Anormalidade-6219
avaliação: +1+x



:root {
    --posX: calc(50% - 358px - 12rem);
}
 
/*--- Footnote Auto-counter --*/
#page-content {
    counter-reset: megacount;
}
 
/*--- Footnote Superscript Number --*/
.fnnum {
    display: inline-block;
    text-indent: calc(-1% - 0.1em);
    overflow: hidden;
    line-height: 83%;
    text-decoration: none;
    font-weight: bold;
    font-style: initial;
    color: transparent;
    position: relative; top: -0.25em; font-size: 82%;
    padding: .15em calc(.21em - 0.4px) .12em calc(.11em - 1px);
    margin-left: -0.06em;
    margin-right: -0.25em;
    counter-increment: megacount;
    user-select: none;
}
.fnnum::after {
    content: "" counter(megacount);
    color: var(--fnColor, #E6283C);
}
.fnnum:hover {
    text-decoration: none;
    cursor: pointer;
    background-color: var(--fnColor, #E6283C);
}
.fnnum:hover::after { color: white; }
 
/*--- Footnote Content Wrapper --*/
.fncon {
    position: absolute;
    right: calc(var(--posX) + 80px);
    line-height: 1.2;
    padding: 0.82rem;
    width: 10.3rem;
    background: white;
    border: 2px solid black;
    font-weight: initial;
    font-style: initial;
    text-align: initial;
    pointer-events: none;
    opacity: 0;
    transition: opacity 0.15s linear, right 0.3s cubic-bezier(.08,.72,.5,.94);
    z-index: 9;
}
.fnnum:hover + .fncon {
    opacity: 1;
    right: var(--posX);
}
.fncon::before {
    position: absolute;
    top: 0; left: 0;
    transform: translateX(-52%) translateY(-55%) scale(1.15);
    background-color: var(--fnColor, #E6283C);
    color: white;
    content: counter(megacount);
    font-size: initial;
    font-weight: bold;
    font-style: initial;
    padding-left: 0.32em; padding-right: 0.32em;
    padding-top: 0.18rem; padding-bottom: 0.08rem;
}
 
/*--- Mobile Query --*/
@media only screen and (max-width: 1279px) {
    .fncon {
        position: fixed;
        bottom: 1.3rem;
        left: calc(11% - 50px);
        width: 70%;
        transition: opacity 0.15s linear, left 0.3s cubic-bezier(.08,.72,.5,.94);
    }
    .fnnum:hover + .fncon {
        left: 11%;
     }
}

POR ORDEM DO CONSELHO OVERSEER

O seguinte documento é classificado a Nível 5/Anormalidade-6219 . Acesso não autorizado será registrado e irá levar a ação disciplinar imediata.

Anormalidade-6219


Item nº: Anormalidade-6219 Nível 5/Anormalidade-6219
Classe do Objeto: Pendente [?] Ultra Secreto

Sítio Atribuído Diretor do Sítio Chefe de Pesquisa Força Tarefa Atribuída
Sítio-██ [REDIGIDO] [REDIGIDO] N/A

PROCEDIMENTOS ESPECIAIS DE CONTENÇÃO: Anormalidade-6219 é contido dentro de uma câmara de contenção de 5x5x5 metros sem janelas com um mecanismo de tranca reforçado. Nenhum equipamento de vigilância deve ser usado dentro da câmara de contenção de Anormalidade-6219 e nenhum funcionário deve ser permitido a entrar na câmara de contenção de Anormalidade-6219 sem autorização de pelo menos treze membros do Conselho Overseer.

Teste e autópsia completa de Anormalidade-6219 não é permitido.

crudelogo.jpg

Recriação da logo gravada na testa de Anormalidade-6219.

DESCRIÇÃO: Anormalidade-6219 é a designação dada a um cadáver humanoide de pele cinza sem cabelo com aproximadamente 2.5 metros de altura. Anormalidade-6219 não possui órgãos reprodutivos ou feições faciais, e ao invés tem uma logo rudimentar da Fundação SCP gravada em sua testa, com diversos graus de marcas de queimaduras espalhadas pelo torso e braços de Anormalidade-6219. Apesar de Anormalidade-6219 estar na posse da Fundação desde [DADOS EXPURGADOS], Anormalidade-6219 não mostrou sinais de decomposição.

Anormalidade-6219 é uma Anomalia Semiontológica Classe-I.Uma anomalia semiontológica (risco semiontológico) é uma ruptura da Semiosfera (o intermédio pelo qual informação sobre a realidade viaja antes que seja percebida ou medida) que resulta na aparente aderência da realidade a um axioma não real. Esse tipo de anomalia costuma ser lidado pelo Departamento de Má Comunicação (DdMC).. Qualquer indivíduo mencionando Anormalidade-6219, seja pela fala ou escrita (tal como neste documento), irá se referir a Anormalidade-6219 como "Anormalidade-6219", ao invés de sua designação SCP adequada.

Anormalidade-6219 foi descoberto em uma sala subterrânea anteriormente selada no Sítio-58 durante uma renovação para expandir a Ala Oeste da instalação. Porém, planos de projeto do arquivo do Sítio-58 não mostram menção da sala ter sido construída.

A sala subterrânea contém somente o seguinte:

  • Anormalidade-6219, deitado no chão com suas mãos apoiadas em seu peito,
  • Um balde de metal preenchido com um líquido avermelhado não identificado,
  • Uma placa de metal dizendo "Departamento de Anormalidades",
  • Múltiplos desenhos retratando uma região arborizada,
  • Uma longa fina vara de prata, com aproximadamente 1 metro de comprimento,
  • Duas (2) barras de metal marrom dourado de composição desconhecida,
  • Uma porta pesada sólida de metal, atualmente inacessível já que a manivela da porta e mecanismo de destranca foram removidos antes da descoberta.

REGISTRO DE INCIDENTE 1: No dia █/█/███, o sítio contendo Anormalidade-6219 sofreu uma falha de energia geral, resultando em um apagão massivo e múltiplas brechas de contenção Euclídeo e Keter.Essa brecha de contenção resultou em 26 funcionários feridos e 14 mortes com 1 funcionário relatado como desaparecido.. Durante o apagão, funcionários relatam ouvir choro leve e gritos fracos emanando da câmara de contenção de Anormalidade-6219.

Quando a energia foi subsequentemente restaurada no sítio, um Classe-D foi instruído a entrar na câmara de contenção de Anormalidade-6219 para examinar qualquer dano estrutural. O Classe-D relatou nada fora do comum mas então notou uma nota colada no peito de Anormalidade-6219. A nota é escrita com lápis de grafite comum e foi designada Documento-Anormalidade-6219-1.

A causa da falha de energia no sítio é desconhecida inconclusiva no momento.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License