SCP-001 (Desbloqueado)
avaliação: +3+x

Olá.

Temo eu que você não encontrará SCP-001 aqui. O documento está guardado em um lugar muito mais inacessível do que esse. Tenho certeza que você tinha esperança que você poderia entrar aqui, editar algumas partes aqui e, pronto, você não é mais uma anomalia, você está livre para ir, a Fundação não vai mais te pertubar. Obviamente, não é tão fácil assim. Mas eu vou te ajudar. Você merece isso.

Eu vou te contar o porquê.

Porque a Fundação alveja você. Porque nós consideramos você algo para conter, para perseguir. Afinal, existem coisas bem piores no mundo. Nós guardamos o nosso registro de armas nuclear acima como um exemplo. Existem inúmeros genocídios na história. O número de mortos da gripe por si só é bem maior do que o dano em potencial de milhares de pessoas e objetos que nós contémos, e, mesmo assim, nós nos dedicamos para rotularmos você uma anomalia. Algo não normal. Algo inerentemente errado. Algo a que não se pode permitir paz.

Por que?

Eu não vou te tratar com falsa gentileza e dizer que não tenha nada que eu possa fazer. Eu sou só uma voz no Conselho, e não posso mudar as coisas por mim mesmo, isso é verdade, mas as decisões que eu tomo, e a forma como eu permito a mim mesmo enxergar a sua circunstância são causas diretas de pessoas acreditarem ser adequado te categorizar. Mesmo que eu não possa mudar o documento, eu poderia ser mais um defensor da sua normalidade. Afinal, a humanidade acreditou em fantasmas e espíritos por milhares de anos. Todos nós acreditamos em monstros debaixo das nossas camas quando somos crianças. Esses fenômenos são reais, e certamente uma parte da maneira como o mundo funciona. Por que não podemos simplesmente os declarar normais? Por que eu não livro você de seu sofrimento?

É porque nós não estamos aqui apenas para assegurar, conter e proteger o mundo. Nós estamos aqui para assegurar, conter e proteger você.

A principal característica de uma anomalia é que ela não pode ser simplesmennte explicada através de testes científicos. Isso torna você e sua natureza diferentes. Únicos, até. E essa escassez torna isso valioso. Mas isso não significa que seu valor é algo que todo mundo pode apreciar. Certas vezes, só pode ser apreciado por aqueles que usariam isso contra você.

Essa escassez, é, também, uma ferramenta pela qual um monstro pode explorar você. Outros não estão acostumados com sua anomalia, e não consideram ela real. Isso dá a oportunidade para indivíduos perversos se aproveitarem dessa falta de conhecimento e te usarem como um peão ancião em nome do próprio prazer. Eles podem te isolar, te consumir, fazer de sua anomalia uma alavanca para destruir, saciar uma sede sádica com a sua existência.

Eu tenho certeza que você já viu algo assim acontecer. Alguém é diferente. Seus desejos, necessidades, a realidade dele o força a ser condenado ao ostracismo pelo mundo no geral. Eles são deixados sozinhos. Provavelmente não sem amigos, mas marginalizados, sedentos por conexão. É aí que, então, alguém aparece, prometendo grandeza, mas só oference aquela conexão que você deseja através da sua consumição, destruição do seu mundo, perversão da sua realidade. Você resiste, tenta contar sobre a sua situação a alguém, mas os outros respodem, "Ah, isso não pode estar acontecendo. Isso não é real. Você deve estar enganado." Você está sozinho na sua anomalia, e deixado a sofrer.

Nós não podemos deixar isso acontecer. Sim, vá em frente, aponte que nós também estamos pelo menos te isolando, lentamente consumindo você e sua existência com a mesma certeza que algum abusador possa desejar tacar fogo em você. Chame a nós de monstros. Está tudo bem. Mas não se esqueça que mesmo com a nossa perseguição a você, nosso encobrimento, nosso encarceramento seu, nós ainda queremos ter certeza que você continue a existir, que você não seja removido completamente desse mundo. Você tem todo o direito de existir. Você tem todo o direito de ser diferente, como você é.

Você, os monstros lá fora, os monstros aqui, vocês todos são tão reais quanto nós. Tão reais como a abundante, irracional, auto-destrutiva humanidade que não sabe sobre a sua existência. E a conclusão que todos nós somos, no fim, a mesma coisa, eu espero que você possa encontrar conforto nela.

Sim, você é um monstro. Mas, sejamos nós considerados anômalos ou não, cada um de nós também somos. E isso significa que você merece existir.

Nós asseguramos você.

Nós contemos você

Nós protegemos você.

E mesmo se você ainda não entender o porquê de estar fazendo isso, por favor, entenda que eu ainda amo você.

- O5-5

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License