SCP-607
avaliação: 0+x
607.jpg

Foto de SCP-607 em repouso.

Item nº: SCP-607

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-607 atualmente é contido pelo Agente █████, o qual escolheu ser o "dono" de SCP-607. Agente █████ e SCP-607 devem ser colocados sob vigilância completa para estudo, e o Agente █████ deve reportar para que Dr. █████ organize uma avaliação psiquiátrica a cada duas semanas. Uma força tarefa deve estar pronta em todos os momentos com pelo menos um (1) funcionário de Classe-D na mão para que individuo tenha a "impressão" em caso da morte de SCP-607 ou Agente █████ ocorrer. Quando não é detido diretamente ou monitorado pelo Agente █████, SCP-607 é mantido encadeado e encadernado em uma pequena câmara de contenção. A câmara de contenção é projetada para imobilizar SCP-607, permitindo que o pessoal médico insira tubos de alimentação, gotejamentos IV, cateteres e outros dispositivos de suporte de vida. Devido a natureza de SCP-607, Agente █████ escolheu manter a câmara de contenção em sua pessoa ou em sua vizinhança imediata em todos os momentos.

Descrição: SCP-607 é um gato americano macho de grande porte, de cor cinza, e idade indeterminada com um colar lendo "Dorian".

SCP-607 foi descoberto em 19██, quando um homem conhecido como A███ S███████ de repente e sem aviso prévio expirou violentamente em uma na cidade de Nova Iorque. Sr. S███████ mais tarde foi encontrado morto, coincidindo perfeitamente com o momento em que um individuo estava saindo da casa e pegou o gato de S███████ por engano.

Devido à natureza misteriosa da morte de S███████, um funcionário da Fundação local juntou-se à investigação como um "consultor". Agente Especial F█████ tinha saído para fumar um cigarro quando ouviu alguns "sons de gato miando". SCP-607 foi posteriormente vinculado com o Agente F█████, que escolheu trazê-lo de volta à Fundação como animal de estimação e companheiro. Agente F█████ relatou dificuldade em continuar ligado a SCP-607. O gato não comia, tornou-se letárgico e parecia não ter vontade de viver. Agente F█████ disse para outros agentes que ele estava tendo experiências com "dores de fome de simpatia." 7 dias após o contato inicial do Agente F█████ com SCP-607, ele e o gato morreram de fome.

As circunstâncias em torno da morte do Agente F█████ e Sr. S███████ despertou o interesse da Fundação, e o cadáver do gato foi levado para uma câmara de isolamento até que novos testes pudessem ser ordenados. SCP-607 reanimou aproximadamente 24 horas após o tempo estimado de morte.

Foi (corretamente) especular que, quando SCP-607 se une com uma pessoa, formará uma relação simbiótica negativa. SCP-607 terá ligações com o primeiro indivíduo humano que entra em contato após a reanimação. Vários experimentos foram conduzidos, envolvendo cada ligação de SCP-607 com um funcionário de Classe-D. O teste mostrou que as lesões infligidas em SCP-607 apareceriam na pessoa ligada, na representação anatômica mais próxima possível. Machucando SCP-607 resultou em contusões no funcionário. Romper uma das pernas do gato resultou no braço quebrado do funcionário. A cessação de SCP-607 por meio de tiroteio resultou na morte do funcionário vinculado, através de um furo sem nenhuma bala encontrada. Em todos os experimentos, SCP-607 reanimou aproximadamente 24 horas após a morte, sem ferimentos físicos aparentes.

Talvez o mais importante a notar, no entanto, é as tendências comportamentais de SCP-607. Independentemente das tentativas do indivíduo vinculado de apaziguar o gato, SCP-607 é suicida. SCP-607 foi observado morrendo de fome, infligindo danos pessoais com seus dentes e garras, entrando no trânsito, antagonizando os cachorros grandes e depois permitindo molesto, comendo materiais venenosos, pulando nas partes móveis da maquinaria pesada e tentando entrar em câmaras de contenção da qual abrigavam anomalias perigosas. Em todos os casos, a morte de SCP-607 resultou na morte do indivíduo vinculado, com lesões e causas de morte refletindo as de SCP-607.

O teste com a morte e lesão em SCP-607 cessou após Agente █████ acidentalmente estar ligado com ele, durante uma violação não autorizada da câmara de contenção. SCP-607 ainda exibe tendências suicidas, apesar das tentativas persistentes do Agente █████ de formar um relacionamento favorável com ele. Agente █████ sofreu graves danos corporais várias vezes, levando à decisão de restringir SCP-607 em uma câmara de contenção equipada com um sistema de suporte vital. Agente █████ está em estreita observação, tanto para assegurar a estabilidade psicológica quanto para estudar a relação entre o Agente █████ e SCP-607. Neste momento, SCP-607 ainda exibe tendências suicidas quando removidas das restrições. Desconhece-se se SCP-607 sempre mostrou tais tendências, ou se essas tendências são devido ao ressentimento da Fundação e ao teste inicial realizado com SCP-607.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License