SCP-729-J
avaliação: +2+x

Item n°: SCP-729-J

Classe de Objeto: Keter Thaumiel (Pessoal, vocês estão ferindo os sentimentos dele! Ele apenas está tentando ajudar!) (Poderíamos por acaso fazer uma nova classe de objeto para essa coisa? Tipo Apollyon+?)

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-729-J atualmente se localiza na mesa do escritório de Dra. Niles Hessen. Onde, graças a Deus, permanecerá. Solicitar testes é por sua conta em risco. O objeto brecha a contenção em uma frequência alarmante, mas até mesmo a FTM Nu-7 ("Martelo Abaixo") se nega a chegar perto dessa merda, então ele faz o que ele quiser. Todos estamos sob sua mercê. Dra. Hessen foi ordenada para entregar SCP-729-J para ser devidamente contido… quando alguém tiver coragem de escrever um e-mail para ela.

Descrição: SCP-729-J SUPOSTAMENTE deveria ser um brinquedo, mas eu quero saber quem é o doente mental que daria isso para uma criança. O rótulo DIZ que isso é feito de fibra de poliéster, mas todos sabemos que é feito do estofado de sofá do diabo. Ou algo do tipo.

O seu reino de terror começou durante uma brecha de contenção de SCP-106. SCP-106 conseguiu prender Dra. Hessen em seu escritório e fez um buraco na porta quando viu o maldito SCP-729-J. SCP-106 ficou completamente paralisado e começou a encarar SCP-729-J, mostrando interesse nenhum em Dra. Hessen. E então SCP-106 começou a andar para trás para sair do escritório de Dra. Hessen, nunca quebrando o contato visual com aquela desgraça SCP-729-J, até chegar ao final do corredor e rapidamente se materializou novamente em sua câmara de contenção. Deve ser notado que SCP-106 mostrou o dedo do meio durante o encontro inteiro com SCP-729-J. A reação de SCP-106 é, francamente, bastante compreensível, e diversos pesquisadores que testemunharam o evento foram encontrados juntos a SCP-106 em sua câmara de contenção.

REGISTRO DE TESTES:

SCP-2006

Resultado: SCP-2006 começou a gritar após ser exposto ao objeto, e tomou uma forma idêntica a SCP-729-J. SCP-2006 não alterou sua forma desde o encontro.

SCP-1322

Resultado: SCP-729-J foi enviado para a sociedade de SCP-1322 através do buraco de minhocas. O objeto retornou 6 minutos depois, com uma bandeira branca amarrada a ele.

SCP-303

Resultado: Quando Dra. Hessen foi instruída a passar por uma porta com por 303 segurando SCP-729-J, SCP-303 prontamente abriu a porta para Dra. Hessen e a conduziu antes de sair rapidamente da sala, Dra. Hessen não demonstrou sinais comuns de reação de pavor. SCP-303 foi encontrado seis horas depois em um armazém abandonado em posição fetal, chupando o dedo polegar.

SCP-3000

Resultado: SCP-729-J foi posto como isca em uma vara de pesca e jogado ao oceano, e foi abaixado na atual localização onde SCP-3000 foi detectado pelo radar. Após duas horas de abaixando a linha de pesca no oceano, Dr. Saarland queixou-se de uma cãibra em sua mão por abaixar a linha de pesca e Dr. Bayer tomou o seu lugar. 50 minutos mais tarde foi presumido que a profundidade de SCP-3000 foi alcançada. Após 2 minutos, um puxão foi sentido na vara de pesca e a presença de SCP-300 repentinamente desapareceu do radar. Como Dr. Bayer também queixou-se de dor na mão, a recuperação do final da linha de pesca foi adiada.

Eu disse para que deveríamos nos alongar antes, mas não, "Vamos jogar Halo toda a sexta-feira!", "Nossos pulsos já estão treinados!". Vocês deviam ter me escutado. - Dr. Baden

No dia seguinte, após o alongamento adequado, SCP-729-J foi recuperado com sucesso, com uma nota feita a mão fixada ao objeto, que dizia: Certo, pensei que nós tínhamos um combinado. Eu faria algumas consciências virarem espaguete, e vocês teriam suas coisas de esquecimento de graça. Mas, tudo bem, vocês ganharam. Vocês podem pegar suas coisas de esquecimento de graça. Suprimento para vida toda. Mas por favor, há uma condição! Mantenha. Aquela. Coisa. Fora. Do. Meu. Oceano! Eu vou sair um pouco. Eu preciso recompor meus ânimos.

SCP-055

Resultado: Dra. Hessen foi até a câmara de contenção de SCP-055 segurando SCP-729-J. Após cerca de 5 minutos, a câmara de contenção foi aberta e um gato romano correu ao escritório de Dra. Hessen.

Oh, Pudim, vem cá! Nós compramos novo amiguinho para você! -Dra. Hessen
Espera aí, nós temos um 055? E é um gato chamado Pudim? -Dr. Aksum

SCP-650

Resultado: Dra. Hessen foi instruída a observar SCP-650 diretamente em sua câmara de contenção enquanto segurava SCP-729-J. Antes que Dra. Hessen pudesse ser instruída a quebrar sua linha de visão com SCP-650, a iluminação da câmara de contenção de SCP-650 foi desligada brevemente e o som de passos rápidos e pesados puderam ser ouvidos pela câmara, de acordo com Dra. Hessen. Quando a energia da câmara de SCP-650 retornou, SCP-650 desapareceu completamente de sua área de contenção e não foi encontrado em nenhum lugar próximo a Dra. Hessen; entretanto, funcionários da área repararam que uma cruz foi rudimentarmente esculpida na câmara de contenção de SCP-650. Um alerta de brecha de contenção foi tocado; após duas de uma longa procura, SCP-650 foi descoberto se escondendo em um armário de armazenamento, aparentemente tentando enterrar sua cabeça no chão. SCP-650 eventualmente retornou a sua câmara de contenção, mas desde o ocorrido, o objeto constantemente encara a parede com a cruz esculpida e não sai de sua posição.

SCP-1048

Resultado: Quando exposto a SCP-729-J, todas as cópias feitas por SCP-729-J ficaram paralisadas e não voltaram a se mover desde a exposição. SCP-1048 ficou alarmado por isso, e fez um gesto como o sinal da cruz, e se escondeu de trás de suas cópias. SCP-1048 recuperou a habilidade de fazer cópias de si mesmo só quando SCP-729-J foi removido da sala. O objeto agora produz frequentemente artes que mostram SCP-729-J como uma figura monstruosa, e recua quando mostrado uma foto de SCP-729-J.

Nem mesmo o ursinho? Aww… Coitadinho do Sr. Buns. Ele apenas quer alguns amigos! - Dra. Hessen

Tente com o 2317. Talvez aquela besta do inferno possa estar com seu próprio tipo. -Dr. Yvaine

Ele não vai brincar com ele também! - Dra. Hessen

… Meu Deus. - Dr. Yvaine

SCP-682

Resultado: [DADOS EXPURGADOS]

Em resumo, reclassificamos SCP-682 a Neutralizado. Você não vai querer nem saber como esse merdinha matou o 682. - Dr. Foxfield

SCP-076

Resultado: SCP-729-J foi posto dentro da área de contenção de SCP-076-2 quando seu coração começou a bater. Todos os humanos saíram do local, e pesquisadores assistiram através de uma câmera. Quando SCP-076-2 saiu de SCP-076-1, invés de procurar pelo humano mais próximo, ele encarou fixamente 729-J. SCP-076-2 materializou um lança-chamas M2 americano e um pacote de combustível correspondente. Ele tentou utilizá-lo em SCP-729-J, mas o lança-chamas não o causou nada. Quando SCP-076-2 acabou com o combustível do lança-chamas e percebeu que 729-J não teve nenhum dano, ele correu de volta a SCP-076-1 e se encolheu na forma de uma bola. Sons de choro vindos do interior de SCP-076-1 puderam ser ouvidos. Já se passaram duas semanas, e SCP-076-2 ainda não saiu dessa posição.

SCP-073

Resultado: Quando exposto a SCP-729-J, SCP-073 pegou um copo ďágua, e começou a abençoá-lo. Após isso SCP-073 disse a frase "VAI SE FODER, SEU ARROMBADO!" e pôs o merdinha na água benta.

SCP-073 permaneceu de baixo de uma mesa pelo resto do teste, com seus dedos formando uma cruz.

SCP-187

Resultado: Após ser exposto a SCP-729-J, SCP-187 começou a vomitar e espumar pela boca. SCP-187 demonstrou rápida mudança emocional, mudando de gritar e balbuciar para grunhir e murmurar. SCP-187 foi imediatamente removida.

Após ser entrevistada, SCP-187 falou "Como algo pode ser tão maligno e ainda assim fofo?!" SCP-187 atualmente está sob terapia.

SCP-1915

Resultado: SCP-729-J foi exposto a SCP-1915. Após a exposição, SCP-1915 exclamou com seus braços ao ar: "EU DESISTO!"

SCP-1915 brechou a contenção e [DADOS EXPURGADOS]

No presente momento, acredita-se que SCP-1915 esteja conversando com SCP-3812 sobre a futilidade das narrativas e pontos da trama, atualmente debatendo sobre qual dos seus criadores tem o menor pinto.

SCP-4812-K

Resultado: SCP-729-J foi lançado em direção a SCP-4812-K.

SCP-4812-K começa a gritar e se contorcer, antes de se jogar em SCP-225-1, matando-se. Foi reportado uma brecha de contenção de SCP-4812-S e -E nesse momento, ambos se auto-encerrando. SCP-729-J foi recuperado e entregue novamente pela COG, afirmando ter matado a entidade Eros pousando sobre o objeto.

Nota: Após ser perguntado como ele ainda tem capacidade de falar e reagir tão calmo e de modo insensível próximo a aquela maldita coisa, Dr. Gears falou calmamente, afirmando que "Eu realmente borrei minhas calças na primeira vez que olhei para isso, e agora eu tenho uma super privada no mirante, com balde e chuveiro incluídos. Francamente estou com tanto repugno quanto você".

SCP-173

Resultado: [DADOS EXPURGADOS]

"Não pergunte sobre isso. Não, a ogiva também não destruiu eles. Não, não houve nenhuma grande batalha. Sim, houve uma discussão. Não, não vá ou tente procurar Koitern ou [DADOS PERDIDOS]. Não, nem a Biblioteca do Viajante. Sim, eles usaram sombreiros. Não, ainda temos que removê-los. NÃO; Não tentaremos isso novamente, a menos que seja percebido um Cenário Classe-AZ "Fiesta". Sim, isso é tudo que achamos no segundo traje de SCP-5000 que apareceu na câmara de contenção de SCP-173" -Green

“Não sei. Eu acho que ele fica fofo com isso!” -Dra. Hessen

SCP-001

Resultado: Tom Brady, Quarterback de Tampa Bay Buccaneers, foi raptado e obrigado a lançar SCP-729-J na zona de SCP-001. SCP-001 imediatamente olhou para 729-J e curvou-se. Uma abertura da forma de uma boca apareceu na cabeça de SCP-001, e uma voz alta disse: “Meu senhor.” SCP-001 pegou 729-J e o pôs no jardim do outro lado do portão que SCP-001 guarda. 729-J foi apenas recuperado quando SCP-001 foi permitido ter SCP-999 por um dia.

Não se preocupe, Tom Brady foi entregue novamente, como SCP-3000 disse, ‘coisas de esquecimento’. - Dr. [REDIGIDO], líder do Departamento de amnésticos

SCP-049

Resultado: Quando exposto a SCP-729-J, começou a cambalear, pôr suas mãos em sua cabeça e ficar de joelhos, afirmando "A Pestilência… é … muito forte…" SCP-049 tentou rastejar até SCP-729-J, dizendo "Eu devo… te curar…" mas caiu no chão e ficou inconsciente.

"Droga, esse cara é uma forte praga até para o 049" -Dr. Brine

SCP-294

Resultado: D-382563 foi instruído a digitar ‘SCP729J’ no teclado de SCP-294. Ele inicialmente recusou-se, afirmando que já havia ouvido histórias sobre 729-J de outros Classes-D, e que ele "não queria se envolver com aquela criatura satânica". Uma mira de arma foi apontada para D-382563 até que ele digitasse isso. 294 produziu um copo de titânio, com as palavras ‘Essa é a única coisa que aguenta o líquido dessa toxicidade’ gravadas no lado externo do copo. O copo foi preenchido por um líquido amarelo néon. Uma mira de arma, novamente, foi apontada para o sujeito até que ele bebesse o líquido. Após D-382563 bebê-lo, seus olhos ficaram vermelhos, e em seguida rapidamente [DADOS EXPURGADOS]. O seu corpo inteiro virou do avesso. Mãos de esqueleto flamejantes saíram do solo e puxaram-no para baixo do solo. Ao D-382563 desaparecer, uma nota apareceu sobre o lugar que ele foi puxado para de baixo do solo. A nota dizia ‘Aquele merdinha não veio daqui, e eu te imploro para deixar isso LONGE daqui. -Satã’.

“M-M-Me deixe dar o fora dessa PORRA!” -Dra. Roshland, uma hora antes de se demitir.

SCP-914

Resultado: SCP-729-J foi posto na cabine de entrada de SCP-914 por Dra. Hessen. SCP-914 foi configurado como "Áspero" por Dr. ███████ para, "Finalmente acabar com essa abominação esquecida por Deus". Ao tentar girar a chave, SCP-914 se recusou a operar enquanto SCP-729-J estivesse na entrada. Uma investigação em SCP-914 revelou uma nota na cabine de saída. A nota dizia, "Essa coisa não pode ser refinada. Não importa quantas vezes você tente, tire essa porra daqui."

SCP-231

Resultado: : [DADOS EXPURGADOS]

Procedimento 110-Montauk agora foi reposto por exposições regulares a SCP-729-J, dado os altos níveis de estresse emocional produzidos na mais recente exposição.

Registro de Entrevista:

Entrevistado(a):Dra. Hessen

Entrevistador(a): Dr. Yvaine

Prefácio: SCP-729-J estava "contido", se pode se chamar assim, na bolsa de Dra. Hessen, mesmo com os diversos pedidos de que apenas faça que essa coisa fique longe daqui.

<Início de Registro>

Dr. Yvaine: Dra. Hessen. Fale para nós sobre como você obteve SCP-729-J.

Dra. Hessen: Quero dizer, foi um presentinho online que pedi para mim mesma. Páscoa, sabe?

Dr. Yvaine: Nada de estranho sobre a sua fabricação?

Dra. Hessen: Nada!

Dr. Yvaine: E ainda nós procuramos por evidências de rituais satânicos na fábrica onde isso foi fabricado. Estranho.

Dra. Hessen: Sim, mas ele… veio pelos correios! Era um daqueles que vinham perfumados.

Dr. Yvaine: Meus Deus do céu… [Dirigindo-se a bolsa de Dra. Hessen] - Me perdoe se eu zombei de seus irmãos. Deixe-me continuar viva, e isso não mais acontecerá, eu te prometo. Apenas tenha misericórdia de mim. [Dirigindo-se a Dra. Hessen] Qual é a natureza da sua imunidade contra as propriedades de SCP-729-J?

Dra. Hessen: Propriedades? Quero dizer, é apenas uma pelúcia. Estou com ele aqui. [Dra. Hessen começa a retirar SCP-729-J oh Deus ela realmente pensa que queremos isso perto de nós?!]

Dr. Yvaine: NÃO NÃO NÃO, TIRA ESSA PORRA DE PERTO DE MIM -

<Encerramento de Registro>

Declaração de encerramento: A entrevista foi encerrada devido a iminente brecha de contenção.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License