SCP-901
rating: +1+x
SCP-901

Foto de arquivo de SCP-901, tirada ca. 19████

Item nº: SCP-901

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: A localização e natureza de SCP-901 dificulta a contenção. Todas as portas, janelas e quaisquer outras características que possam ser utilizas como entradas para SCP-901 devem ser seladas. SCP-901 deve ser cercado por uma cerca de 4.5m coberta com arame farpado e painéis de madeira no perímetro externo da cerca para dar a aparência de uma instalação abandonada. Dois agentes da Fundação com ████████ unifomes de policais locais devem estar sempre posicionados na entrada de SCP-901, com mais quatro agentes em roupas simples discretamente patrulhando o perímetro de SCP-901. Funcionários não devem entrar em SCP-901 em qualquer circunstância excepto em condições de teste controlado.

Descrição: SCP-901 é um edifício de quatro andares construindo num estilo neoclássico, situado em 10 ████████ Square, ████████, ██████████, coordenadas [REDIGIDO]. Possui uma forma em L e ocupa uma área de aproximadamente 850m². Informações sobre a história de SCP-901 mostram ser difíceis de se obter; quando questionada sobre o local, a população sugere que existe pelo menos desde 1947, mas nenhum registo de seus construtores ou uso subseqüente foi encontrado. Não existem qualquer forma de entrar em SCP-901 a não ser pela entrada principal, que consiste por uma porta mogno dupla de dimensões 5.2x4.5m, a partir daqui designado como SCP-901-1. SCP-901-1 se abre para um grande salão principal que parece estar vazio quando visto de fora. As janelas, mesmo cobertas com uma espessa camada de sujidade, também mostram que todas as divisões de SCP-901 estão vazias. Contudo, em raras ocasiões, observadores detetam movimento, 'figuras sombrias' e em um caso [DADOS EXPURGADOS] através das janelas. Até agora, nenhum destes fenómenos foram capturados por dispositivos de gravação.

Quando um individuo entra em SCP-901, SCP-901-1 irá fechar e tornar-se impossível de voltar a abrir a partir do lado de fora através dos currentes métodos testados por um período de tempo que varia entre trinta minutos a vários meses. Aproximadamente 60% dos que entram em SCP-901 não voltam a surgir e serão considerados, para efeitos do estatuto da Fundação e da manutenção de registos, como neutralizados. Nestes casos SCP-901-1 vai simplesmente permitir ser aberto mais uma vez sem nenhuma mudança visual; testes regulares em SCP-901-1 serão necessários para determinar quando é que o seu tempo de 'bloqueio' passou. Quando SCP-901-1 é selado dispositivos electrónicos de gravação ou de transmissão dentro de SCP-901 deixam de funcionar.

O restante dos indivíduos que entram em SCP-901 eventualmente saem da estrutura, novamente através da SCP-901-1, e os principais efeitos de SCP-901 foram determinados através de relatos verbais desses sujeitos. Quando um sujeito entra em SCP-901, assume a aparência de uma instituição totalmente cuidada em vez de um edifício vazio. A natureza da instituição varia entre sujeitos mas é normalmente um estabelecimento de segurança ou lei com com as características de uma autoridade controladora de particular anátema para o sujeito, contudo os sujeitos não conseguem ou não querem descrever marcas de identificação definidas.

Notáveis semelhanças incluem a SS Geheime Staatspolizei, o Comitê Soviético para a Segurança do Estado, a força policial da nação natal do sujeito ou [DADOS EXPURGADOS]. Em um caso notável, o D-1955 (ex-investigador da Fundação Dr.█████, que havia sido rebaixado para a classe D devido a violações do protocolo envolvendo designação ao SCP-231) entrou em SCP-901 e [DADOS EXPURGADOS PELA ORDEM DE O5-█]. A arquitetura interna de SCP-901 parece inalterada. Não se sabe se os efeitos de SCP-901 se manifestam na realidade ou são o produto de alucinações causadas por efeitos psicológicos do SCP.

Ao entrar na SCP-901, o sujeito é confrontado por um ou mais funcionários do serviço da dita autoridade, procedem a conter o sujeito e escoltá-lo a outro setor de SCP-901, onde o sujeito será interrogado por uma figura de um escalão relativamente alto na organização, designado SCP-901-2. Ao contrário das outras figuras que povoam o SCP-901, o SCP-901-2 parece ser uma figura consistente durante as experiências de todos os sujeitos em SCP-901. Embora que a etnia, características faciais e roupas do SCP-901-2 variem de acordo com as características da organização que SCP-901 se transforma, os sujeitos têm consistentemente descrito SCP-901-2 como um homem de 1,6 a 1,95 metros de altura, de estatura média e uma voz 'calma' ou 'nivelada'. Devido aos efeitos psicológicos causados por SCP-901, observações mais aprofundadas de sujeitos em SCP-901-2 são consideradas não confiáveis. SCP-901-2 interrogará o sujeito sobre um determinado ato ou atos contra as leis da autoridade de ocupação do SCP-901 realizados pelo sujeito. Isto não parece corresponder a quaisquer ações que o sujeito tenha realizado e, de fato, pode ser fisicamente impossível para o assunto em questão.

Os funcionários que ocupam SCP-901 tentaram então extrair uma confissão do sujeito. A natureza desse processo é altamente variável entre os sujeitos, pode ser física ou psicológica e corresponderá à natureza da organização que ocupa SCP-901 até certo ponto. Devido aos efeitos invariáveis destes procedimentos sobre o sujeito, os detalhes têm sido difíceis de adquirir e são considerados de qualidade duvidosa, mas os exemplos indicados incluem;

  • agressão física
  • uso de dispositivos especializados projetados para causar estresse físico
  • privação sensorial
  • agressão sexual
  • ameaças contra associados do sujeito
  • uso de [DADOS EXPURGADOS]

O sujeito então emergirá do SCP-901 após um período de tempo consistente com observação.1

Em todos os casos, os indivíduos que sobrevivem aos efeitos do SCP-901 sofrerão de grave distúrbio de estresse pós-traumático. Os participantes também irão sofrer alucinações e delírios paranóicos, especialmente relacionados a estar sob constante ameaça ou observação pela organização encontrada em SCP-901.Sujeitos freqüentemente desenvolvem uma condição semelhante à Síndrome de Estocolmo, manifestando-se em uma relutância em criticar a organização em questão e justificar suas ações. Os efeitos psicológicos da SCP-901 parecem ser insuficientemente tratados pelo tempo ou terapia médica, e em alguns casos podem aumentar a tal ponto que [DADOS EXPURGADOS]

Termo Aditivo 901-1: À luz do Incidente 901-1, o pessoal está proibido de danificar ou interferir de alguma forma com SCP-901 de qualquer forma, exceto sob condições de teste controladas.

Sinopse do Incidente 901-1: O Dr.████████ sugeriu apoio físico para SCP-901-1 para impedir que fechasse enquanto um indivíduo entrava na estrutura, permitindo a observação do comportamento do indivíduo. Isso foi aprovado e aparatos apropriados foram reunidos. Quando os agentes ████████ e ████ começaram a instalar o aparato, abruptamente pararam após três minutos e, a julgar pelo diálogo, pareciam notar um grande grupo de hostis armados em pé dentro de SCP-901. Agente ████ protestou que eles tinham sido ordenados pelo distrito local [DADOS EXPURGADOS] para realizar reparos no SCP-901, ao qual ele se referiu como [DADOS EXPURGADOS]. Deve-se notar que nenhum [DADOS EXPURGADO] local já existiu e não foi considerado necessário preparar uma história para camuflar a operação.

Agente ████ pareceu argumentar com o grupo de hostis (que permaneciam inaudíveis e invisíveis aos observadores) até que ambos os agentes se tornaram visivelmente angustiados e subsequentemente começaram a desmontar o aparato que os preparava. Agente ████████ foi enviado para recuperar seus colegas com violência, se necessário, mas ao se aproximar de SCP-901-1, largou a arma e ergueu as mãos no ar. Outras pessoas enviadas para interferir na situação tiveram efeitos similares. Depois que todos os equipamentos foram limpos de SCP-901-1, todos os agentes que apresentaram efeitos psicológicos anormais entraram no SCP-901 e SCP-901-1 fechou normalmente. SCP-901-1 foi selado por um período regular de 23 dias e nenhum dos sujeitos reapareceu.

Sinopse do Incidente 901-2: Comunicado de Dr. Major para o comando superior [SÓ OLHOS DE O5];

SCP-901 possui um grande potencial para a Fundação como um meio de controlar SCPs humanóides incontroláveis, pessoal da classe D ou outros. Entretanto, suspeito que possa haver algum viés em nossos procedimentos de teste, já que são todas classes D e naturalmente esperamos que a classe D ideal seja submissa; talvez as altas taxas de morte e trauma sejam devidas a isso? Seria, portanto, interesse para ver o efeito deste SCP em indivíduos condicionados a resistir ao estresse físico e psicológico. À medida que os agentes da Fundação e outros funcionários se enquadram bem nessa categoria, proponho que recrutemos voluntários das fileiras desses funcionários ou os redijamos, se necessário, para testar o SCP-901.
- Dr. Major

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License