Tudo o que fizemos foi-se em vão
avaliação: +3+x

Olá.

Desconheço o motivo pelo qual estou gravando isto. Ordem dos O5. A única pista que tenho é algo sobre "testes e estudos" de Fundações extradimensionais; seja lá o que for, vou me esforçar ao máximo para fazer esta gravação e ainda aproveitar ao máximo esse momento.

Sim, a hora chegou.

Todos nós desperdiçamos nossas vidas buscando conhecimento sobre o mundo… o universo, para no fim tudo acabar-se.

Não entendo a humanidade.

Nunca negaria que todas essas questões que rondam nossas cabeças nos fazem ser o que somos, mas no fim a ideia que prevalece é que o universo não deixa de ser o que é, seja lá o que for. E o fato de nós o entendermos é insignificante. Dizem que conhecimento é algo que nos torna melhores. De fato, porém, conhecimento também pode ser algo que responde ao nosso egoísmo. Conhecemos pois queremos conhecer, e nada mais. Passei a minha vida inteira buscando esse conhecimento. Tudo foi em vão.

Não entendo a mim mesmo.

Me parece que não me apresentei. Não revelei nome, idade, história, cargo. De que isso importa agora?

Tudo que me causava fascínio, me interessava, normalmente, coisas sem resposta. Coisas que eu não compreendia, mas poderia sempre aprender mais com isso. Coisas que desafiavam as leis da Física, Química, Biologia e todas as outras ciências do qual possuíamos um limitado conhecimento.

E era exatamente assim que eu me sentia em meus estudos com SCP-███. Passei toda a minha vida estudando, analisando e me surpreendendo cada vez mais com essa anomalia. Não existe nada mais interessante que um humano de bom estado com alguma anomalia física. Ao mesmo tempo em que você estuda o monstro por trás de tudo, também há o anjo. O lado humano que clama por respostas e soluções. Apenas uma cura. Isto é…até que se acostume. Então, a convivência se torna cada vez mais fácil, enquanto pode-se perceber cada sentimento e expressão na face do sujeito enquanto se buscava compreendê-lo, estudá-lo e perceber como apesar da mudança, o sujeito convive com a anomalia.

Atualmente, SCP-███ está em liberdade, e sua localização é desconhecida, assim como todos os outros objetos de sapiência não-agressivos e Funcionários Classe-D. Não sinto falta. Sei que, se existir algum lugar para irmos após o grande evento, nos encontraremos lá. Eu, livre dos estudos e preocupações e ele, livre de sua anomalia.

É bom pensar que após tudo que ocorreu antes e depois de mim… antes da Fundação… pensar que tudo isso terá uma conclusão. Pensar que ainda ontem, estávamos todos preocupados com estudos, trabalho, política, dentre outras coisas e em uma noite, tudo isso perdeu completamente o sentido.

Já posso sentir a mudança no ar. As mudanças no clima. O modo como as pessoas veem a vida. Apenas um momento para relaxar e contemplar o horizonte, tendo em mente que tudo o que fizemos como seres humanos terá um definitivo fim1. Um inevitável fim, que todos nós estávamos esperando que acontecesse, mas não sabíamos quando. E isso é algo que particularmente, me deixa feliz. Saber que tudo se concluirá em um fim tão espetacular e belo. Morte normalmente é algo que nos causa medo. Mas isso, isso é tão confortante como deitar-se em um amontoado de plumas e algodão, ao som de musica suave.

As flores e plantas já começaram a tomar conta da instalação. Azaleias, Rosas e Camélias sobrecarregam as nossas vistas. O sol está mais brilhante do que nunca. Chegou o momento de nos despedirmos, desconsiderando o fato de que tudo o que fizemos visando o futuro nunca vingará e que toda a nossa história foi se em vão. É hora de parar esta gravação, inseri-la no teleportador dimensional e apenas contemplar a destruição total de todo o nosso planeta, sem nenhum arrependimento. Não há mais tempo para se arrepender. Não sobrou nada para ser mostrado senão paz, pura e plena.

O Mundo Ficou Lindo.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License