SCP-848
avaliação: 0+x

Item nº: SCP-848

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-848 está contido em uma câmara de isolamento de 10 m x 10 m x 5 m, que deve conter estruturas não-orgânicas que podem ser usadas por espécimes de SCP-848-1 para construir SCP-848-2. As entidades de SCP-848-1 geralmente não precisam ser alimentadas, mas se não puderem se alimentar por períodos que durem mais de 2 semanas ou começarem a exibir sinais de desnutrição, insetos inofensivos podem ser introduzidos na contenção de SCP-848 como alimento.

A câmara de SCP-848 deve ser limpa pelo menos uma vez por semana e monitorada continuamente para o aparecimento de objetos anômalos. No caso de organismos hostis, batalhões armados podem ser despachados e todas as precauções Nucleares-Bioquímicas (NBQ) devem ser suprimidas pelos funcionários ao recuperar objetos de SCP-848-2.

Descrição: SCP-848-1 é uma colônia de Nephila clavipes (tecedeiras-de-seda-dourada, também conhecidas como aranhas-tecedeiras). Os espécimes de SCP-848-1 são aproximadamente 15% maiores e significativamente mais fortes e rápidos do que os espécimes normais de Nephila, mas geralmente não são muito mais perigosos do que uma aranha do gênero para humanos, e não exibem nenhuma hostilidade particular a hominídeos em sua contenção.

SCP-848-2 é a teia criada por SCP-848-1. Tal como acontece com N. clavipes normais, SCP-848-2 pode ser enorme, e muitas vezes atingir diâmetros de 5 m ou mais. A seda usada na produção de SCP-848-2 é um pouco mais forte do que o esperado de N. clavipes. Entretanto, a composição parece ser a mesma.

Periodicamente, objetos anômalos serão descobertos presos em SCP-848-2. A frequência dessas ocorrências varia muito, mas geralmente ocorre de uma vez por semana a até doze vezes em um dia. Os objetos registrados encontrados em SCP-848-2 incluem:

  • Vários insetos voadores típicos do habitat natural de SCP-848-1. Até o momento, mais de 300 espécies conhecidas de moscas, mariposas e outros insetos foram registradas.
  • Vários insetos voadores que existem apenas em regiões do mundo onde não há indícios conhecidos de SCP-848-1, incluindo insetos exóticos de florestas tropicais densas.
  • Vários tipos de restos de objetos inanimados, incluindo papéis e detritos de plantas.
  • Várias espécies de insetos voadores não conhecidos pela ciência moderna.
  • Vários organismos não identificados que asfixiam rapidamente quando expostos ao oxigênio e podem ser de origem extraterrestre.
  • [DADOS EXPURGADOS]
  • [DADOS EXPURGADOS]

Objetos anômalos aparecerão em SCP-848-2 apesar de não haver explicação plausível para sua origem, levando à crença de que SCP-848-2 é capaz de 'capturar' objetos de locais extraterrestres ou extradimensionais. SCP-848-1 é capaz de se alimentar da maioria dos insetos encontrados em SCP-848-2 e, portanto, não precisa ser alimentado regularmente.

Adendo 848-01: Registro de Objetos Relevantes Recuperados

Data: █/██/████
Detalhes: Um inseto não identificado apareceu em SCP-848-2. O inseto parecia ter doze (12) patas, bem como um órgão que só poderia ser descrito como um "█████ █████". Amostra destruída por precaução.

Data: ██/██/████
Detalhes: Um inseto voador semelhante a uma libélula terrestre com uma envergadura de quase 1 m, que se acredita ter sido extinta há cerca de 150 milhões de anos. Causou danos significativos a SCP-848-2 antes de ser neutralizado pelo veneno de SCP-848-1. SCP-848-1 posteriormente reparou o dano a SCP-848-2 sem maiores problemas.

Data: ██/█/████
Detalhes: Um organismo extraterrestre desconhecido, que começou a guinchar ruidosamente antes de perecer rapidamente por asfixia e hemorragia explosiva nos olhos. Uma autópsia realizada pelo Dr. ██████ determinou que a criatura não era capaz de respirar oxigênio e, de fato, não poderia sobreviver em uma atmosfera com pressão atmosférica normal da Terra.

Incidente 848-1:
No dia █/██/████, um [DADOS EXPURGADOS] se materializou em SCP-848-2 e rompeu contenção imediatamente usando um █████ ███████████. Os [DADOS EXPURGADOS] e [DADOS EXPURGADOS] antes dos batalhões de resposta forem despachados e exterminaram a amostra após múltiplas perdas. Vários espécimes de SCP-848-1 foram mortos durante o incidente, mas uma população reprodutiva estável ainda permanece.

SCP-848 foi redesignado para a classe Euclídeo, e os procedimentos de contenção revisados estão com aprovação pendente.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License