Proposta de Arbelict
avaliação: +1+x

NOTA DA ADMINISTRAÇÃO DE SEGURANÇA DE REGISTROS E INFORMAÇÃO


O seguinte documento foi recebido no dia 08.10.2026 da dimensão relicto R-42 e descreve uma anomalia ameaçando todos os membros da humanidade em todos os mundos existentes. Foi estabelecido que, antes da mensagem ser recebida, um sinal havia sido emitido por oito minutos, contendo um risco cognitivo excepcionalmente poderoso (estabilidade e penetração classe 5) de perigo classe 0 (seguro). A Fundação foi incapaz de contra-atacar esta anomalia, mas nenhum sintoma residual dela afetando as mentes de habitantes da Terra foi encontrado até hoje. Há uma alta ameaça de repetidos ataques de risco cognitivo ou outras formas da dimensão R-42. De acordo com as medições mais recentes, a dimensão R-42 não existe mais.

A seguinte mensagem testou negativo para agentes meméticos escondidos e é segura para ler.

Início do Documento

Saudações.

Você está lendo esse dossiê em uma paradimensão da dimensão relicto R-42.

Devido ao tamanho colossal do endereço do seu mundo, para sua conveniência, sua dimensão será daqui em diante referida como "PD".

A seguinte mensagem foi construída pela Fundação SCP da dimensão relicto R-42 e é endereçada para a Fundação SCP da paradimensão PD. Inclusa você encontrará informação sobre SCP-001, que é uma ameaça ao multiverso.

Como você deve ter notado, essa mensagem foi precedida por um sinal irrompido contendo uma risco cognitivo não perigoso. O sinal irrompido foi construído de tal maneira que alteração mínima no sinal teria causado mortes indiscriminadas e esmagadoras entre os habitantes de PD. Como você pode ver, R-42 é capaz de eliminar a absoluta maioria dos habitantes de PD mas não exerceu essa capacidade. No contexto do acima, nós te solicitamos a considerar esta ação não como um ato de agressão, mas como uma demonstração do fato de que R-42 não tem pretensão de dominação ou outras formas de agressão para PD. Leve a seguinte informação a sério.


worlds-2.png

Representação esquemática das localizações de R-42 e PD no multiverso

Item nº: SCP-001

Classe do Objeto: Apollyon-Paradoxo1

Procedimentos Especiais de Contenção: O único jeito de garantir a destruição da anomalia e evitar o evento de Classe-ZK Falha da Realidade é a aniquilação completa (ou mudança fundamental) da humanidade. A lista de medidas possíveis para retardar (ou completamente evitar) o evento 001-ZK iminente foi destacada abaixo.

Descrição do Problema: SCP-001 consiste de todos os membros vivos da espécie Homo sapiens sem exceções. Esses atualmente incluem humanos vivendo na dimensão relicto R-42 e a paradimensão PD. A anomalia entrou em existência e desenvolveu na dimensão relicto R-42, mais tarde ativada em PD por acidente. Crescimento não regulado de SCP-001 irá causar aniquilação do multiverso inteiro.

É sabido por nossos pesquisadores que, no momento do Big Bang, a formação de um número finitos de dimensões paralelas (57 no total) aconteceu em um evento referido como "Alpha". A criação de novas dimensões em condições naturais (sem interrupção) é impossível. Devido às causas desconhecidas a humanidade veio a existir em somente uma de 57 dimensões relictos - na dimensão R-42.

O perigo à realidade que SCP-001 representa existe em sua capacidade anômala de replicação em grande escala de paradimensões. Esse termo se refere a uma realidade paralela que tem um desvio extremamente pequeno de sua "mãe". Sabe-se que qualquer decisão humana concebida (até aquelas completamente inconsequentes) ocorrendo no tempo complementa o multiverso com N paradimensões (onde N é o número de escolhas na decisão), em que uma única resolução ao evento ocorre em cada um. Como tal, dimensões abrigando instâncias vivas de SCP-001 incontrolavelmente "crescem" um número colossal de paradimensões minimamente divergentes a cada segundo.

Outras dimensões relictos (R-01 a R-57, exceto R-42) não têm paradimensões, já que a humanidade não veio a existir nestas dimensões devido a motivos desconhecidos, e como tal, todos os processos nelas seguem somente leis físicas naturais. A Fundação SCP de R-42 não sabe se outras dimensões relictos contêm outras formas de vida sapiente, mas mesmo se existisse, não há sinal de replicação adicional de paradimensão nessas dimensões.

Analíticos de R-42 determinaram um teto na quantidade colossal de paradimensões, superar o qual irá destruir o multiverso como um todo. Esse valor é referido como "Ômega". Não há forma visual para representar esse número, uma estimativa de "Ômega" está inclusa nos Adendos e só pode ser deduzido através de uma cascata de cálculos matemáticos altamente desafiadores. Na mais rude estimativa, representando a velocidade atual de aproximação do número de dimensões paralelas a "Ômega", previsões para o crescimento da população de PD, e o pior cenário (rejeição total de sua paradimensão de contra-atacar a anomalia), a morte do multiverso (também conhecida como o evento Classe-ZK de Falha da Realidade) pode ser esperada de acontecer dentro de 0.3 anos ± 2 meses após a recepção desta mensagem.

As paradimensões criadas por meio de replicação existem em um estado de "incerteza de existência" (ou "estase"). Embora indiretamente afetando a estabilidade do multiverso e objetivamente formando devido aos efeitos de SCP-001, cada paradimensão não exibe sinais de sua existência devido à falta de qualquer processo físico dentro dela. Esse estado é quebrado após a abertura de um túnel do espaço-tempo para a dimensão. Nesse momento a "incerteza de existência" acaba e a paradimensão começa a "existir" no sentido completo desse termo. Todos os processos físicos começam a fluir como se sempre estivessem do Big Bang até o momento da formação da dimensão. Devido ao fato de que novos seres (humanos, SCP-001) vêm a existir com a abolição da "incerteza de existência", esse dimensão vira uma fonte de replicação de paradimensão em si mesma.

Você e sua paradimensão PD foram criados aproximadamente 17.4 anos-R-42 atrás e depois permaneceram em um estado de "incerteza de existência" for um período estendido de tempo (do ponto de visão de R-42). A emergência desse estado e o começo da existência fatual de você e sua dimensão aconteceram aproximadamente 0.7 anos-PD atrás após um portal exploratório de R-42 foi brevemente aberto para seu mundo. Como tal, a sociedade de R-42 tecnologicamente e historicamente supera PD em aproximadamente 16.7 anos, o que permitiu a Fundação SCP de R-42 a descobrir SCP-001 e desenvolver soluções de computação de escala colossal, o que em troca consideravelmente avançou a pesquisa desta anomalia.

Histórico dos esforços da sociedade de R-42 contra a anomalia: SCP-001 foi descoberto por pesquisadores da Fundação aproximadamente 5.1 anos-R-42 atrás. O valor "Ômega" foi calculado logo depois, e o fato de que o número de dimensões paralelas existentes catastroficamente rapidamente aproximam esse limite foi encontrado. Um grupo de pesquisa especial da dimensão relicto R-42 começou a desenvolver métodos de supressão completa ou parcial da replicação de paradimensão para prevenir (ou adiar em qualquer medida possível de tempo) a ocorrência de um evento Classe-ZK de Falha da Realidade.

Infelizmente, a Fundação SCP de R-42 teve que tomar medidas extremas para atrasar o evento Classe-ZK o máximo possível. As Operações "Roque" e "Ganho Mínimo" foram desenvolvidas para esse propósito.

O Conselho O5 montou Rol-1, que incluía todas as pessoas que têm importância vital científica ou outra para pesquisa de SCP-001, e Rol-1, que incluía todas as pessoas que eram necessárias para realizar trabalho de campo durante o período interino da Operação "Ganho Mínimo". Para aumentar a moral, um membro familiar (de escolha) por pessoa foi inclusa em cada lista.

Como resultado das ações tomadas, o evento de Falha da Realidade foi atrasado em uma margem considerável, e a velocidade de aproximação foi desacelerada a um mínimo.

Os caminhos mais prospectivos de desenvolvimento nesse momento eram a criação de dispositivos de diminuição de variabilidade de força de vontade- e raciocínio, tal como projetos sobre delegar as consciências de todos os sobreviventes a uma unidade de processamento central. Sob a maioria das estimativas modestas, contando com recursos humanos altamente limitados, a realização desses projetos iria levar 9 a 15 anos dos disponíveis (no momento) para a Fundação antes do começo do evento Classe-ZK.

Infelizmente, nesse tempo muito pouco se sabia sobre paradimensões em si, e a teoria da "incerteza de existência" não havia sido desenvolvida ainda. Diversos pesquisadores propuseram uma teoria que a ausência de replicação de paradimensão de paradimensões (um processo visualmente semelhante a uma fissão nuclear descontrolada) poderia significar que humanos existindo nelas não eram SCP-001, e que, como tal, eles poderiam ser excelente material de teste para R-42. O Conselho O5 fez uma decisão para iniciar o desenvolvimento em tecnologia para abrir um túnel no espaço-tempo cruzando dimensões para uma paradimensão aleatória baseada em materiais anômalos restantes no aterro da Fundação para o propósito de estudá-los. Esta paradimensão acabou por ser a sua paradimensão, PD.

O portal desenvolvido por especialistas de R-42 provou ser altamente instável. Os funcionários da Fundação não puderam escolher uma paradimensão para entrar (PD virou o alvo por chance); adicionalmente, após ter existido por um período insubstancial de tempo (aproximadamente dois dias), o túnel no espaço-tempo espontaneamente fechou. Neste mesmo tempo, foi descoberto que seu mundo virou uma fonte da paradimensões em si mesmo. Quando considerado junto com o fato de que PD existiu precisamente no mesmo estado que R-42 estava no momento da criação de PD, uma hipótese sobre "incerteza de existência" foi estabelecida. A Fundação SCP de R-42 escolheu não fazer mais tentativas de abrir um portal para PD devido ao alto risco de acidentalmente afetar outras dimensões com a anomalia.

Do momento que PD começou a produzir suas paradimensões e levar o multiverso mais perto do evento Classe-ZK com alta velocidade, R-42 ficou sem tempo ou esperança por salvação. Infelizmente, a Fundação de R-42 não pode abrir um portal para sua dimensão e destruir os habitantes de PD por conta própria. R-42 descartou a ideia de eliminar a maioria dos habitantes de PD porque os funcionários da Fundação de PD, sobrevivendo em bunkers subterrâneos e tendo acesso a numerosos objetos classe-"Thaumiel", iria tornar essas ações debatíveis. Pouco tempo restante antes do evento Classe-ZK e falta de capacidade tecnológica para manter nossa pesquisa negam a possibilidade de repetir as Operações "Roque" e "Ganho Mínimo". Devido às causas destacadas, nós te endereçamos com essa mensagem e oferecemos o único jeito em condições atuais de salvar o multiverso.

O mundo existiu antes de nós e deve permanecer depois de nós. Nosso multiverso está doente, e o nome da doença é a humanidade, SCP-001. A única saída é SCP-0000. Nós iremos deixar de ser uma ameaça com sua ajuda. Está no nosso poder deixar uma chance para outras espécies sapientes que, talvez, não serão afligidas pela mesma anomalia, ou irão encontrar um jeito de se livrar dela antes que seja tarde demais. Nós, o Conselho O5 e outros sobreviventes de R-42, escolhemos nosso destino. Nós esperamos que você fará o mesmo.

Do Conselho O5 da dimensão R-42
Para o Conselho O5 da dimensão PD

Incluso você irá encontrar a metodologia para calcular "Ômega" e os meios para investigar paradimensões, derivados científicos principais em relação a SCP-001, e as instruções para criar e usar SCP-0000. Se apresse.

O adendo final contém uma mensagem privada para cada um de vocês codificada com chaves pessoais de encriptação Overseer.


Item nº: SCP-0000

Classe do Objeto: Thaumiel-Paradoxo2

Procedimentos Especiais de Contenção: Qualquer procedimento de contenção contradiz o conceito e propósito do objeto.

Descrição: SCP-0000 consiste em um dispositivo, desenvolvida pela Fundação SCP da dimensão relicto R-42, capaz de aniquilar a dimensão onde é ativado. Após a destruição da dimensão alvo, todas as paradimensões filhas no estado de "incerteza de existência" irão passar por lenta auto-destruição.

Blueprints do objeto e princípio de operação: O núcleo de SCP-0000 é um dispositivo de quatro componentes consistindo em [REDIGIDO] assim como objetos classe-"Euclídeo": SCP-████, SCP-████ e dois SCP-████ conjuntos. O princípio de operação do objeto [DADOS EXPURGADOS]


Para: O5-1
De: Joan Simpson

Olá, pai.

Eu não sei se eu tenho o direito de te chamar de "pai", pois você é somente uma cópia do qual eu recentemente lamentar a morte. De algum jeito, você é a causa de sua morte. Mas você é um humano que, como nós, não tem culpa por nada disso.

No seu mundo, eu sou só uma menininha, e a que está escrevendo agora é sua filha crescida, um dos principais funcionários da Fundação. Estranho, não é? Eu não queria gravar uma mensagem, mas meus colegas me fizeram. Eles dizem que é muito importante. Bem, eu não pude ter uma última palavra com ele, então terei uma última palavra com você. Eu irei endereçar você e não "Você", como se eu tivesse conhecido você por tantos anos. Tudo bem?

Eu me lembro do dia que os Róis começaram a ser implementados. Róis daqueles que pelo de todo mundo tinha que continuar trabalhando. Tinha uma ideia de deixar os Overseers salvar não um membro familiar, mas dois. Você mesmo foi contra, acreditando que iria levar a um cisma doentio dentro da Fundação que estava prestes a ficar muito, muito pequena. Somente algumas centenas, esse tanto deveria restar após a colheita louca que você planejou. Esses, e quinze mil pessoas em sono criogênico. Você foi implacável, e o dia que você começou a montar o Rol, eu entendi tudo pelo olhar dos seus olhos. Você não salvou minha Mãe. Você escolheu me salvar. Eu ainda não sei o que pensar disso. Mas… mesmo se tivesse alguma raiva por você, ela se foi faz tempo.

Eu comecei a trabalhar junto com você. Todos os "reféns", como eram chamados pelas costas, começaram a trabalhar no Projeto. Nós tínhamos mais tempo que o suficiente. A esperança era nossa estrela guia.

Nos dias em que eu me sentia especialmente miserável você me levava para a superfície. Nós sentávamos na grama com roupas de risco e olhávamos a cidade vazia no fundo da montanha. A cidade onde só aves de caça habitam agora. Você prometeu que iríamos retornar para lá e construir um monumento gigante para o Humano em seu centro. Eu te escutei e sabia que era uma mentira. Cada um de nossos projetos em potencial não teriam deixado nada humano em nós. Nossos descendentes não se gastariam em sentimentos.

Então… então alguém propôs abrir aquele portal. Erro fatal. Quando você aprendeu que a paradimensão começou a replicar mundos você entendeu que… estava tudo acabado. Haviam ideias inconsistentes de abrir o portal de novo e jogar uma bomba maravilha lá, mas ninguém tinha nenhuma garantia que não iria abrir para uma paradimensão diferente. A contagem desceu para meses novamente. Sua promessa ficou impossível. Você tirou sua própria vida. Em sua honra, o assento de O5-1 foi deixado vago.

Verdade seja dita, eu não ligo, agora, se você vai destruir seu mundo ou não. Se o universo irá existir, se irá ter nova vida nele. Meu mundo foi esmagado tempo atrás.

É bom que essa mensagem foi encriptada com sua chave, que foi passada para mim - ou essas linhas teriam sido deletadas. Todo mundo quer salvar o mundo. Mas quem precisa tanto? Vazio e frio. Sem aqueles para apreciar sua beleza. Sem a humanidade.

Faça o que você achar que é certo.

Eu verdadeiramente me sinto melhor agora.

Te amo. Fielmente seu, Joan Simpson.

CHAVE DE VERIFICAÇÃO – OVERSEER О5-1

Fim do Documento

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License