SCP-966
Avaliação: +2+x
Darkskullteeth%20infrared%201.jpg
SCP-966-2 (como visto através de filtros infravermelhos)

Item nº: SCP-966

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: Força Tarefa Móvel Iota-1 ("Caçadores de Sonhos") e Força Tarefa Móvel Iota-2 ("Caçadores de Ar") estão regularmente atentos às notícias sobre mortes humanas repentinas e violentas relacionadas à privação do sono, a fim de encontrar e neutralizar as demais instâncias selvagens do SCP-966.

Os quatro espécimes de SCP-966 (três machos, designados SCP-966-1, SCP-966-3 e SCP-966-4, e uma fêmea, designada SCP-966-2) adquiridos pela Fundação devem estar contidos em Um quarto de 10 x 10 m feito de aço, alinhado com chumbo, localizado no Site-██. Duas câmeras de segurança com filtros infravermelhos e filmes sensíveis ao infravermelho devem ser instaladas dentro da sala. Cada espécime de SCP-966 deve ser alimentado com 20 kg de carne por mês.

No caso de SCP-966-2 dar à luz, o espécime recém-nascido deve ser estudado e descartado antes de atingir a maturidade.

Descrição: SCP-966 são criaturas predatórias que se assemelham a seres humanos sem pelos e digitalizantes, possuindo um rosto alongado com uma boca alinhada com dentes tipo agulha. Em cada mão, eles têm cinco garras que podem ter até 20 cm de comprimento. Embora afiadas, estes são facilmente quebradas, tornando-as impróprias para o combate. A altura do SCP-966 varia de 1.40 a 1.60 metros e pode atingir até 30 kg de peso. Fisicamente, SCP-966 são fracos, possuindo ossos ocos e baixa densidade muscular. Eles não parecem descansar pelo sono; Em vez disso, de repente, cessam todo o movimento em intervalos de tempo aparentemente aleatórios, retomando a atividade normal três a cinco minutos depois.

SCP-966 é visível apenas em ondas variando de 700 nm a cerca de 900 nm. Isto aplica-se a todos os tecidos do SCP-966. Se sua pele, músculos ou órgãos sofrerem de queimaduras de segundo a terceiro grau, as áreas afetadas serão visíveis em comprimentos de onda variando de 360 a 900 nm.

SCP-966 se alimenta de animais de médio e grande porte, incluindo humanos. Eles caçam sozinhos ou em pares. Seus métodos de caça consistem em emitir um único estouro de um tipo de onda previamente desconhecida (nomeadas de ondas ██████ , em homenagem ao Doutor ██████), que inibe permanentemente a habilidade da criatura afetada entrar em qualquer um dos estágios de sono, NREM e REM. A capacidade de micro-sono também é perdida. O alcance efetivo das ondas é de até 20 metros; No entanto, os testes mostram que eles podem ser bloqueados por metais pós-transição, particularmente chumbo.

Todas as tentativas de fazer as vítimas do SCP-966 dormir falharam. Ainda é possível induzir outras formas de inconsciência, embora estes geralmente sejam prejudiciais para o sujeito afetado, pois não proporcionam um verdadeiro descanso.

Depois de privar suas vítimas de sono, SCP-966 perseguirá suas presas até que a falta de descanso a incapacite. Neste ponto, SCP-966 procederá a consumi-lo(a). SCP-966 provou ser muito ágil e silencioso ao perseguir suas vítimas. Na ocasião, eles deliberadamente farão barulhos ameaçadores em torno da presa, a fim de estressa-lo(a), e até mesmo agredir fisicamente se a vítima se essa se revelar particularmente durável.

Além dos sintomas comuns causados pela privação do sono, algumas vítimas de SCP-966 mostraram sinais de sofrer de alucinações extremamente vívidas, bem como ataques repentinos de raiva sem estímulos externos evidentes. Atualmente, pensa-se que estes são os efeitos da exposição prolongada a ondas ██████. O porque de SCP-966 expor somente algumas das vítimas continuamente estas ondas, é desconhecido. Uma hipótese é que SCP-966 só fará isso quando estiver morrendo de fome, já que degenera o estado físico e mental de suas presas, incapacitando-o a um ritmo mais rápido.

As instâncias selvagens do SCP-966 são encontradas em todo o mundo. Desde a sua descoberta em 19██, a Fundação conseguiu muito diminuir seus números, embora ainda sejam encontrados em grandes quantidades em muitos países, particularmente █████ e █████ ███████.


Artigo Original

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License