SCP-8111

rain.png

Magica para Mentirosos

avaliação: +2+x

5/8111 LEVEL 5/8111
CLASSIFIED
classified-bar.svg
classified-bar.svg
classified-bar.svg
classified-bar.svg
classified-bar.svg
classified-bar.svg
Item nº: SCP-8111
Archon

Procedimentos Especiais de Contenção: Sob a diretiva dos Supervisores, SCP-8111 deve ser deixado em paz pelos membros da Fundação SCP.


magician.jpg

SCP-8111.

Descrição: SCP-8111 é uma entidade humanoide manipulador da realidade Classe X e um Grande Taumaturgo verificado que refere a si mesmo como "Frill Wizard." SCP-8111 aparenta ser um homem humano velho e alto com cabelo e barba cinza. SCP-8111 pode falar fluentemente todas as línguas e a maioria das línguas mortas conhecidas.

SCP-8111 nasceu em um período desconhecido, presumido ser antes de 900 a.C. SCP-8111 é responsável pela criação, direta ou indireta de vários objetos SCP, entidades anômalas e Grupos de Interesse.

Adendo: Quatro anos depois da Fundação anunciar o Cenário de Máscara Quebrada em 1998, SCP-8111 saiu de sua posição de alto nível na Fundação e se juntou no recém formado Grupo de Interesse conhecido como "Chapéus Encenadores." Desde então, SCP-8111 não foi observado usando suas habilidades de Manipulação da Realidade ou Taumatúrgicas.

REGISTRO DE ENTREVISTA


[SCP-8111 é visto andando com sua bengala nas ruas de Chennai, Índia. Ele está vestindo uma cartola e segurando um saco de alimentos, e apesar da forte chuva, ele está sorrindo.]

[Outro homem com um guarda-chuva anda na direção oposta. Ele aparenta ser jovem e está vestindo um terno preto. Ele para na frente de SCP-8111, que também faz.]

Desconhecido: Como você vai?

SCP-8111: Me segurando. Como você vai?

[Silencio. A chuva está ficando mais forte.]

Desconhecido: Por quê?

SCP-8111: Está começando a ficar muito molhado. Talvez deveríamos ir a algum lugar mais seco.

[O homem levanta sua mão para cima e gesticula para o céu. A chuva para abruptamente, formando um circulo seco entre os dois homens.]

Desconhecido: Vamos conversar.

SCP-8111: Se você quer.

[Ambos sentam na frente de uma pequena cafeteira, onde duas cadeiras de madeira e uma mesa estão situadas. Um barista vai até eles; SCP-8111 pede café em Hindi.]

SCP-8111: Essa loja tem Kaapi. Você já experimentou? Eu só descobri isso ontem, e isso foi uma surpresa agradável.

Desconhecido: Por que você deixou a Fundação?

SCP-8111: Nós realmente estamos voltando nisso? Eu achei que eu foi muito claro no arquivo.

Desconhecido: Olha pra você. Você está andando com uma bengala. E nós dois sabemos que tem muitos feitiços simples para consertar isso.

SCP-8111: Eu já vi pessoas que crescem outro braço para ser mais eficiente. Uma terceira perna não é tão ruim.

Desconhecido: Você está se deixando ir. Menos de um ano atrás, eu poderia jurar que você parecia 10 anos mais jovem.

SCP-8111: Parece certo ter um corpo que finalmente reflete sua idade, pelo menos um pouco.

Desconhecido: Mais cedo do que o suficiente, você estará fraco e em decomposição.

SCP-8111: Eh, não é tão ruim.

[Silêncio. O barista volta com o café com filtro Indiano e os coloca na mesa diante deles.]

Desconhecido: Por quê?

SCP-8111: Estou cansado. O que mais você precisa?

Desconhecido: Você era algo que eu admirava. Você era-

SCP-8111: Ah, não me venha com essa de novo. Há tantas pessoas mais importantes para serem admiradas na história que eu.

Desconhecido: E você nos deixou pelo… quê? Eu nem sei o que aquele grupo é.

SCP-8111: Eles são mágicos.

Desconhecido: Ilusionistas. Um grupo de ilusionistas que apareceram um pouco depois do fim da Máscara e que consideram o uso de taumaturgia uma "trapaça" para sua mágica. Movidos pela frustação de seu trabalho ter sido ofuscado por magia de verdade.

SCP-8111: O único GdI não anômalo. Eles são determinados a recuperar os holofotes com suas brilhantes habilidades e criatividade. Isso não é incrível?

Desconhecido: Isso é estúpido.

SCP-8111: Talvez. Mas você não ficaria bravo se seu trabalho fosse substituído depois de apenas uns anos?

Desconhecido: Você está desviando da minha pergunta. De novo.

[Silêncio. SCP-8111 toma um gole de sua xícara.]

SCP-8111: Você quer ouvir uma história?

Desconhecido: Vai responder minha pergunta?

SCP-8111: Talvez. Isso é algo para você ver.

Desconhecido: Certo.

SCP-8111: Muitos muitos anos atrás, quando eu era nada mais que um jovem e curioso garoto, um homem estranho visitou minha vila. O homem usando uma beca cinza e tinha a maior barba que eu já tinha visto, isso me fez ri. Quando eu me aproximei do homem, ele me perguntou, "O que você deseja." Minha simples mente de criança não poderia pensar nada além que minha necessidades mais básicas que atualmente preenchia minha mente, então eu pedi "alguma comida." Do nada, a maçã mais vermelha que eu já vi apareceu na sua mão. Eu dei uma mordida e isso era realmente deliciosa. Quando eu perguntei pro homem como ele fez isso, ele sorriu e desapareceu. Aparentemente, ele tinha que ir. Eu nunca mais vi aquele homem de novo.

SCP-8111: Foi assim que eu aprendi sobre magia. Você já sabe sobre os próximos anos da minha vida. Eu estava ansioso por conhecer, então eu sai da minha pequena vila e minha família para descobrir as maravilhas desse mundo. Eu prometi para mim mesmo não parar de viajar até eu não pudesse encontrar algo novo nesse mundo. Eu testemunhei e estudei cada fenômeno que poderiam me fazer perguntar. Eu descobrir livros de conhecimento esotérico, uma biblioteca infinita cheia com conhecimento também infinito. Eu descobrir criaturas de aparência indescritíveis, alguns mais inteligentes que minha própria espécie. Eu conheci várias pessoas com poderes e curiosidades parecidas comigo, alguns bons e outros ruins. E com todo esse conhecimento que eu adquirir pelos anos, eu decidi me juntar a um grupo que poderia me ajudar a expandir ainda mais esse conhecimento. E eu sai, apenas para me juntar a outra. E outra. E assim por diante. Até eu encontrar meu próprio grupo, um que eu poderia me orgulhar.

[SCP-8111 toma outro gole de sua xicara.]

SCP-8111: Mas recentemente, algo mudou a direção do grupo. Revelando maioria das maravilhas que eu havia descoberto anteriormente para o resto do mundo. Isso não me incomodou; minha diretiva continuaria de qualquer maneira. Um dia, tive vontade de sair do meu escritório. Ver o que o mundo estava fazendo, eu suponho. Então eu fui passear por uma rua qualquer. Para minha surpresa, não ouve muitas mudanças. O mundo escuro que eu tinha escondendo na verdade se juntou perfeitamente com a luz. Crianças agora estava brincando com feitiços nocivos e criaturas que eu jurei conter agora estavam unidas com a humanidade.

SCP-8111: Eu notei uma pequena multidão cercando algo que eu não podia ver. Eu me aproximei para ver o que eles estavam vendo. Um homem jovem vestindo uma cartola e uma capa vermelha que estava fazendo uma performance de rua, o de mágica. Ele estava no meio do truque da carta e, aparentemente, ele adivinhou a carta de uma garotinha. A garotinha claramente não estava impressionada, mas ele manteve seu sorriso alegre em ambos os lados. Depois disso, ele escolheu alguém da audiência e apontou pra mim. Eu me aproximei do homem e ele perguntou se eu estava com fome. Eu respondi que sim, curioso para ver onde isso iria. E você não saberia, ele puxou uma maçã verde de sua mão e me entregou. Quando ele se afastou para fazer outro truque, minhas memórias dos meus anos mais novos voltaram. Você sabe o que mais me surpreendeu?

Desconhecido: … O que?

SCP-8111: Eu não tinha ideia de como ele fez isso. Apesar dos meus séculos de conhecimento sobre magia, eu não sabia como ele fez aquele truque. Não havia sinais de radiação taumatúrgicas, níveis incomuns de hume ou qualquer artefato anômalo para ajuda-lo. Ele só fez!

[Silêncio.]

Desconhecido: É isso? Um cara revela uma fruta que ele estava escondendo na sua manga. E você deixa a organização mais poderosa?

SCP-8111: A maçã era muito grande para sua man-

Desconhecido: Ah meu deus! Tem dezenas de formas que ele pode esconder isso! Se você fosse um pouco mais cuidadoso, você poderia ver ele fazendo isso!

SCP-8111: E esse é o ponto. Eu não fui. Eu perdi meu contato com a realidade porque eu estava preocupado com o oculto.

[Silêncio.]

SCP-8111: O fato é, esse grupo realmente me surpreendeu. Eu usei toda a minha experiência para ajuda-los a determinar se seus membros respeitão sua arte sem fazer nada de anômalo.

Desconhecido: Então é isso. Você poderia usar seu poder para fazer grandezas, ajudar na coisas. Em vez disso, você se tornou o treinador de um pequeno GdI que provavelmente será esquecido pelos próximos anos.

SCP-8111: Eu tenho feito o que eu acho ser o certo a minha vida inteira. Você pode pelo menos me deixar isso?

[SCP-8111 toma o último gole. Ele levanta de sua cadeira.]

SCP-8111: Eu tenho que ir. Tem uma apresentação de mágica não muito longe daqui que eu preciso ver. Se você quiser, você pode vir também.

[SCP-8111 pega sua bengala e começa a sair da cafeteira. Ele olha brevemente para o homem enquanto coloca sua cartola de volta.]

SCP-8111: Se não, foi bom ver você de novo.

[SCP-8111 sai do círculo seco e entra na chuva.]

[O círculo seco lentamente se fecha. O Supervisor não se move.]

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License