SCP-734
avaliação: 0+x
untitled.JPG

SCP-734 durante um período de "Hora de Brincar", antes da instalação do cateter arterial.

Item nº: SCP-734

Classe do Objeto: Keter

Procedimentos Especiais de Contenção: Quaisquer funcionários que entrarem na área de contenção devem estar em trajes haz-mat de atmosfera contida. Nenhum contato físico deve ser feito com SCP-734. Qualquer um que fizer contato físico com SCP-734 deve ser imediatamente removido da área de contenção e colocado em quarentena para observação. Quaisquer itens saindo da área de teste devem ser esterilizados antes de serem permitidos a saírem da área de contenção.

Sangue deve ser coletado via cateter arterial uma vez por dia, a quantidade será determinada e reavaliada mensalmente. O cateter deve ser limpo e conservado três vezes ao dia. O sangue extraído deve ser imediatamente selado e o recipiente esterilizado antes do armazenamento criogênico. O sangue pode ser armazenado por cinco anos, após os quais deve ser incinerado. Os pedidos de uso do sangue coletado devem ser enviados ao Supervisor.

SCP-734 deve ter um responsável vigiando-o em todos os momentos, com um equipamento haz-mat completo, que deve ser alternado a cada quatro horas. A interação com SCP-734 é permitida apenas quando estiver com um equipamento haz-mat completo. SCP-734 deve ser trocado e alimentado conforme necessário com as necessidades nutricionais revisadas e ajustadas mensalmente. SCP-734 pode receber brinquedos com autorização do Supervisor.

Descrição: SCP-734 parece ser um bebê humano do sexo masculino entre sete e oito meses de idade. SCP-734 mostra desenvolvimento e saúde normais para uma criança de sua idade e histórico genético. Nenhuma mutação genética anormal, infecção ou distúrbio celular raro foi encontrado durante qualquer teste, e nenhum ponto de origem ou causa foi encontrado para o efeito que SCP-734 tem no tecido humano.

Qualquer tecido humano que fizer contato com SCP-734 começará a se decompor rapidamente e se "descamar". Este efeito é mais frequentemente desencadeado pelo contato pele-a-pele, mas qualquer célula viva de SCP-734 pode causar o efeito. Essa “descamação” começará no ponto de contato duas horas após a exposição a SCP-734 e se espalhará a uma taxa de 0,5 mm/minuto. O meio pelo qual a "descamação" ocorre é desconhecido, pois nenhuma forma de agente viral, bacteriano ou químico é passado por SCP-734 para o sujeito.

Células começam a perder coesão física e pequenos pedaços de tecido começam a descascar em flocos. A descamação começa na camada de tecido de contato, mais frequentemente a epiderme, e atacará essa camada exclusivamente por cinco horas. Após cinco horas, o efeito começará na próxima camada e continuará assim até que todas as camadas de tecido sejam afetadas. Este processo é extremamente doloroso e torna-se progressivamente mais debilitante à medida que o tecido nervoso, vasos sanguíneos, tecidos musculares e estruturas esqueléticas são expostos e, em seguida, “consumidos” pelo efeito. Nenhum tratamento ou procedimento, exceto a amputação das áreas afetadas, mostrou qualquer sucesso em interromper a progressão, com a amputação tendo uma taxa de sucesso de 72%.

Devido à natureza não infecciosa deste efeito e sua baixa taxa de sobrevivência, o sangue coletado de SCP-734 tem um valor estratégico muito alto. Um cateter arterial foi instalado para fornecer um suprimento constante de amostras de sangue que estão sendo armazenadas e pesquisadas para possível aplicação em atividades da Fundação, tanto secretas quanto militares. SCP-734 sozinho mostrou inteligência e aptidão física acima da média, e propostas para treinar e condicionar SCP-734 para se tornar um agente da Fundação assim que amadurecer estão em análise.

burn2.jpg

Enfermeiro ████████ nos estágios iniciais da exposição.

SCP-734 foi recuperado no Hospital Médico █████ após relatos de um surto massivo de uma forma desconhecida de bactéria comedora de carne na maternidade. Funcionários da Fundação colocaram a área em quarentena e encontraram vários enfermeiros, quatro médicos e uma criança afetada por SCP-734. SCP-734 foi isolado e contido após entrevistas com os funcionários. A mãe de SCP-734 não foi encontrada e nenhum registro de sua alta hospitalar foi encontrado. Supõe-se que ela foi afetada por SCP-734 durante o nascimento e morreu por causa do efeito. Como ela foi capaz de suportar SCP-734 até o final da gravidez permanece desconhecido.

Adendo:

Memorando para o Funcionário Responsável: Isso não deve ser necessário; um lembrete será, no entanto, emitido para todos os funcionários que trabalham com SCP-734 de que as máscaras faciais são uma parte OBRIGATÓRIA do equipamento haz-mat necessário para trabalhar com SCP-734 e não podem ser removidas a qualquer momento durante o serviço. SCP-734 pode ser um bebê, mas ainda é capaz de causar uma doença degenerativa do tecido em qualquer pessoa que entre em contato com qualquer célula SCP-734 viva. Isso inclui muco. Agente ███████████ retirou a máscara do rosto, afirmando “Ele é só um bebê, estou segurando as mãos dele, vai ficar tudo bem!”. SCP-734 então espirrou no rosto da Agente ███████████, causando “descamação” em 26 pontos no rosto e pescoço dela.

Registros fotográficos da progressão do efeito sobre ela serão fornecidos a qualquer equipe com perguntas ou reclamações relacionadas a SCP-734 e seus procedimentos de contenção.

Atualização do Projeto ██/██/████: Teste de SCP-734 na idade ██ confirma uma pontuação de 98% no Índice de Lealdade da Aeslinger. Entidade foi aprovada para treinamento com armas anômalas.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License