: rgb(173,171,181);
    font-variant: small-caps;
}
 
#top-bar div.top-bar > ul > li > ul,
#top-bar div.mobile-top-bar > ul > li > ul {
     background-image: var(--deepsea);
}
 
/* -------------- SIDE-BAR -------------- */
#side-bar {
    background-image: var(--deepsea);
    background-attachment: fixed;
    background-size: unset;
}
 
#side-bar div.menu-item a:hover {
    background-color: rgba(173,171,181,.15);
    color: white;
}
 
#side-bar div.menu-item a:before,
#side-bar div.menu-item a:hover:before {
    background-color: rgba(173,171,181,.25);
}
 
#side-bar .side-block.media,
#side-bar .side-block.resources {
    background: transparent !important;
}
 
#side-bar .heading p,
#side-bar .side-block > .collapsible-block .collapsible-block-link {
     font-family: var(--header-font);
     font-weight: initial;
}
 
#side-bar div.scpnet-interwiki-wrapper {
    filter: hue-rotate(60deg) invert(1) brightness(0.7);
}
 
#side-bar::-webkit-scrollbar-track {
    background-image: var(--deepsea);
}
 
#side-bar::-webkit-scrollbar,
#side-bar::-webkit-scrollbar-thumb,
#side-bar::-webkit-scrollbar-corner {
    border-color: rgba(71, 79, 107, .6);
}
 
/* -------------- BODY -------------- */
#page-title {
     color: rgb(var(--medium-accent));
     border-color: rgb(var(--medium-accent));
     text-align: center;
}
 
.rate-box-with-credit-button .page-rate-widget-box .cancel {
     border-top: 0 !important;
     border-bottom: 0 !important;
}
 
#page-content .rate-box-with-credit-button, .page-rate-widget-box {
     background-color: rgb(var(--rating-module-bg-color)) !important;
}
 
.close-credits,
.credit-back {
     filter: hue-rotate(260deg);
}
 
#page-content .modalbox {
    box-shadow: 0 2px 6px rgba(0, 0, 100,.5);
    background: linear-gradient(
        rgb(200,200,200) 51px,
        rgb(240,240,240) 51px,
        rgb(240,240,240)) !important;
}
 
.info-container {
    --barColour: #336;
}
 
.anom-bar-container {
     --title-font: Poppins, sans-serif;
}
 
blockquote,
div.blockquote {
    background: rgb(var(--pale-gray-monochrome));
}
 
div.woaf-hr {
     height: .3em;
     background: linear-gradient(to right,
         rgb(0,0,0),
         rgb(23,0,82),
         rgb(0,0,101),
         rgb(23,0,82),
         rgb(0,0,0));
     margin: 1em 0;
     border-radius: 5px;
}
 
div.woaf-hr p,
div.woaf-hr ul {
    display: none;
}
 
#footer a,
#footer a:visited {
     color: white;
}
:root {
    --timeScale: 1;
    --timeDelay: 0s;
}
 
/* Converting middle divider from box-shadow to ::before pseudo-element */
.anom-bar > .bottom-box { box-shadow: none!important; }
.anom-bar > .bottom-box::before {
    position: absolute;
    content: " ";
    width: 100%;
    height: 0.5rem;
    background-color: rgb(var(--black-monochrome, 12, 12, 12));
    transform: translateY(-0.74rem);
}
 
/* DIVIDER */
.anom-bar > .bottom-box::before {
    animation-name: divider;
    animation-duration: calc(0.74s * var(--timeScale));
    animation-delay: calc(0.1s * var(--timeScale) + var(--timeDelay));
    animation-iteration-count: 1;
    animation-timing-function: cubic-bezier(.32,.38,.39,.94);
    animation-fill-mode: backwards;
}
 
/* CLASSIFIED LEVEL BARS */
div.top-center-box  > * {
    animation-name: bar;
    animation-duration: calc(0.45s * var(--timeScale));
    animation-iteration-count: 1;
    animation-timing-function: ease-out;
    animation-fill-mode: backwards;
}
div.top-center-box > :nth-child(1) { animation-delay: calc(0.2s * var(--timeScale) + var(--timeDelay)); }
div.top-center-box > :nth-child(2) { animation-delay: calc(0.32s * var(--timeScale) + var(--timeDelay)); }
div.top-center-box > :nth-child(3) { animation-delay: calc(0.45s * var(--timeScale) + var(--timeDelay)); }
div.top-center-box > :nth-child(4) { animation-delay: calc(0.61s * var(--timeScale) + var(--timeDelay)); }
div.top-center-box > :nth-child(5) { animation-delay: calc(0.75s * var(--timeScale) + var(--timeDelay)); }
div.top-center-box > :nth-child(6) { animation-delay: calc(0.95s * var(--timeScale) + var(--timeDelay)); }
 
/* TOP TEXT */
div.top-left-box, div.top-right-box {
    clip-path: polygon( 0% -50%, 150% -50%, 150% 100%, 0% 100%);
}
 
div.top-left-box > *, div.top-right-box > * {
    position: relative;
    animation-name: bottomup;
    animation-duration: calc(0.65s * var(--timeScale));
    animation-delay: calc(0.5s * var(--timeScale) + var(--timeDelay));
    animation-iteration-count: 1;
    animation-timing-function: ease-out;
    animation-fill-mode: backwards;
}
 
/*-----------------------------------*/
/*-----------------------------------*/
 
/* CONTAINMENT, DISRUPTION, RISK CLASSES */
div.text-part > * {
    clip-path: polygon( 0% 0%, 100% 0%, 100% 100%, 0% 100%);
    animation-name: expand2;
    animation-duration: calc(0.5s * var(--timeScale));
    animation-iteration-count: 1;
    animation-timing-function: cubic-bezier(.12,.41,.27,.99);
    animation-fill-mode: backwards;
}
div.text-part > :nth-child(1) {
    animation-name: expand1;
}
div.text-part > :nth-child(1) { animation-delay: calc(0.6s * var(--timeScale) + var(--timeDelay)); }
div.text-part > :nth-child(2) { animation-delay: calc(0.75s * var(--timeScale) + var(--timeDelay)); }
div.text-part > :nth-child(3) { animation-delay: calc(0.86s * var(--timeScale) + var(--timeDelay)); }
 
div.main-class::before, div.main-class::after {
    animation-name: iconslide;
    animation-duration: calc(0.45s * var(--timeScale));
    animation-delay: calc(0.8s * var(--timeScale) + var(--timeDelay));
    animation-iteration-count: 1;
    animation-timing-function: cubic-bezier(.12,.41,.27,.99);
    animation-fill-mode: backwards;
}
 /* BOTTOM TEXT */
div.main-class > *,  div.disrupt-class > *, div.risk-class > * {
    white-space: nowrap;
    animation-name: flowIn;
    animation-duration: calc(0.42s * var(--timeScale));
    animation-delay: calc(0.75s * var(--timeScale) + var(--timeDelay));
    animation-iteration-count: 1;
    animation-timing-function: ease-out;
    animation-fill-mode: backwards;
}
 
/*-----------------------------------*/
/*-----------------------------------*/
 
/* DIAMOND */
div.arrows {
    animation-name: arrowspin;
    animation-duration: calc(0.7s * var(--timeScale));
    animation-delay: calc(0.6s * var(--timeScale) + var(--timeDelay));
    animation-iteration-count: 1;
    animation-timing-function: cubic-bezier(.12,.41,.27,.99);
    animation-fill-mode: backwards;
}
 
div.quadrants > * {
    animation-name: fade;
    animation-duration: calc(0.3s * var(--timeScale));
    animation-delay: calc(1.4s * var(--timeScale) + var(--timeDelay));
    animation-iteration-count: 1;
    animation-timing-function: cubic-bezier(.12,.41,.27,.99);
    animation-fill-mode: backwards;
}
 
div.top-icon, div.right-icon, div.left-icon, div.bottom-icon {
    animation-name: nodegrow;
    animation-duration: calc(0.4s * var(--timeScale));
    animation-delay: calc(1.4s * var(--timeScale) + var(--timeDelay));
    animation-iteration-count: 1;
    animation-timing-function: cubic-bezier(.12,.41,.27,.99);
    animation-fill-mode: backwards;
}
div.diamond-part {
    clip-path: polygon( -10% 0.37%, 120% 0.37%, 120% 100%, -10% 100%);
    animation-name: diamondBorder;
    animation-duration: calc(0.8s * var(--timeScale));
    animation-delay: calc(0.5s * var(--timeScale) + var(--timeDelay));
    animation-iteration-count: 1;
    animation-timing-function: cubic-bezier(.32,.38,.39,.94);
    animation-fill-mode: backwards;
    will-change: box-shadow;
}
 
/* MOBILE QUERY */
@media (max-width: 480px ) {
    .anom-bar > .bottom-box::before {
        display:none;
    }
    .anom-bar > .bottom-box {
        box-shadow: 0 -0.5rem 0 0 rgb(var(--black-monochrome, 12, 12, 12))!important;
    }
    div.top-center-box  > * {
        animation-name: bar-mobile;
        animation-duration: calc(0.9s * var(--timeScale));
    }
    div.top-center-box > :nth-child(1) { animation-delay: calc(0.1s * var(--timeScale) + var(--timeDelay)); }
    div.top-center-box > :nth-child(2) { animation-delay: calc(0.2s * var(--timeScale) + var(--timeDelay)); }
    div.top-center-box > :nth-child(3) { animation-delay: calc(0.3s * var(--timeScale) + var(--timeDelay)); }
    div.top-center-box > :nth-child(4) { animation-delay: calc(0.4s * var(--timeScale) + var(--timeDelay)); }
    div.top-center-box > :nth-child(5) { animation-delay: calc(0.5s * var(--timeScale) + var(--timeDelay)); }
    div.top-center-box > :nth-child(6) { animation-delay: calc(0.6s * var(--timeScale) + var(--timeDelay)); }
 
}
 
/*--- Motion Accessibility ---*/
@media (prefers-reduced-motion) {
    div.anom-bar-container { --timeScale: 0!important; }
}
 
/*-------------------------*/
 
@keyframes divider {
    from { max-width: 0%;  }
    to { max-width: 100%; }
}
 
@keyframes bar {
    from { max-width: 0%; }
    to { max-width: 100%; }
}
@keyframes bar-mobile {
    from { max-height: 0%; }
    to { max-height: 100%; }
}
 
@keyframes bottomup {
    from { top: 100px; }
    to { top: 0; }
}
 
@keyframes expand1 {
    from { opacity: 0; clip-path: inset(0 calc(100% - 0.75rem) 0 0); }
    to { opacity: 1; clip-path: inset(0); }
}
@keyframes iconslide {
    from { opacity: 0; transform: translateX(-5rem); }
    to { opacity: 1; transform: translateX(0); }
}
 
@keyframes expand2 {
    from { opacity: 0; width: 1%; }
    to { opacity: 1; width: calc(100% - 0.25rem); }
}
@keyframes fade {
    from { opacity: 0; }
    to { opacity: 1; }
}
 
@keyframes flowIn {
    from { opacity: 0; transform: translateY(20px); }
    to { opacity: 1; transform: translateY(0); }
}
 
@keyframes arrowspin {
    from { clip-path: circle(0%); transform: rotate(135deg); }
    to { clip-path: circle(75%); transform: rotate(0deg); }
}
@keyframes nodegrow {
    from { transform: scale(0);}
    to {  transform: scale(1);}
}
@keyframes diamondBorder {
    from { box-shadow: -0.5rem -20rem 0 0 rgb(var(--black-monochrome, 12, 12, 12)); }
    to { box-shadow: -0.5rem 0 0 0 rgb(var(--black-monochrome, 12, 12, 12)); }
}
avaliação: +1+x

escrito por stormbreath, Ellie3, chiifu e J Dune
traduzido por L200


U2Xu5Yd.png
Item nº: 5514
Nível1
Classe de COntenção:
esotérica
Classe Secundária:
thaumiel
Classe de Disrupção:
dark
Classe de Risco:
danger

dragonslayer2.png

SCP-5514 em construção. Canhão Beowulf-Sigurd ainda não conectado.


Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-5514 está sendo usado atualmente como o principal meio de defesa contra o Cenário Classe-MH ("Invasão de Agressores de Grande Escala") em andamento. Como tal, protocolos de contenção limitados são necessários. Como resultado do Cenário Classe-SK ("Máscara Quebrada") em andamento, não há protocolos de segurança em vigor relativos a SCP-5514.

FTM Eta-5 (Bombardeiros Jäeger") foi treinada para pilotar SCP-5514 e está encarregada de controlar e dirigir o veículo. Contatos da Coalizão Oculta Global e do governo de Hy-Brasil foram designados para auxiliar na pilotagem de SCP-5514. Mikasa Kaori, Chefe de Pesquisa de SCP-5391, foi designada à Eta-5 a fim de auxiliar nas decisões táticas no comando de SCP-5514.

Caso um Agressor de Grande Escala ataque uma cidade ou outra área desenvolvida, SCP-5514 deve ser imediatamente enviado para dita área, a fim de combater as entidades. Força letal é autorizada contra todas as entidades contra as quais SCP-5514 estará lutando.

blueprint.png

Esquemas do modelo de SCP-5514.

Descrição: SCP-5514 é um enorme veículo humanoide semelhante a um mecha construído pela Fundação, com a ajuda da Coalizão Oculta Global. SCP-5514 está sendo utilizado atualmente como parte das defesas contra o Cenário Classe-MH ("Invasão de Agressores de Grande Escala") atualmente em andamento. Para este fim, SCP-5514 está envolvido no combate e ataque físico contra Agressores de Grande Escala (AGEs). SCP-5514 conseguiu matar ou incapacitar doze AGEs.

Múltiplos fenômenos anômalos foram utilizados na construção de SCP-5514. Uma descrição completa dessas fenômenos anômalos foi anexada a este documento. (Consulte o Adendo 5514.1.)

Construção: Progresso na construção de SCP-5514 começou em 1988, após a destruição do Sítio-03 por um AGE anteriormente não identificado. Dada a falta de defesas disponíveis para Hy-Brasil e a presença conhecida de outros AGEs no mundo, o Projeto KEY foi criado como um grupo de trabalho preliminar para determinar o melhor método para defender a civilização contra outro AGE.

O Projeto KEY rapidamente determinou diversos problemas com todas as formas potenciais de defesa. Agressores de Grande Escala se mostram resistentes à maioria das formas de ataque tradicional, levando à crença de que eles têm alguma forma de habilidade defensiva que os protege da maioria das formas de dano. No entanto, outros AGEs foram capazes de penetrar essas defesas.

Domesticar ou criar um simulacro biológico de um AGE foi rapidamente descartado. No entanto, a análise de SCP-24061 mostrou que o objeto poderia ser usado para replicar as capacidades ofensivas de AGEs. O Projeto KEY então começou a planejar e construir um autômato semelhante, visto que era o meio de defesa mais viável.

A construção de SCP-5514 começou em 1990 e prosseguiu normalmente até 1998/06/30, quando SCP-5391 ocorreu. Na época do evento, SCP-5514 não estava totalmente concluído e não pôde ser usado para evitar o Cenário Classe-MH. No entanto, ele permaneceu sendo o meio mais viável de defender o mundo de todos os AGEs, e a Fundação desviou todos os fundos disponíveis para concluir sua construção.

Além disso, a Fundação entrou em contato com diversos Grupos de Interesse a fim de fazer SCP-5514 um projeto colaborativo. A maioria dos grupos não pôde ajudar, pois não estavam preparados para o Cenário Classe-MH ou foram significativamente comprometidos por ele. No entanto, a Coalizão Oculta Global estava ativa e foi capaz de fornecer ajuda. A cooperação com a Coalizão Oculta Global foi confirmada após uma conferência de emergência organizada pelo governo de Hy-Brasil em 1998/07/10.

Transcrição da Reunião de Emergência Coalizão/Fundação/Hy-Brasil

Presentes:

  • [Hy-Brasil] Rei Supremo Delbáeth II
  • [GOC] Madame D.C. al Fine
  • [GOC] General Rockefeller
  • [SCP] O5-1
  • [SCP] Capitão Perseus Rosales

Rei Delbáeth: Eu chamo esta reunião do conselho para a ação. Estou invocando o Artigo I, Seção II do pacto aos quais eu os vinculei seis anos atrás. O fim do mundo está aqui, e não seremos pegos indefesos diante desses krakens novamente.

O5-1: O Acordo de Segurança Internacional de Hy-Brasil de 1992, você quis dizer.

Madame al Fine: Artigo I, Seção II nos obriga a tomar ação no evento de aparecerem monstros gigantes de tipos diferentes da fera que destruiu seu reino. Embora pareça que aquele que destruiu Hy-Brasil está de volta.

Capitão Rosales: Falando nisso, temos certeza de que esta ilha é segura? Ou o melhor lugar para se encontrar agora?

Rei Delbáeth: Desde que a Perdição veio para Hy-Brasil, nós fizemos arranjos para obter novos guardiões. Eles andam bem lentamente, mas têm uma dieta ampla, que inclui qualquer uma das ameaças que despertaram recentemente.

Madame al Fine: Não notei nada que pudesse matar uma entidade classe Cetus.

Rei Delbáeth: Eles se movem sem serem vistos.

O5-1: Ah. Claro. E não existe a possibilidade de trazer essas entidades para outros lugares?

Rei Delbáeth: Não. Nós não as controlamos e não temos como nos comunicar com elas. Elas simplesmente foram conduzidas para cá ao longo de muitos anos e, portanto, temos elas agora. Seja como for, o pacto está em vigor.

General Rockefeller: Desculpe, mas não estou familiarizado com os termos do Acordo de Segurança. Já faz um tempo que não trabalho para a Coalizão. Desde o incidente em Hy-Brasil.

Madame al Fine: Uma pena. Poderíamos feito uso de você desde então. Você é um homem difícil de encontrar.

General Rockefeller: Não difícil o suficiente.

O5-1: O Acordo de Segurança Internacional de Hy-Brasil de 1992 estipula que no caso de um Cenário Classe-MH, a Coalizão, a Fundação e Hy-Brasil devem colocar de lado todas as diferenças a fim de impedir o fim do mundo.

Madame al Fine: Muito bem. Assim deve ser. Isso é facilitado pelo fato que o Artigo 2, Seção 5, estabelece que o método preferido de lidar com essas entidades é matá-las sem hesitar.

O5-1: Sim. Você forçou essa estipulação nas negociações seis anos atrás.

Rei Delbáeth: Basta. Este não é o momento nem o lugar para discutir sobre disputas anteriores. Devemos agir agora.

Capitão Rosales: No momento, temos um plano. Nada funcionou contra AGEs no passado, mas temos que recorrer a uma de nossas estratégias mais … esotéricas. O Projeto KEY.

Madame al Fine: Sou toda ouvidos.

Capitão Rosales: Um robô gigante. Estamos trabalhando nele há anos e atualmente ele está consumindo a maior parte do nosso orçamento.

Madame al Fine: E por que diabos isso vai funcionar?

O5-1: Bem, a ideia no nível mais básico é perfurar todas as defesas metafísicas que essas entidades possuem no soco, atacando-as com outro Agressor de Grande Escala.

Capitão Rosales: Também estamos colocando tudo o que podemos na mistura.

General Rockefeller: Vocês estão usando o sobrenatural no processo, espero?

O5-1: Certamente.

Rei Delbáeth: Podemos contribuir com o melhor que podemos. Se vocês o cobrirem em mito, mergulhá-lo nos arquétipos daqueles que lutaram no passado, vocês serão capaz de causar grande dano. E podemos oferecer ferro frio não forjado na forma de uma lâmina.

Madame al Fine: O ferro frio realmente faz algo?

Rei Delbáeth: Depende do quanto você acredita nele. Ou do quão forte é a história.

Madame al Fine: Bem. Devo dizer que gosto da sua coragem, pelo menos. Ficaremos felizes em ajudá-los nisso. Imagino que, se pensarmos juntos, podemos terminar isso no que, alguns meses? Anos?

O5-1: Estamos temporariamente acelerando a câmara de construção. Dias, no máximo.

Madame al Fine: Gosto da sua maneira de pensar, Aaron.

Com o apoio da Coalizão Oculta Global e o uso completo de todos os métodos anômalos para acelerar e facilitar o processo de construção, SCP-5514 foi concluído e declarado pronto para o combate em 1998/07/12.

Adendo 5514.1 — Recursos e Armas Anômalas de SCP-5514

Uma das primeiras decisões de projeto feitas na criação de SCP-5514 foi a de incorporar ou não recursos anômalos no projeto. Em última análise, foi decidido pelo Conselho O5 (9-3-1) que um cenário que exigisse a utilização de SCP-5514 seria necessariamente um em que a integridade do Protocolo Máscara seria desafiada. Portanto, o uso de anomalias na operação de SCP-5514 seria autorizável.

A seguir se encontra um resumo de alguns dos principais recursos anômalos de SCP-5514.

Recurso Qualidades Anômalas
Dissipador de Peso Grandes porções de SCP-5514 tiveram sua composição material parcialmente deslocada para uma dimensão de bolso adjacente. Esse deslocamento foi calculado especificamente para não diminuir significativamente a massa ou densidade de SCP-5514 enquanto reduz drasticamente o peso material. Isso permite que SCP-5514 funcione como se tivesse uma fração do peso, sem sacrificar a integridade do casco.
Fonte de Energia SCP-0372 foi implantado na cavidade torácica de SCP-5514. Portais exaustores subdimensionais instalados na cavidade torácica liberam aproximadamente 99% da produção de energia de SCP-037 em um semiplano vazio. O 1% restante da energia é usado para alimentar SCP-5514 de forma confiável.
Sistemas de Vôo Uma falha produzida durante o processo de desenvolvimento de SCP-5514 resultou em um sistema controlado (inicialmente instalado para regular a circulação de ar interna), em vez disso criando e controlando um campo gravitacional independente. A origem desta falha é desconhecida e investigação pode fazer com que pare de funcionar. A manipulação deste campo permite vôo não assistido.
Defesas Através do uso de engenharia conceitual, SCP-5514 foi conceitualmente soldado ao seguinte: o planeta Terra, a resiliência e inflexibilidade humanas. Como cada um desses conceitos é dramaticamente maior e mais antigo do que SCP-5514, a transferência de ideias entre eles é efetivamente unilateral. Esses recursos se combinam para tornar SCP-5514 quase indestrutível e os pilotos infatigáveis.
Manto Patafísico Por meio de uma intensa campanha de propaganda subliminar e memética, 25% da população global desenvolveu a crença de que SCP-5514 foi divinamente enviado para matar AGEs. Isso permitiu que o objeto se cobrisse patafisicamente com o miterma do arquétipo de personagem "O Caçador de Dragões".

Além dos subsistemas e métodos de construção anômalos que foram usados na criação de SCP-5514, o objeto foi equipado com diversas armas anômalas.

Arma Descrição
Canhão Beowulf-Sigurd Um canhão elétrico montado no ombro. Em vez de usar forças eletromagnéticas, o Canhão Beowulf-Sigured faz uso de gravidade anômalamente alterada para atirar e mirar em alvos. Os alvos são feitos dramaticamente3 mais pesados, fazendo com que os projéteis os impactem especificamente em velocidades superterminais.
Espada de Ferro Frio Arma primária para combater entidades. Lâmina inteira de vinte metros de comprimento forjada em ferro frio fornecido pela Corte Real de Hy-Brasil, com um cabo construído ao redor da lâmina sem forjar. Feridas infligidas pelo ferro frio não se regeneram.
Lâmina de Plasma Arredondada Mantido no topo de SCP-5514 como um chapéu, a arma pode ser removida para combate à distância. As bordas da arma são revestidas com plasma, que pode ser ativado ou desativado mediante controle do usuário. Eletroimãs foram embutidos na arma, de modo que o portador possa reobtê-la, caso isso não possa ser feito manualmente.
Flechas de Mil Palavras Sete poetas constantemente escrevendo e recitando poemas sobre a derrota e morte de grandes monstros, transmitidos em alto volume de SCP-5514. Capacita o Manto Patafísico e desmoraliza os inimigos.
Lâmina de Pulso de Plasma Opositora Plasma superaquecido magneticamente mantido na forma de uma lâmina presa ao pulso direito de SCP-5514. Capaz de cortar quase toda matéria, mas de aplicação limitada em combate. Destinada ao uso em circunstâncias de emergência.
Exaustor Solar de Emergência Como estratégia de última recurso, os exaustores de energia individuais de SCP-037 podem ser desativados, liberando uma fração da energia contida na subdimensão associada do sistema de abastecimento como um feixe de energia. Devido ao potencial extremo de danos colaterais durante o disparo, isso deve ser usado apenas como último recurso.

Adendo 5514.2 — Combates

Após o desenvolvimento de SCP-5514, o objeto foi enviado com sucesso para enfrentar diversos Agressores de Grande Escala em combate físico. SCP-5514 foi universalmente bem-sucedido em cada um desses envios. Registros desses testes foram registrados abaixo.

Teste Wake-02


Prefácio: Em 1998/8/2, AGE-Wake-02 emergia do mar perto de Tóquio, atacando as forças combinadas da Coalizão Oculta Global e da Fundação. Junto com o aparecimento de AGE-Wake-02, diversos outros AGEs menores atacaram as forças. Devido à gravidade da situação, SCP-5514 foi enviado para combater essas entidades, apesar da falta de testes anteriores.

Um total de 3.241 funcionários foram perdidos durante este ataque.


» COMEÇO DO REGISTRO «

SCP-5514 chega em sub-órbita diretamente acima de Tóquio e desce para o planeta. Através da criação de forças gravitacionais contrabalanceadas, o objeto rapidamente cai na água da baía fora de Tóquio.

Capitão Rosales: Chegamos com sucesso a Tóquio para nosso primeiro teste de combate de SCP-5514. Todas as habilidades prontas para atacar o alvo.

AGE-Wake-02 é detectado na água logo ao sul do local de aterrissagem de SCP-5514. Com base em seus movimentos, ele parece estar se preparando para outro ataque ao porto de Tóquio.

Dr.ª Kaori: Os sensores travaram no alvo ao norte de nós. Prosseguindo para o combate.

SCP-5514 navega pelas águas da baía, paralelamente à costa da cidade. A cidade está atualmente em processo de evacuação, mas muitos residentes param de tentar fugir para olhar para SCP-5514 enquanto o objeto tenta andar pelas ruas.

Flechas de Mil Palavras: Campeão! Campeão! Exaltem-se na glória do Caçador de Dragões!

Ao ouvir as Flechas de Mil Palavras, AGE-Wake-02 parece interromper seu ataque ao Porto de Tóquio. Em vez disso, ele recua, distanciando-se do porto. Um guincho originado de AGE-Wake-02 é audível, e vários outros AGEs menores podem ser vistos no radar de SCP-5514.

Capitão Rosales: Parece que irritamos ele. Tem algum alvo que requeira atenção imediata?

Dr.ª Kaori: Só Wake-02.

Capitão Rosales: Entendido. Aumentando a Integridade do Dissipador de Peso.

SCP-5514 se aproxima de AGE-Wake-02 e dos outros AGEs. SCP-5514 pula no ar, removendo a Lâmina de Plasma Arredondada e jogando-a em um AGE próximo. O plasma é ativado, decapitando a cabeça da entidade Os eletroimãs são subsequentemente ativados, arqueando a arma dramaticamente; ela atinge vários outros AGEs antes de voar em direção a SCP-5514. O plasma é desativado e a arma é colocada de volta em sua posição original.

Flechas de Mil Palavras: As ferozes feras mortas! Mortas por aqueles para quem uma vez foram perdição!

SCP-5514 desembainha a Espada de Ferro Frio, direcionando-a para um AGE atualmente no porto enquanto ele cai para o chão. A espada atinge o coração da entidade, que guincha e cai no chão. SCP-5514 rapidamente puxa a espada do corpo da entidade, cortando a garganta de outro AGE menor ao se virar em direção ao porto.

Dr.ª Koari: Quatro horas à sua direita!

SCP-5514 recua de sua posição e então ativa seus sistemas de vôo, permanecendo no ar. A segunda cabeça de AGE-Wake-02 pode ser vista projetando-se de da boca da primeira. Uma quantidade anormal de saliva começa a escorrer da boca da segunda cabeça enquanto ela solta um guincho. Os muitos AGEs menores restantes param de atacar o porto de Tóquio, em vez disso direcionando sua atenção para SCP-5514.

Capitão Rosales: Mal-humorado, hein?

A segunda cabeça de AGE-Wake-02 atira na direção de SCP-5514, estendendo-se pouco mais de 40 metros, errando por pouco o pé de SCP-5514. Um AGE menor sobe pelo apêndice, se jogando em direção a SCP-5514, que bloqueia o ataque com sua espada e corta a entidade no ar.

SCP-5514 se lança no ar e voa em direção a AGE-Wake-02, usando o Canhão Beowulf-Sigurd para disparar nos olhos da cabeça principal. AGE-Wake-02 guincha e recua seu apêndice. SCP-5514 usa esse momento para girar no ar e golpear a primeira cabeça, diminuindo a Integridade do Dissipador de Peso a fim de impulsionar a força do ataque.

SCP-5514 gira e desce em direção a AGE-Wake-02, antes de perfurar sua cabeça, voando sobre a entidade e arrastando a lâmina pelo corpo serpentino do AGE até sua nadadeira caudal. Cada metade do corpo se contorce por um momento, mas eventualmente fica imóvel.

Flechas de Mil Palavras: E assim a proeza estava feita! Exaltem! Exaltem! Na glória do Caçador de Dragões!

Os outros AGEs menores param de atacar o Porto de Tóquio ao ver a morte de AGE-Wake-02. Eles começam a recuar para o oceano, com os poucos atrasados restantes eliminados por SCP-5514 usando o Canhão Beowulf-Sigurd.

Capitão Rosales: Dr.ª Kaori, Wake-02 foi eliminado.

Dr.ª Kaori: E SCP-5514 funcionou exatamente como projetado. Acho que é seguro dizer que o primeiro teste foi um sucesso.

» FIM DO REGISTRO «


Teste Meta-03


Prefácio: Logo após o Teste Wake-02, diversos AGEs antimeméticos foram relatados em Montezuma, Geórgia, Estados Unidos. A população foi rapidamente evacuada e um perímetro foi estabelecido ao redor da cidade. Após uma quase brecha, SCP-5514 foi enviado ao campo próximo ao perímetro de segurança, no qual as entidades estavam localizadas.


» COMEÇO DO REGISTRO «

Com os filtros contraconceituais habilitados, os AGEs se manifestam diante de SCP-5514. Há cinco presentes em torno de SCP-5514. Cada um tem duzentos metros de altura, compostos de pernas finas e pretas que se separam e se dividem. Cada um está sobre duas dessas pernas, levantando o resto ao seu redor, pronto para atacar. Aranhas menores rastejam sobre os AGEs e caem no chão.

Dr.ª Kaori: Já vi esses caras antes, perto do Sítio-41. Temos sorte de nossos filtros poderem detectá-los. Acredito que todas as habilidades de combate estejam prontas?

Capitão Rosales: Claro.

SCP-5514 desembainha sua Espada de Ferro Frio, correndo em direção à entidade mais próxima. A entidade mais próxima está atualmente atacando humanos individuais no chão, e se vira para enfrentar SCP-5514 no meio do ataque. Ela levanta diversos braços no ar, se movendo para atacar SCP-5514, mas SCP-5514 corta os braços ao meio com a espada.

SCP-5514 diminui a distância entre si e o AGE. O objeto apunhala a entidade na parte média e a divide pela metade. A metade superior da entidade cai no chão, mas permanece animada, tentando perfurar SCP-5514 com suas pernas. SCP-5514 esfaqueia a entidade repetidamente com a espada até ela parar de mover. Quando a entidade é confirmada como falecida, SCP-5514 dá um passo para trás, com a espada ainda empalando a entidade no chão.//

Capitão Rosales: Isso foi mais fácil do que o esperado. Tinha só uma?

Um AGE menor salta sobre SCP-5514, prendendo-se em seu ombro. SCP-5514 ativa seu campo gravitacional independente e voa para uma sub-órbita, arrancando a entidade de seu ombro e jogando-a no ar. SCP-5514 ativa seu canhão elétrico e atira no AGE, que cai para baixo. A entidade cai no chão e morre com o impacto.

SCP-5514 desce de volta e recupera sua espada do corpo da entidade anteriormente exterminada. Em seguida, SCP-5514 se levanta para confrontar as outras entidade, quando os filtros contraconceituais começam a falhar. Todos os AGEs atacantes desaparecem de vista, assim como qualquer evidência de seus arredores. Apenas os corpos das duas entidades falecidas permanecem.

Capitão Rosales: Dr.ª Kaori, esqueci por que estamos aqui.

Dr.ª Kaori: Algo está errado. Fique de olho.

SCP-5514 segura sua espada à sua frente, girando lentamente e procurando por qualquer sinal de um inimigo. No entanto, não há nada a ser encontrado. De repente, danos massivos são infligidos à parte traseira de SCP-5514, sem fonte aparente. SCP-5514 gira rapidamente, atacando cegamente com a espada de ferro frio. Grandes membros de aranha caem no chão.

De repente, toda a cena é obscurecida, quando o sol é encoberto por uma nova entidade massiva voando acima do campo de batalha. A entidade se parece com uma grande serpente, embora com uma enorme plumagem de penas. Esta entidade é um novo AGE, não observado anteriormente pela Fundação.

Dr.ª Kaori: O que diabos é aquilo?

Flechas de Mil Palavras: Aquela é uma cobra do jardim, boa doutora.

SCP-5514 apresenta dificuldade para reinicializar os sistemas de filtro, mas eles permanecem inoperantes. A nova entidade desce ao nível de SCP-5514 e se enrola ao redor de espaço vazio, flutuando no ar. Ela abre a boca e então fecha com força, fazendo com que um AGE semelhante a uma aranha se torne visível em suas mandíbulas. O AGE mordido se contorce brevemente antes de ficar imóvel.

Entidade Desconhecida: Atrás de você.

Antes que SCP-5514 possa reagir, um AGE invisível se agarra nas parte de trás do mecha. Na luta para tentar tarrancá-lo, SCP-5514 cai no chão. Danos no casco são relatados ao longo da placa de blindagem traseira.

Entidade Desconhecida: Há algumas coisas que nem eu posso fazer, mas posso ajudá-los a vê-los. Se vocês concordarem em ser meus aliados, isso é.

Dr.ª Kaori solicita suporte e ativa sistemas de comunicação externa para falar com a entidade.

Dr.ª Kaori: Como isso é possível?

Entidade Desconhecida: A Serpente nunca esquece. Eu me lembro dos primórdios do universo. Esses insetos não conseguem quebrar minha mente. Vocês aceitam? Ou devo deixá-los aqui para se defenderem sozinhos?

Capitão Rosales: Kaori, pare. Não temos autorização para esses tipos de—

Dr. Kaori: Aceitamos.

A Serpente: Bom.

Os olhos esmeralda da Serpente começam a brilhar com um brilho branco, e uma maçã aparece na cabine do mecha diante da Dr.ª Kaori. Ela hesita, mas dá uma mordida. Imediatamente, todos os AGEs que cercam a Serpente e SCP-5514 se manifestam visivelmente. Restam quatro, incluindo a entidade de pé na traseira de SCP-5514.

A Serpente vira sua cauda e a bate na entidade nas costas de SCP-5514, jogando-a para longe antes de esmagá-la no chão com outro golpe. Ela não se move novamente. SCP-5514 se levanta. A Serpente avança e começa a devorar outra entidade. SCP-5514 aponta o Canhão Beowulf-Sigurd para uma terceira entidade, com uma mira anômalamente precisa, auxiliada pela Serpente. Um único tiro é disparado, perfurando diretamente o AGE e matando-o.

A Serpente se enrola em torno da entidade restante final, mantendo-a no lugar.

A Serpente: Derrubem esta fera e selem nosso pacto.

SCP-5514 manifesta a Lâmina de Pulso de Plasma Opositora e corta a garganta da entidade final. Ela gorgoleja fracamente, se mexendo por um momento antes de parar de se mover. Com a morte confirmada, a Serpente solta a entidade.

A Serpente: Perseus, Mikasa, acho que este é o início de uma bela amizade.

» FIM DO REGISTRO «


Teste Brasil-12


Prefácio: Foi hipotetizado que AGE-Brasil-01 fosse a causa de SCP-5391 e este foi considerado a ameaça de maior prioridade. Depois que a entidade foi localizada na costa da Groenlândia, SCP-5514 foi enviado para a costa a fim de combatê-la. A Serpente acompanhou SCP-5514 até o local da batalha, servindo de isca para AGE-Brasil-01, como o maior e segundo mais poderoso AGE do mundo na época.


» COMEÇO DO REGISTRO «

SCP-5514 pousa nas costas da Groenlândia e caminha para o oceano, ficando até a cintura em água. A serpente emerge da água e sacode o orvalho de seu corpo, deixando sua plumagem arco-íris secar. Juntos, eles vasculham o horizonte em busca de qualquer sinal de AGE-Brasil-01.

A Serpente: É aqui que isso deveria ter acontecido, não é? Este é o lugar onde o Quin Krake deveria ter morrido dez anos atrás. Antes da Perdição de Hy-Brasil.

Capitão Rosales: Como você sabe disso?

A Serpente: Esse é o meu papel, não é? Saber as coisas proibidas.

Capitão Rosales: Ah, certo. É verdade. A Coalizão tentou atrair a fera para cá, para esta exata praia no passado. Não sei por que eles a escolheram de novo. Acho que ainda serve tão bem quanto teria servido antes.

A Serpente: Ela servirá.

A Serpente sobe no ar, flutuando ao lado de SCP-5514. Sua cauda afunda na água. Juntos, eles começam a vasculhar o horizonte, em busca de AGE-Brasil-01. Enquanto esperam, uma nuvem de tempestade aparece e começa a chover sobre eles.

Alguns momentos depois, uma divisão dos Bombardeiros Jäeger contata Capitão Rosales e o alerta que AGE-Brasil-01 foi flagrado viajando para o local de SCP-5514 e da Serpente, devendo chegar em minutos.

Capitão Rosales: Prepare-se para o impacto. Ele está vindo até nós.

SCP-5514 e a Serpente entram em posições de batalha. A tempestade obscurece a visibilidade, impedindo qualquer contato visual com o oceano. AGE-Brasil-01 é detectado no radar de SCP-5514, se aproximando rapidamente. A Serpente olha pela tempestade, olhando diretamente para a localização de AGE-Brasil-01.

A Serpente: Ele está aqui.

AGE-Brasil-01 se lança para fora do oceano e se choca com a Serpente. Ele é uma entidade crocodiliana e cefalopódica massiva, com cabeça de crocodilo. Ele apresenta cinco tentáculos traseiros e cinco braços. Extensas modificações cibernéticas foram feitas nele, substituindo partes de seu torso e crânio. O par envolve um ao outro, a Serpente se enrolando ao redor de AGE-Brasil-01 e AGE-Brasil-01 envolvendo seus tentáculos traseiros em torno da Serpente. Eles navegam pelo ar, batendo na areia da praia. Lutando, a dupla se vira e se choca, espalhando areia em múltiplas direções.

Flechas de Mil Palavras: O campo de batalha esperado! O devido lugar para a fera morrer. A final e verdadeira morte!

SCP-5514 avança pela água, retornando à praia para auxiliar a Serpente no combate a AGE-Brasil-01. Ao retornar, SCP-5514 tenta travar a mira no AGE com o Canhão Beowulf-Sigurd, mas, dada a proximidade de AGE-Brasil-01 e da Serpente, é incapaz de adquirir uma trava que não vá atingir a Serpente no processo.

SCP-5514 chega à praia e agarra AGE-Brasil-01, arrancando-o da Serpente. SCP-5514 puxa AGE-Brasil-01 para o ar e o arremessa na praia, onde se espatifa na água. A entidade rapidamente se levanta e se vira para encarar a dupla. SCP-5514 desembainha sua espada, segurando-a erguida contra AGE-Brasil-01. SCP-5514 olha para a Serpente, que foi mordida múltiplas vezes e está sangrando fortemente.

A Serpente: Elas são feridas profundas, sim. Mas eu viverei. Não se preocupem comigo.

Capitão Rosales: Muito bem. Tome cuidado.

A dupla volta sua atenção de volta para AGE-Brasil-01, que está nadando de volta para eles lentamente. Agora que o tiro é claro, o Canhão Beowulf-Sigurd trava em AGE-Brasil-01 e dispara. Quando a entidade começa a se levantar, ela é atingida por dois tiros, que a derrubam. Enquanto um terceiro tiro é carregado, AGE-Brasil-01 abre a boca.

A boca aberta de AGE-Brasil-01 começa a brilhar, junto com o revestimento cibernético que é visível em seu exterior. Uma pequena orbe de luz azul se manifesta dentro da boca aberta, que então se torna um feixe longo e fino, atingindo o Canhão Beowulf-Sigurd, derretendo-o instantaneamente. AGE-Brasil-01 fecha a boca e então volta a se levantar.

Todas as três partes avançam uma contra a outra. Ao se encontrarem, AGE-Brasil-01 agarra a Serpente com dois de seus cinco braços, enquanto usa outros dois para lutar com SCP-5514. A Espada de Ferro Frio é arrancada das mãos de SCP-5514 e sai voando pela praia. O quinto braço bate na cabeça de SCP-5514 repetidamente, fraturando o vidro da cabine.

Capitão Rosales: Fique calma! Esse vidro foi projetado para fraturar, mas aguentar.

Dr.ª Kaori: Você acha que isso é demais para nós, Percy?

Capitão Rosales: Não estou pensando em nossas chances. Só na melhor coisa que podemos fazer.

SCP-5514 ativa a Lâmina de Pulso de Plasma Opositora e, depois de uma breve luta, corta o braço mais próximo de AGE-Brasil-01. Em seguida, SCP-5514 corta rapidamente os outros quatro braços antes de chutar AGE-Brasil-01 para o chão. AGE-Brasil-01 rola pela praia, chegando a uma curta distância da Serpente e de SCP-5514. A entidade já está começando a regenerar os braços decepados.

Capitão Rosales: Más notícias, Serpente. Estamos sem plasma para fazer aquele truque de novo. Estamos canalizando o máximo que podemos de nosso coração solar, mas duvido que possamos fazer isso de novo nesta luta.

A Serpente: Ele é mais resistente do que eu esperava. Ele não morre com facilidade.

Como se em resposta, AGE-Brasil-01 ruge para os dois. A entidade se lança para a Lâmina de Ferro Frio, agarrando-a com seus tentáculos. Assim que o primeiro braço é regenerado, a lâmina é entregue a ele. A entidade ostenta a arma, segurando-a à sua frente, imitando a postura que SCP-5514 estava usando anteriormente.

AGE-Brasil-01 avança pelo campo de batalha, movendo-se ainda mais rápido do que antes. Ele fecha a distância até SCP-5514 e ataca as pernas do mecha com a espada. A espada corta as pernas, derrubando SCP-5514 e fazendo-o cair no chão. A espada se rasga no processo, mutilada nos destroços das pernas. AGE-Brasil-01 larga a espada e se vira para a Serpente.

AGE-Brasil-01 usa seus tentáculos para se propelir no ar, pousando sobre a Serpente e derrubando-a no chão. AGE-Brasil-01 sobe acima da Serpente, prendendo o inimigo no chão com todos os dez de seus braços e tentáculos. No entanto, em vez de atacar a Serpente, a entidade levanta sua cabeça para o céu e solta uma torrente de chamas no ar.

Dr.ª Kaori: Os sistemas estão se desligando— droga! O que podemos fazer?

Capitão Rosales: O sistema de emergência. Temos que usá-lo enquanto podemos. A Serpente não vai durar muito mais.

Dr.ª Kaori: Você está certo. Não pensei que chegaria a este ponto, mas…

SCP-5514 se ergue, inclinando o peito em direção à cabeça de AGE-Brasil-01.

Flechas de Mil Palavras: A maior arma que você pode oferecer é a de seu próprio coração.

Dr.ª Kaori e Capitão Rosales: Fogo.

O Exaustor Solar de Emergência instalado no peito é aberto, exalando fogo e plasma produzidos por SCP-037 em AGE-Brasil-01. A luz produzida pelo disparo do Exaustor Solar é forte o suficiente para obscurecer todo o campo de batalha, com apenas os rugidos de AGE-Brasil-01 audíveis.

O Exaustor Solar fecha alguns segundos depois, e SCP-5514 cai no chão, com sua fonte de energia desabilitada. A metade superior de AGE-Brasil-01 foi desintegrada e a outra metade cai imóvel na água. A Serpente se ergue do chão, queimada, mas sobrevivendo. Ela flutua sobre o cadáver de AGE-Brasil-01, observando-o em busca de qualquer movimento.

A Serpente: Está feito.

» FIM DO REGISTRO «

Após a destruição de AGE-Brasil-01 por SCP-5514, os efeitos de SCP-5391 começaram a diminuir. Vários outros AGEs entraram novamente em períodos de dormência, embora atividade ainda fosse significativamente maior do que antes do início de SCP-5391. O Cenário Classe-MH em andamento foi declarado parcialmente abatido.

Com o propósito de SCP-5514 cumprido, e os AGEs hostis restantes sendo exterminados com a ajuda da Coalizão Oculta Global e da Serpente, SCP-5514 deve ser enviado apenas em situações de emergência a pedido do Conselho Overseer.

Observa-se que após o extermínio de AGE-Brasil-01, todas as entidades AGE ativas demonstraram um comportamento mais dócil e evitativo. Novas campanhas de neutralização foram julgadas desnecessárias.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License