SCP-5706
avaliação: +1+x

Item N°: SCP-5706

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: A Fundação faz doações anônimas para programas de prevenção e conscientização de doenças sexualmente transmissíveis em diversos países com surtos coletivos documentados de SCP-5706; as patentes para os medicamentos antivirais aciclovir e valaciclovir foram adquiridos por empresas fachadas da Fundação, e esses medicamentos tiveram seu preço substancialmente reduzido para ajudar nos esforços de contenção de SCP-5706.

Os indivíduos identificados como portadores de SCP-5706 devem ser detidos e questionados sobre sua experiência sexual para identificar outros possíveis portadores e, em seguida, tratados com um medicamento antiviral direcionado desenvolvido como parte da iniciativa de contenção de SCP-5706. Antes da liberação, os ex-portadores de SCP-5706 devem ser amnesticizados com amnesticos Classe-B ou C, dependendo da duração da infecção.

Amostras de SCP-5706 são contidas nas instalações de armazenamento criogênico da Bio do Site-66; propostas de pesquisa envolvendo a exposição de pessoal da Classe D a SCP-5706 devem ser aprovadas pelo contato do Comitê de Ética do Site-66, e os sujeitos experimentais devem ser tratados com o antiviral de SCP-5706 direcionado na conclusão do experimento.

Descrição: SCP-5706 é uma cepa do vírus Herpes simplex causador de uma anomalia perceptual quando um indivíduo infectado tem orgasmo. Os sintomas não anômalos de SCP-5706 são idênticos aos de HSV-2, a cepa de Herpes simplex que na maioria dos casos de herpes genital; bolhas aparecem na genitália em aproximadamente 7 dias após a exposição inicial e cicatrizam nas semanas seguintes. SCP-5706 é transmitido da mesma maneira que o HSV-2 não anômalo e transmitido, e o uso de anticoncepcionais de barreira, como preservativos, pode reduzir sua disseminação.

Quando um indivíduo infectado de SCP-5706 chega ao orgasmo, sozinho ou com um parceiro, ele experimenta uma anomalia perceptual que inclui alucinação sensorial total e dilatação significativa do tempo. Esta anomalia perceptual consiste na totalidade do recurso de role-playing do videogame Skyrim, lançado pela empresa Bethesda Softworks em 2011 (incluindo os três pacotes de expansão para download, Dawnguard, Hearthfire e Dragonborn), começando no início do jogo, quando o personagem do jogador acorda em uma carruagem puxada por cavalos a caminho de ser executado, e não terminar até a derrota do "chefe final" do jogo, o dragão Alduin, no final da linha de missão principal. Indivíduos afetados relatam ter sido colocados no mundo do jogo completamente, capazes de realizar ações1 normalmente não possíveis no jogo original; no entanto, as conversas com npc's ainda são limitadas às opções de diálogo originais do jogo, em certas áreas, como qualquer terreno além dos limites do mapa mundial do jogo, permanecem inacessíveis. Os indivíduos afetados são capazes de acessar os menus do jogo, gerenciar seu inventário e salvar e carregar seu progresso fechando os olhos, no entanto todas as opções de menu que seriam encerradas do jogo não estarão disponíveis.

Os indivíduos afetados relatam estar cientes de que permanecerão no mundo do jogo até que concluam a linha de missão principal; Independentemente de quanto tempo subjetivo leva para um indivíduo completar Skyrim2 para observadores externos, a anomalia perceptiva dura apenas durante o orgasmo3, e seus sinais físicos (Olhos fechados, boca aberta, respiração difícil) são quase indistinguíveis dos efeitos de um orgasmo particularmente forte.

SCP-5706 foi descoberto pela primeira vez em junho de 2017, quando alguns agentes da Fundação foram alertados sobre relatos de comportamento incomum após uma orgia realizada por participantes da Electronic Entertainment Expo (E3) em Los Angeles, Califórnia. Vários participantes foram detidos e entrevistados; os que experimentaram os efeitos de SCP-5706 relataram contato sexual com um homem que se parecia com Todd Howard, o diretor criativo de Skyrim. No momento da orgia, o Sr. Howard estava no palco da apresentação da Bethesda Softworks na E3. Quando entrevistado, o Sr. Howard negou qualquer conhecimento da orgia e de SCP-5706; a vigilância dos registros bancários do Sr. Howard revelou que ele havia feito recentemente pagamentos grandes para uma conta registrada sob o nome " Simo Plecks". Esta conta foi esvaziada e encerrada no mesmo dia da orgia, e todas as tentativas de rastrear o indivíduo a quem a conta pertenceu até agora foram infrutíferas; a investigação está em andamento.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License