SCP-6041

avaliação: 0+x
ScissorLift.jpg

SCP-6041 em processo de testagem.

Item n°: SCP-6041

Classe do Objeto: Seguro Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-6041 deve ser contido em um Hangar de Contenção de Veículos Anômalos no Sítio-43 quando não estiver em uso. Funcionários que entrarem em SCP-6041-1 devem abster-se de interagir com o ambiente sempre que possível, a menos que participando de testes. Os testes envolvendo SCP-6041 foram suspensos até segunda ordem. Os objetivos atuais são prevenir e mitigar o crescimento de SCP-6041-A.

Descrição: SCP-6041 é um objeto semelhante a um elevador tipo tesoura industrial. Ao longe, SCP-6041 parece ser feito de materiais padrão em comparação com modelos não anômalos. No entanto, se um ser senciente se aproxima enquanto mantém contato visual com SCP-6041, o objeto é percebido como sendo feito de tipos variados de papel anomalamente duráveis, em sua maior parte papelão, jornal e confetes multicoloridos.

A principal propriedade anômala de SCP-6041 torna-se ativa quando o objeto é operado1 e estendido além de 12 metros. Braços de tesoura adicionais emergirão do chassi, permitindo que SCP-6041 suba ainda mais; atualmente não há limite conhecido para esta extensão. Todos os braços de tesoura manifestados afundarão e desaparecerão no chassi ao descer.

Se um ou mais seres sencientes estiverem dentro dos limites da plataforma quando SCP-6041 sobe além de 12 metros, os indivíduos relatarão que seus arredores mudaram drasticamente. Essas mudanças podem ser testemunhadas pessoalmente e por fotografia/videografia. Exemplos de mudanças incluem:

  • Edifícios e pontes são substituídos por réplicas de papelão e palitos de picolé, respectivamente; todos os edifícios apresentam janelas e portas desenhadas com giz de cera;
  • Todos os objetos metálicos são representados embrulhados em grossas folhas de papel alumínio;
  • Todos os corpos d'água que aparecem são representados por pedaços de papel azul, com o oceano aparecendo como múltiplos cobertores de lá azul sobrepostos;
  • Todos os terrenos terrosos aparentam ser compostos de massa de modelar, com a cor da argila combinando com a composição da área;
  • Todos os humanos, animais, entidades anômalas, veículos e objetos inanimados são representados como modelos plásticos feitos de material cerâmico. Esses modelos têm o tamanho exato de seus equivalentes da realidade. Todos os modelos, com exceção de objetos inanimados, são fixadas em suportes; as posições e a postura destes modelos mudam constantemente quando não são diretamente observados;
  • Todas as entidades e objetos aéreos ficam suspensos por finos fios de barbante. O comprimento do fio não pôde ser determinado, visto que o mesmo aparenta se estender indefinidamente em direção ao céu.

Essas mudanças são revertidas após a descida completa. Se um indivíduo descer sem operar SCP-6041 (pular da plataforma, descer pelos braços de tesoura, cruzar para outro objeto alto, etc.) as mudanças permanecerão e observadores externos testemunharão o desaparecimento espontâneo do indivíduo. Indivíduos são capazes de atravessar esse ambiente a pé, mantendo sua resistência indefinidamente. Indivíduos só podem sair desse ambiente reentrando na plataforma e descendo com SCP-6041.

Descoberta: SCP-6041 foi recuperado em San Juan Capistrano, Califórnia, após uma colisão de carro que resultou em danos a cinco veículos diferentes. O proprietário do carro que causou a colisão estava explicando por que ele não era o culpado para outro indivíduo envolvido no acidente quando ventos fortes removeram a lona do caminhão preso ao seu veículo, revelando SCP-6041. Depois que as propriedades de mudança de percepção de SCP-6041 se tornaram aparentes para civis próximos, o motorista fugiu da área.

Anotações recuperadas do veículo afirmavam que o proprietário, Michael Ferry (designado PdI-4857) era um fã ávido do GdI-0267 ("Já Somos Maneiros?"). PdI-4857 afirmou que encontrou SCP-6041 por acidente nas instalações de uma fábrica de papel abandonada e estava tentando trazer o objeto anômalo de volta para sua residência na esperança de se integrar mais à comunidade anartista. Todas as testemunhas foram amnesticizadas e SCP-6041 foi transportado para o Sítio-43 sem incidentes. Uma prioridade de busca foi emitida para PdI-4857, mas nenhum outro avistamento foi relatado desde então.



Adendo-02, Incidente 6041-1: Após testes extensivos, SCP-6041 recebeu a atenção da Seção de Armas e Equipamentos do Sítio-43 devido à natureza de suas propriedades anômalas. Foi sugerido que SCP-6041 poderia ser usado não apenas para reconhecimento, mas também como uma ferramenta para combater anomalias perigosas sem riscos indevidos. Como resultado, SCP-6041 foi considerado para reclassificação para a classe Thaumiel.

Antes que novas discussões sobre SCP-6041 pudessem ser agendadas, o presidente da seção, Dr. T. Bremmel, autorizou um teste final. O objetivo deste teste foi confirmar se havia um equivalente ao espaço sideral dentro de SCP-6041-1 na esperança de abrir a possibilidade de auxiliar empreendimentos relacionados ao espaço. JM-498 e JM-390 foram encarregados de seguir as cordas em SCP-6041-1 por meio de SCP-6041 e relatar o que vissem.



Infelizmente, o equivalente ao céu em SCP-6041-1 foi danificado no processo, fazendo com que o nosso próprio céu fosse afetado. Uma seção da termosfera e da exosfera desapareceu espontaneamente, deixando um enorme buraco na atmosfera 20 km acima do solo (doravante designado SCP-6041-A). Diversos objetos anômalos foram encontrados perto da parte inferior de SCP-6041, parecidos com fragmentos finos semelhantes a gás que se assemelhavam visualmente ao céu quando observados de baixo. Esses fragmentos eram intangíveis em nossa dimensão, mas não em SCP-6041-1; como tal, foi possível coletá-los.

Embora o espaço sideral possa ser visto dentro de SCP-6041-A, não há sucção de ar ao redor da anomalia e a mesma não causa efeitos prejudiciais à atmosfera circundante. Como SCP-6041-A era visível do solo, os procedimentos de contenção foram atualizados para ocultar a anomalia através do uso do PHA6 anexado a um satélite da Fundação. Todos os testes e propostas futuras envolvendo SCP-6041 foram adiados até que o problema de SCP-6041-A fosse resolvido.

Adendo-03, Escalada: Doze dias após a manifestação de SCP-6041-A, descobriu-se que a anomalia estava lentamente crescendo de tamanho. Isto correspondia ao buraco dentro de SCP-6041-1; o buraco estava rachando ainda mais e pedaços do teto estavam se quebrando. Mais preocupante era o fato de que mesmo que o dano ao SCP-6041-A não resultasse na destruição da atmosfera, a anomalia poderia causar um cenário Classe-BK "Máscara Quebrada" se não fosse corrigida. Protocolos de emergência foram ativados e recursos significativos foram dedicados à contenção e, se possível, à neutralização completa de SCP-6041-A.

Além de ser uma anomalia espacial e dimensional, análises adicionais provaram que SCP-6041 também era uma anomalia ontocinética, visto que o objeto emitia baixos níveis de Humes. Pesquisador-chefe Jennings apresentou uma proposta: um drone voador com uma Âncora de Realidade Scranton anexada se aproximaria da anomalia, com outros dois capazes de intervenção taumatúrgica direcionada seguindo para ajudar. Foi teorizado que se as âncoras fossem ativadas perto de SCP-6041-A, a anomalia se dissiparia ou pelo menos seria negada. Contrariando as expectativas, a taxa de crescimento de SCP-6041-A aumentou exponencialmente; pesquisador-chefe Jennings foi rebaixo e a nova posição foi assumida pelo doutor Barnes.

SCP-6041-A eventualmente atingiu um raio de 150 metros e o PHA estava tendo dificuldade extrema em cobrir a anomalia. Relatos do aparecimento de mais fragmentos apareceram em cidades próximas. A FTM Rho-43 ("Invasores Domiciliares") foi enviada para recuperar os fragmentos e amnesticizar todas as testemunhas. Embora os fragmentos tenham sido recuperados, a FTM Rho-43 não conseguiu impedir totalmente o vazamento das informações entre populações civis. Isso exigiu a produção de "O Galinho Chicken Little 2: O Mundo Enlouqueceu!"7 pela Secret Cut Productions, empresa de fachada da Fundação, como disfarce após a compra dos direitos da Walt Disney Company.

Pesquisador-chefe Barnes elaborou outra proposta envolvendo a recuperação dos fragmentos e sua recolocação no buraco em SCP-6041-1. Uma grande quantidade de fragmentos foi recuperada; o dano ao teto foi revertido com as bordas do buraco e os fragmentos sendo pressionados uns contra os outros, permitindo que a fissura desaparecesse. Isto reduziu o tamanho de SCP-6041-A para 105 metros, mas não parou sua taxa de crescimento; se fosse permitido continuar, a anomalia logo retornaria ao seu tamanho anterior. A área foi intensamente revistada em busca dos fragmentos restantes, mas nenhum foi localizado.

Com a perspectiva do dreno de recursos de SCP-6041-A sendo inaceitável, pesquisador-chefe Barnes procurou uma solução mais viável. Como faltavam os fragmentos restantes, ele elaborou uma proposta final que envolvia a criação de um substituto para os espaços vazios no buraco. Uma folha de papel enorme medindo 120 metros de perímetro foi feita e pintada em sua maior parte em ciano com manchas brancas grandes. Funcionários conseguiram colocar a folha em SCP-6041-1 com grande dificuldade e conseguiram cobrir o buraco com ela através do uso de dezenove rolos de fita adesiva.

A ameaça representada por SCP-6041-A foi neutralizada e a expansão cessou. Contudo, SCP-65041-A foi substituído pela folha e demonstra as mesmas propriedades anômalas dos fragmentos. Por conta disso, o PHA teve que permanecer ativo. "O Galinho Chicken Little 2: O Mundo Enlouqueceu!" teve um desempenho extremamente ruim nas bilheterias; os críticos criticaram o filme com base no mau uso de CGI, no enredo sem sentido e na classificação alterada para R em comparação com o filme anterior.

Além disso, a "comunidade furry" também condenou cruelmente o filme por substituir os personagens animais antropomórficos por humanos sem motivo aparente. O diretor responsável pela produção foi demitido e a Secret Cut Productions faliu.

Embora a contenção tenha exigido recursos extensivos, o pesquisador-chefe Barnes ficou satisfeito com os resultados, citando que ele e sua equipe foram capazes de neutralizar SCP-6041-A em sua forma anterior; ele recebeu o crédito por ter evitado que o Cenário Classe-BK ocorresse.

Adendo-04, Cenário de Máscara Quebrada: No dia em que o pesquisador-chefe Barnes agendou para a celebração da neutralização de SCP-6041-A, o incidente da Coreia do Norte ocorreu, levando a um Cenário Classe BK imediato e ao fim da Máscara. Pesquisador-chefe Barnes cancelou a celebração.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License